Análise de scout de uma equipe profissional de Futsal no campeonato catarinense

Daniel Petreca, Mário César Garcia, Luiz Eduardo Petreça, Sandro Colvero, Ademir Flores

Resumo


O objetivo deste estudo foi analisar as ações individuais ocorridas em jogos de uma equipe profissional no Campeonato Catarinense de Futsal da 1ª Divisão. Para tanto, foram analisados 26 jogos (12 atletas de linha e 3 goleiros). Para verificar ações individuais realizadas no jogo foi utilizado um scout. Foram mensurados para os atletas de linha: desarme (com posso e sem posse) e finalizações (certas e erradas); para os goleiros foram mesuradas finalizações (certas e erradas) e ligações diretas (com o pé e com a mão). Além disso, foram anotados gols marcados e tempo total de jogo de cada atleta. Para análise dos dados foi utilizado estatística descritiva e inferencial.  Os atletas tiveram média de idade de 24,3 (DP=4,0) anos.  Foram obtidos valores médios de 32,1 desarmes com posse, 37,2 desarmes sem posse, 14,4 finalizações certas, 25,5 finalizações erradas e 39 passes errados para os atletas de linhas. Para os goleiros, foram verificados 1,5 finalizações certas, 2,4 finalizações erradas, 4,8 ligações diretas com o pé e 3,8 ligações diretas com a mão. Em 26 jogos foram anotados 83 gols pró com uma média 3,2 gols. Não foi verificado significância estatística significativa entre as ações individuais e o resultado dos jogos (vitória, empate e derrota). Em relação ao tempo em quadra dos atletas, a média foi de 16,5 minutos para os jogadores de linha e de 16,6 minutos para os goleiros. As informações obtidas são de suma importância para o planejamento físico, técnico e tático de uma equipe.

 

ABSTRACT 

Scout analysis of the professional indoor soccer team in Catarinense championship

The purpose of the study was to analyze individual’s actions in first division games of the professional team in Indoor Soccer Catarinense Championship. Therefore, there was analysis of 26 games (12 field athletes and 3 goalkeepers). It utilized a scout to verify individual’s actions during the game. For the field athletes it measured stealing (with ball possession and without ball possession) and shots (right and wrong); for the goalkeepers it measured shots (right and wrong) and throws (with foot and with hand). Besides, it reported goals and total time in game of each athlete. The data analysis used descriptive and inferential statistics. The athletes were on average 24.3 (SD=4,0) years old. Data obtained on field athletes showed on average, 32.1 steals with ball possession, 37.2 steals without ball possession, 14.4 right shots, 25.5 wrong shots, and 39 wrong passes. The goalkeeper analysis showed 1.5 right shots, 2.4 wrong shots, 4.8 foot throws, and 3.8 hand throws. In 26 games, there were 83 goals with an average of 3.2 goals per game. The outcome of the game when compared to the individual actions, had no verifiable statistic difference. In relation to the time in the game, the average was 16.5 minutes for the field athletes and 16.6 for the goalkeepers. The information can be important for the physical, technical, and tactical plans of the team.

Palavras-chave


Scout; Fundamentos técnicos; Estatística; Análise de dados

Texto completo:

PDF

Referências


-Balzano, O. N.; Leite, W. S. S.; Santos, R. R. Determinação da eficiência coletiva ofensiva no futsal de alto rendimento. RBFF-Revista Brasileira de Futsal e Futebol. Vol. 6. Núm. 21. 2014. Disponível em:

-Brasil. 2015 Diagnóstico Nacional do Esporte. Ministério do Esporte do Brasil. Disponível em: . Acesso em: julho de 2016.

-Braz, J. Organização do jogo e do treino em futsal. Estudo acerca das concepções de treinadores de equipes de rendimento superior de Portugal, Espanha e Brasil. Dissertação de Mestrado. FCDEF-UP. 2006.

-Braz, T. V.; Spigolon, L. M. P.; Borin, J. P. Characterization of exercises and methods of practical influence in training of professional soccer players. Revista Brasileira de Ciências do Esporte. Vol. 34. Núm. 2. p.495-511. 2012.

-Cunha, G. A.; Souza, P. R. C.; Abras, D. R; Backes, R. M.; Costa, V. T. Análise das variáveis de ataque e finalização na modalidade futsal: comparação entre as categorias e adulta. Coleção e Pesquisa em Educação Física. Vol. 8. Núm. 5. 2009.

-Dictionary. 2016. Dictionary in English. Disponível em: www.dicitionary.com. Acesso em: julho de 2016.

-Drubscky, R. Universo tático do futebol. Belo Horizonte. Editora Health. 2003.

-Fonseca, G. M. Futsal: treinamento para goleiros. Rio de Janeiro: Sprint, 1998.

-Godik, M.A. Futebol: Preparação dos Futebolistas de Alto Nível. Londrina: Editora Grupo Palestra Sport. 1996

-Gomes, A.C.; Souza, J. Futebol. Treinamento Desportivo de Alto Rendimento. Porto Alegre: Artmed, 2008.

-Leitão, R.A.A. Analises Qualitativas e Quantitativas para Verificação e Modulação de Padrões e Sistemas Complexos em Jogos. Conexões. Vol. 2. Núm. 2. 2007.

-Mata Fernandes, R. M. R.; de Souza, P. R. C. Caracterização Das Finalizações Em Jogos De Futsal: Um Estudo Comparativo Entre As Equipes Europeias E Sul-Americanas Na Copa Do Mundo De 2008.

-Miloski, B.; Pinho, J. P.; De Freitas, C. G.; Marcelino, P. R.; De Arruda, A. F. S. Quais ações técnico-táticas realizadas durante as partidas de futsal podem discriminar o resultado de vitória ou derrota?. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte. Vol. 28. Núm. 2. p. 203-209. 2014.

-Morais, M. L. Pedagogia do treinamento: estudo da relação entre a média de chutes em direção ao gol e os resultados da copa do mundo de futsal na Tailândia em 2012. TCC do Curso de Educação Física da Universidade Federal do rio Grande do Sul. 2015.

-Pittoli, T. E. M. Scout no futsal: o que os números mostram sobre o jogo. TCC. Rio Claro. 2008.

-Reilly, T. An ergonomics model of the soccer training process. Journal of sports sciences. Vol. 23. Núm. 6. p. 561-572. 2005.

-Ramos Filho, L. A. O.; Alves, D. M. Análise do scout individual da equipe profissional de futebol do Londrina Esporte Clube no Campeonato Paranaense de 2003. Revista Treinamento Desportivo. Vol. 7. Núm. 1. 2006.

-Santana, W. C.; Ribeiro, D. A. Idades de início de atletas de futsal de alto rendimento na prática sistemática e em competições federadas da modalidade. Revista Pensar a Prática. Vol. 13. Núm. 2. p.1-17. 2010.

-Silva, E. M. N.; Borfe, L.; Burgos, L. T. Análise do nível técnico dos goleiros da ASSAF-Associação Santa-Cruzense de Futsal no Campeonato série Ouro do Estado do Rio Grande do Sul em 2012. Cinergis. Vol. 13. Núm. 4. p.20-25. 2013.

-Simões, C.H. Jogando contra goleiro linha. Madri, ESP.: 2006. Disponível em: Acesso em: setembro de 2012.

-Soares, B. H.; Tourinho Filho, H. Análise da distância e intensidade dos deslocamentos, numa partida de futsal, nas diferentes posições de jogo. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte. Vol. 20. Núm. 2. p.93-101. 2006.

-Thiess, G.; Tschiene, P.; Nickel, H. Teoria y metodología de la competición deportiva. Barcelona. Paidotribo. 2004.

-Thomas, J. R.; Nelson, J. K.; Silverman, S. J. Métodos de pesquisa em atividade física. 5ª edição. Porto Alegre. Artmed. 2007.

-Vicari, P. R. A transição do futebol de salão para o futsal: um percurso histórico no Rio Grande do Sul. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física. Programa de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano. 2015.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBFF - Revista Brasileira de Futsal e Futebol

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Antonio Coppi Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato:aqui