Análise físicas e comportamentais de jovens atletas praticantes de futebol de campo, durante diferentes designe de treinamento

Élder Campos, Rodrigo Pereira Silva, Ivanildo Alves, Aurea dos Santos Mineiro, Claudio Scorcine, Fabrício Madureira

Resumo


As demandas fisiológicas as quais os indivíduos estão submetidos durante uma partida de futebol têm sido muito bem documentadas na literatura acadêmica e relatadas a partir de diferentes parâmetros, como a distância total percorrida, velocidade média e frequência cardíaca. Entretanto, são limitadas as investigações focadas nas sessões de treinamento e seus possíveis efeitos sobre o organismo infantil. O objetivo desse estudo foi analisar aspectos fisiológicos e comportamentais de jovens atletas praticantes de futebol, através de diferentes sessões de treinamento.  O experimento avaliou 08 indivíduos do gênero masculino, que foram submetidos a três sessões de diferentes designes de treinamento (A – técnico; B – tático e C – jogo) na pratica do futebol. A proposição foi investigar a distância percorrida nas sessões, gasto calórico e as variáveis da frequência cardíaca como, máxima estimada e real, média e mínima. O designe C foi o que as crianças apresentaram a maior distância percorrida, para o gasto calórico o designes B apresentou-se 40%, superior ao designes A. Finalmente, na frequência cardíaca máxima não houve diferença entre os grupos, mas a média apresentou-se mais intenso no designes C.

 

ABSTRACT 

Physical and behavioral analysis of young athletes practicing field football, during different training designe

The physiological demands which individuals are subjected during a football match have been well documented in academic and reported in the literature of different parameters such as total distance traveled, average speed and heart rate. However, there is limited focus on training and its possible effects on the child's body sessions investigations. The aim of this study was to analyze physiological and behavioral aspects of young athletes in football, through different training sessions. Methodology: The study evaluated 08 male subjects who underwent three sessions of different designes training (A - technical, B - tactical and C - game) in the practice of football. The proposition was to investigate the distance covered in the sessions, caloric expenditure and variables such as heart rate, actual and estimated maximum, medium and minimum. The designes C was that children had the greatest distance to the caloric expenditure designes B presented 40% higher than designating A. Finally, the maximum heart rate did not differ between groups, but the average was more intense in designes C.


Palavras-chave


Aspectos fisiológicos; Jogadores; Esporte

Texto completo:

PDF

Referências


-Bangsbo, J. Energy demands in competitive soccer. Journal of Sports Sciences, London. Vol. 12. p.5-12. 1994.

-Bangsbo, J. The physiology of soccer, with special reference to intense intermittent exercise. 1991.

-Bangsbo, J.; e colaboradores. Fitness Training in Football - A Scientific Approach. University of Copenhagen: August Krogh Institute. Denmark. Bangsbo, J. (1994): The Physiology of Soccer-With Special Reference to Intense Intermittent. Vol. 13. Núm. 1. p.35. 2005.

-Bianco, M. A. Importância da Capacidade Cognitiva no Comportamento Tático dos Esportes Coletivos: uma abordagem no Basquetebol. In: I Prêmio INDESP de Literatura Desportiva. Instituto Nacional de Desenvolvimento do Desporto. Vol. 2. p.95-147. 1999.

-Bruce, R. A.; Kusumi, F.; Hosmer, D. Maximal oxygen intake and nomographic assessment of functional aerobic impairment in cardiovascular disease. American Heart Journal. Vol. 85. Núm. 4. p.546-562. 1973.

-Di Salvo, V.; e colaboradores. Performance characteristics according to playing position in elite soccer, J Sports Med. Vol. 28. Núm. 3. p.222-227. 2007.

-Godinho, L. S.; Figueiredo, A. J. B.; Vaz, L. M. T. Caracterização métrica em futebolistas sub 15. 2013.

-Gorostiaga, E. M.; e colaboradores. Diferences in physical Wetness among indoor and outdoor elite male soccer players. European Journal of Applied Physiology. Vol. 106. Núm. 4. p.483-491. 2009.

-Helgerud, J.; Engen, L. C.; Wisloff, U.; Hoff, J. Aerobic endurance training improves soccer performance. Medicine and Science in Sports Exercise. 2001.

-Helgerud, J. e colaboradores. Aerobic endurance training improves soccer performance. Medicine and Science in Sports and Exercise. Vol. 33. Núm. 11. p.1925-1931. 2001.

-LIDESAN. Liga Santista de futebol 2014. 2014. Disponível em:

-Mendez-Villanueva, A.; e colaboradores. Match play intensity distribution in youth soccer. Int J Sports Med. Vol. 34. Núm. 2. p.101-110. 2013.

-Quintão, R. C.; e colaboradores. Quantificação e comparação da carga externa de diferentes conteúdos de treinamento específicos do futebol em relação ao jogo utilizando um GPS com acelerômetro, 2014.

-Ramirez-Campillo, R.; e colaboradores. The Effects of Interset Rest on Adaptation to 7 Weeks of Explosive Training in Young Soccer Players. Journal of Sports Science & Medicine. Vol. 13. Núm. 2. p.287. 2014.

-Stolen, T.; e colaboradores. Physiology of soccer an update. Sports Medicine, Auckland. Vol. 35. Núm. 6. p.501-536. 2005.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBFF - Revista Brasileira de Futsal e Futebol

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Antonio Coppi Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato:aqui