Índices quantitativos de vitórias e derrotas: uma análise na copa do mundo feminina FIFA 2015

Teresa Walessa da Silva, Sérgio Pereira da Silva, Lawrence Borba

Resumo


O presente artigo tem por objetivo comparar indicadores técnicos de percentagem de posse de bola (PB), tempo de bola em jogo (TB), Chutes (CH) e Chutes a gol (CG) e de lances que comprometem o andamento do jogo, como Faltas Cometidas (FC) e Faltas Sofridas (FS) entre equipes vencedoras e perdedoras da Copa do Mundo Feminina FIFATM 2015. Para levar a efeito esse objetivo, foram coletadas no site oficial da entidade as análises de 52 partidas, descartando 12 partidas que terminaram empatadas no tempo normal. Foi usado o Student Paread Test com nível de significância de p<0,05 e, a partir dessa análise, conclui-se que equipes vencedoras obtiveram maiores indicadores em PB (54,8 ± 6,8), TB (28,3 ± 4,9), CH (15,3 ± 7,3) e CG (6,0 ± 4,0). Conclui-se que as equipes vitoriosas dominaram os indicadores referentes à qualidade técnica, podendo estes serem os fatores explicativos para o sucesso competitivo.

 

ABSTRACT 

Qualitative index of victories and defeats: an analyze of feminine world cup FIFATM 2015

This article aims to compare technical indicators percentage of possession (PB), ball-time game (TB), Shots (SH) and Shots on goal (SG) and bids that compromise the progress of the game, as fouls Commited (FC) and fouls Suffered (FS) between winning and losing teams Women's World Cup FIFATM 2015. To accomplish this goal, were collected on the official site of the entity analyzes of 52 matches, dropping 12 matches that ended tied in normal time. As for the statistics, we used the Student Paread Test with significance level of p <0.05. From this analysis, it is concluded that winning teams had higher indicators in PB (54.8 ± 6.8), TB (28.3 ± 4.9), SH (15.3 ± 7.3) and SG (6.0 ± 4.0). We conclude that the victorious teams dominated the indicators related to technical quality, and these are the explanatory factors for competitive success.


Palavras-chave


Scout; Futebol Feminino; Desempenho

Texto completo:

PDF

Referências


-Anderson, C.; Sally, D. Os números do jogo. São Paulo. Paralela. 2013.

-Cabral, L.F.L. Análise das Seleções brasileira e alemã de futebol na Copa do Mundo de 2014. TCC. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, 2015.

-Castellano, J.; Casamichana, D.; Lago, C. The Use of Match Statistics that Discriminate Between Successful and Unsuccessful Soccer Teams. Journal of Human Kinetics. Vol. 31. p. 139-147. 2012.

-Daolio, J. As Contradições do Futebol Brasileiro. Lecturas: Educación Física y Deportes Ano 3. Num. 10. 1998.

-Drusbscky, R. Universo tático do futebol: escola brasileira. 2ª edição. Belo Horizonte. Health. 2014.

-FIFA. Regras de jogo. 2013. Disponível em . Acesso em 20/10/2016.

-Garganta, J. Modelação táctica do jogo de Futebol: Estudo da organização da fase ofensiva em equipas de alto rendimento. 1997. Tese de Doutorado. Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física, Universidade do Porto. Porto. 1997.

-Henriques, P. O Treino da Tomada de Decisão do Árbitro de Futebol. Faculdade de Motricidade Humana. Lisboa. 2008.

-Lamas, F. L.; Borges, C. N. F. Reflexões Sobre o Número de Faltas no Futebol Brasileiro e sua Interferência na Dinâmica do Jogo. Revista Mineira de Educação Física. Vol. 13. Num. 2. p. 83-95. 2005.

-Leitão, R. A. A. Futebol – Análises qualitativas e quantitativas para verificação e modulação de padrões e sistemas complexos de jogo. Dissertação de Mestrado. Curso de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas. Campinas. 2004.

-Mendes, A. Scouting, o futebol (re)nasce aqui. Lisboa. Chiado. 2016.

-Misuta, M. S. Rastreamento automático de trajetórias de jogadores de futebol por videogrametria: validação do método e análise dos resultados. Dissertação de Mestrado em Educação Física. Faculdade de Educação Física. Universidade Estadual de Campinas. Campinas, 2004.

-Peñas, C. L.; Ballesteros, J. L.; Dellal, A.; Gómez, M. Game-related statistics that discriminated winning, drawing and losing teams from the Spanish soccer league. Journal of Sports Science and Medicine. Vol. 9. p. 288-293. 2010.

-Peñas, C. L.; Ballesteros, J. L.; Rey, E. Differences in performance indicators between winning and losing teams in the UEFA Champions League. Journal of Human Kinetics. Vol. 27. p. 135-146. 2011.

-Quina, J. N. 59-Futebol: referências para a organização do jogo. 2001.

-Ramos Filho, L. A. O.; Alves, D. M. Análise do Scout individual da Equipe Profissional de Futebol do Londrina Esporte Clube no Campeonato Paranaense de 2003. Revista Treinamento Desportivo. Vol. 7. Num. 1. p. 62-67. 2006.

-Silva, S. A.; Silva, C. D.; Paoli, P. B.; Bottino, A. A.; Marins, J. C. B. Análise de correlação dos indicadores técnicos que determinam o desempenho das equipes no Campeonato Brasileiro de Futebol. Revista Brasileira de Futebol. Vol. 2. Num. 2. p. 40-45. 2009.

-Tempone, G.M.T; Silva, C.D. Análise de indicadores quantitativos de vitórias e derrotas na Copa do Mundo FIFA 2010. Revista Brasileira de Futebol. Vol. 5. Num. 1. p. 42-46. 2012.

-Ziskind, F. S. Scout digital no futebol feminino. TCC. Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas. Campinas. 2006.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBFF - Revista Brasileira de Futsal e Futebol

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Antonio Coppi Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato:aqui