Análise comparativa entre velocidade e agilidade em jogadores de futebol de escalões de formação

  • Samuel Honório Instituto Politécnico de Castelo Branco – Escola Superior de Educação, Portugal; RECI (Research on Education and Community Intervention)
  • Rui Paulo Instituto Politécnico de Castelo Branco – Escola Superior de Educação
  • Marco Batista Instituto Politécnico de Castelo Branco – Escola Superior de Educação
  • Júlio Martins Departamento de Ciências do Desporto, (CIDESD), Covilhã
  • João Petrica Instituto Politécnico de Castelo Branco – Escola Superior de Educação
  • João Serrano Instituto Politécnico de Castelo Branco – Escola Superior de Educação

Resumo

Objetivo: Este estudo pretende analisar a relação entre a agilidade e a velocidade com a aplicação do Teste - T e teste de agilidade, e um teste de velocidade de 20m a atletas de escalões de formação. Metodologia: Participaram no estudo 66 jogadores de futebol do sexo masculino, que integram os escalões de formação (petizes, traquinas, benjamins e infantis) da escola municipal de futebol Vila Nova da Barquinha. Os testes foram realizados em relvado sintético no parque desportivo da Atalaia e as avaliações realizadas por escalão e categorizadas segundo as tabelas dos testes do FitnessGram. Resultados: Verificámos que os jogadores com maior índice de agilidade eram os jogadores mais velozes, e foi observável que tanto a agilidade como a velocidade, à medida que a idade dos atletas aumenta, vai sendo mais favorável. Conclusões: Podemos concluir que existem relações positivas entre a agilidade e a velocidade, destacando que os atletas revelaram resultados significativamente melhores estas variáveis, onde constatamos que com o aumento da idade o desempenho dos seus resultados ia aumentando.

 

ABSTRACT 

Comparative analysis of speed and agility in young football players

Objective: This study aims to examine the relationship between agility and speed from the application of T Test, Agility Test, and a speed test of 20m to athletes from youth teams in young levels of training. Methods: The sample consisted in 66 football players, all male, comprising the steps of training (Petizes, Traquinas, Benjamins and Infantis) of the municipal school of football in Vila Nova da Barquinha. The tests were performed on a synthetic sports field in Atalaia, and assessments by grade and categorized according to the tables of FitnessGram tests. Results: We found that the players with the highest agility were the fastest players, and it was observed that both variables of agility and speed increased their performance as the age of the athletes increased also. Conclusions: We conclude that there are positive relationships between agility and speed, extolling the athletes, which showed significant results in these variables, where we see that with increasing of aging the performance of their results was increasing as well. 

Publicado
2016-05-15
Como Citar
HonórioS., Paulo, R., Batista, M., Martins, J., Petrica, J., & Serrano, J. (2016). Análise comparativa entre velocidade e agilidade em jogadores de futebol de escalões de formação. RBFF - Revista Brasileira De Futsal E Futebol, 8(30), 286-293. Recuperado de http://www.rbff.com.br/index.php/rbff/article/view/427
Seção
Artigos Cientí­ficos - Original