Análise da origem e incidência dos gols de 2ª trave no Futsal

Charles Manica Bortolini, Ben Hur Soares

Resumo


Em esportes coletivos, como o futsal, qualquer detalhe no decorrer da partida pode fazer a diferença. A análise do jogo tem sido utilizada pelos profissionais da área tanto em momento de ataque como na defesa, no entanto, torna-se unanimidade que a incidência de gols é o diferencial do sucesso. O estudo teve como objetivo analisar a origem e incidência dos gols na 2ª trave em jogos de Futsal, tendo como amostra as oito equipes de Futsal, finalistas da edição de 2016 da Liga Nacional, categoria adulta, naipe masculino, analisadas a partir das quartas de finais, totalizando 14 jogos catalogados. Para a coleta de dados foram observados os vídeos dos jogos obtidos no canal oficial da Liga Nacional de Futsal e no canal da Tv Futsal HD, ambos no site YouTube, estes foram analisados e tabulados em uma planilha de scout, elaborada no programa Excel. Trata-se de um estudo de caráter quantitativo, descritivo observacional. Nestes confrontos, foram assinalados 73 gols, sendo que 26% destes foram na 2ª trave, demonstrando uma alta influência no resultado final das partidas, a ação ofensiva que resultou no maior número de jogadas concluídas em gols na 2ª trave foi o contra-ataque, com 42,1% dos gols. Com estes resultados percebe-se que mais de ¼ dos gols são decorrentes de bolas destinadas a 2ª trave, assim, cabe aos profissionais da área beneficiar-se destes resultados na adequação de posturas de ataque e defesa nas elaborações dos programas de treinamento, qualificando ainda mais as ações táticas ofensivas e defensivas.

 

ABSTRACT 

Analysis of the origin and incidence of gols de 2ª trave at futsal

In collective sports such as futsal, any detail during the match can make a difference. The analysis of the game has been used by the professionals of the area both in attack and defense, however, it is unanimous that the incidence of goals is the differential of success. The study had as objective to analyze the origin and incidence of the goals in the 2nd crossbar in Futsal games, having as sample the eight teams of Futsal, finalists of the 2016 edition of the National League, adult category, men's suit, analyzed from the quarter finals, totaling 14 cataloged games. In order to collect data, the videos of the games obtained in the official channel of the National Futsal League and in the Tv Futsal HD channel, both on the YouTube site, were analyzed and tabulated in a scout worksheet, elaborated in the Excel program. This is a quantitative, descriptive, observational study. In these clashes, 73 goals were scored, 26% of which were in the 2nd crossbar, demonstrating a high influence on the final result of the matches, the offensive action that resulted in the most number of goals scored in the second crossbar was the counterattack, with 42.1% of the goals. With these results, it can be seen that more than ¼ of the goals are derived from balls destined to the 2nd crossbar, so it is the professionals of the area to benefit from these results in the adequacy of attack and defense postures in the elaborations of the training programs, plus tactical offensive and defensive actions.


Palavras-chave


Futsal; Gols; Treinamento tático; Efetividade; Análise

Texto completo:

PDF

Referências


-Alves, I.P.; Bueno, L. Análise dos gols na primeira fase da Liga Futsal 2012. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo. Vol. 4. Núm. 12. p.118-123. 2012. Disponível em:

-Bezerra, R. B.; Navarro, A. C. Análise dos gols da VI Taça Brasil de Clubes 2010 na categoria sub-20 feminino. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo. Vol. 4. Núm. 11. p.47-54. 2012. Disponível em:

-Fukuda, J.P.S.; Santana, W.C. Análises dos gols em jogos da Liga Futsal 2011. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo. Vol. 4. Núm. 11. p.62-66. 2012. Disponível em:

-Giusti, M. L.; Ballen, J. L.; Nervo, S.; Navarro, A. C. A importância e a origem dos gols de 2ª trave no Futsal: um estudo de caso da equipe profissional da universidade católica de pelotas. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo. Vol. 3. Núm. 7. p.72-78. 2011. Disponível em:

-Irokawa, G. N. F. Caracterização das circunstâncias e setores de finalização do jogo de futsal: um estudo da fase final da copa do mundo de futsal-FIFA 2008. Revista EFDeportes.com. Buenos Aires. año 15. Núm. 144. 2010.

-Kunze, A.; Schlosser, M. W.; Brancher, E. A. Relação entre o setor da quadra e a incidência de finalizações no futsal masculino adulto. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo. Vol. 8. Núm. 30. p.235-241. 2016. Disponível em:

-Leão, D. X. Incidência de gols em partidas que ocorrem situações de inferioridade e superioridade numérica em função da expulsão no futsal. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo. Vol. 2. Núm. 6. p.195-203. 2010. Disponível em:

-LNF, Liga Nacional de Futsal. 2016. Disponível em: . Acesso em: 10/06/2016.

-Matzenbacher, F.; e colaboradores. Demanda fisiológica no futsal competitivo. Características físicas e fisiológicas de atletas profissionais. Revista Andaluza de Medicina del Deporte. Vol. 7. Núm. 3. p.122-131. 2014.

-Oliveira, R. Análise das finalizações no futsal adulto masculino. Passo Fundo, 2014. 37 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física) – Escola de Educação Física e Fisioterapia, Universidade de Passo Fundo, Passo Fundo, 2014.

-Santana, W. C.; e colaboradores. Análise dos gols em jogos de futsal feminino de alto rendimento. Revista Brasileira de Ciência e Movimento. Vol. 21. Núm. 4. p. 157-165. 2013.

-Santos, R. S. Análise dos gols em contra-ataque na Copa da UEFA de Futsal 2010. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo. Vol. 2. Núm. 6. p.171-178. 2010. Disponível em: <>

-Soares, B.; Tourinho Filho, H. Análise da distância e intensidade dos deslocamentos, numa partida de futsal, nas diferentes posições de jogo. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte. São Paulo. Vol. 20. Núm. 2. p.93-101. 2006.

-Sousa, T. L. P. C. Estudo da Dinâmica do Golo em Futsal: Análise de padrões escondidos de todos os golos da fase regular da Liga Espanhola de Futbol Sala, na temporada 2005/2006. Dissertação de Mestrado em Educação Física e Desporto. Faculdade de Desporto. Universidade de Trás-os-Montes Alto Douro. Vila Real. Portugal. 2010.

-Tenroller, C. A. Futsal: ensino e prática. Canoas. ULBRA. 2004.

-Vieira, A.; e colaboradores. Análise dos padrões de jogo ofensivo de seleções nacionais de futsal. Revista Egitania Sciencia. Guarda. ano 9. p. 87-93. 2015.

-Voser, R. C.; Giusti, J. G. O futsal e a escola: uma perspectiva pedagógica. 2ª edição. Porto Alegre. Penso. 2015.

-Voser, R.C. Futsal: princípios técnicos e táticos. 2ª edição. Canoas. ULBRA. 2003.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBFF - Revista Brasileira de Futsal e Futebol

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Antonio Coppi Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato:aqui