Análise temporal dos gols no futebol feminino nos jogos olímpicos de Londres 2012

Januária Salles Argolo

Resumo


O objetivo deste estudo visa identificar os períodos mais críticos do jogo em que ocorreram os gols e utilizar os dados para uma melhor preparação das equipes. Materiais e Métodos: O estudo visou analisar os gols que ocorreram nas Olimpíadas de Londres 2012 na modalidade Futebol Feminino. Na coleta foram analisados 70 gols distribuídos em períodos de 15 minutos, sendo que os gols realizados nos acréscimos foram computados nos 15 minutos finais de cada tempo. Neste estudo utilizou-se a estatística descritiva, valor absoluto e relativo.  Resultados: Foram marcados 70 gols, sendo que 48,57% no primeiro tempo de jogo e 51,42% no segundo tempo. Destes 70 gols, 11 (15,71%) foram marcados entre 0-15 min, 13 (18,57%) entre 16-30 min, 10 (14,28%) entre 31-45, 8 (11,42%) entre 46-60 min, 15 (21,42%) entre 61-75 min e 13 (18,57%) entre 76-90 minutos. Discussão: O estudo apresentou que a maior parte dos gols foram marcados no segundo tempo de jogo com uma diferença apenas de 2 gols entre os tempos. Alguns estudos relacionam alguns fatores que influenciam o maior número de gols no segundo tempo de jogo, sendo eles: desgaste físico e mental, a busca pelo resultado e a diminuição do tempo de jogo, aspectos psicológicos, nutricionais e táticos. Conclusão: Através deste estudo pode se concluir que os minutos finais de jogo são os mais críticos, ocorrendo mais gols. Desta forma vê se a necessidade na melhora do trabalho interdisciplinar das equipes, visando melhorar a atleta para que a mesma suporte da melhor forma e consiga ser produtiva e capaz de suportar a carga exigida por este período.

 

ABSTRACT

Temporal analysis of goals in woman’s football London Olympics game 2012

This study aims to identify the most critical periods of the game where goals were and use the data to better training of staff. Materials and Methods: The study aimed to analyze the goals that occurred in the 2012 London Olympics Women's Football in the sport. In collecting 70 goals divided into 15-minute periods, and the goals achieved in injury were computed in the final 15 minutes of each time were analyzed. This study used descriptive statistics, absolute and relative value. Results: 70 goals were scored and 48.57 % in the first half of the game and 51.42 % in the second half. Of those 70 goals , 11 ( 15.71 % ) were scored between 0-15 min , 13 ( 18.57 % ) between 16-30 min , 10 ( 14.28 % ) between 31-45 , 8 ( 11.42 % ) between 46-60 min , 15 ( 21.42 % ) between 61-75 min and 13 ( 18.57 % ) between 76-90 minutes. Discussion: The study showed that most of the goals were scored in the second half of the game with a difference of only 2 goals between times. Some studies have reported some factors that influence the most goals in the second half of play, being: physical and mental exhaustion, the search for the result and the reduction of playing time, psychological, nutritional and tactical aspects. Conclusion: Through this study it can be concluded that the final minutes of the match are the most critical, occurring more goals. Thus sees the need to improve the work of interdisciplinary teams, to improve the athlete for the same support in the best way and can be productive and able to support the load required for this period.


Palavras-chave


Futebol; Futebol Feminino; Gol; Jogos Olímpicos

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBFF - Revista Brasileira de Futsal e Futebol

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Antonio Coppi Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato:aqui