Análise do efeito da idade relativa em copas do mundo de futebol sub-17

  • Elton Higor Medina Mota Universidade Federal de Viçosa (UFV), Viçosa-MG, Brasil.
  • Davi Correia da Silva Núcleo de Pesquisa e Estudos em Futebol (NUPEF), Universidade Federal de Viçosa (UFV), Viçosa-MG, Brasil.
  • Eder Gonçalves Núcleo de Pesquisa e Estudos em Futebol (NUPEF), Universidade Federal de Viçosa (UFV), Viçosa-MG, Brasil; Centro de Investigação do Desporto e da Actividade Física (CIDAF), Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade de Coimbra, Coimbra (FCDEF-UC), Portugal.
  • Israel Teoldo Núcleo de Pesquisa e Estudos em Futebol (NUPEF), Universidade Federal de Viçosa (UFV), Viçosa-MG, Brasil.
Palavras-chave: Data de Nascimento, Seleção Esportiva, Formação Esportiva

Resumo

Este estudo teve por objetivo verificar se há o Efeito da Idade Relativa (EIR) em Copas do Mundo Sub-17 e quais posições podem receber mais influência desse fenômeno. Foram coletadas as datas de nascimento de 1011 jogadores de Futebol participantes das Copas do Mundo Sub-17 de 2015 e 2017. As datas de nascimento foram organizadas por quartis Q1 (janeiro, fevereiro e março), Q2 (abril, maio e junho), Q3 (julho, agosto e setembro) e Q4 (outubro, novembro e dezembro). As análises foram realizadas levando em consideração as posições dos jogadores: defensores (zagueiros e laterais), meio-campistas (volantes e meias) e atacantes (pontas e centroavantes). Foi realizada a análise de frequência absoluta e relativa dos quartis. Foi utilizado o teste qui-quadrado (χ2) considerando como significativos os valores de p<0,05 e realizou-se a correção de Bonferroni (p<0,0125) para as comparações múltiplas entre os quartis. Além disso, foi calculado o effect size para indicar a magnitude do efeito em cada comparação entre os quartis. Os resultados apontam que o EIR está presente nas competições analisadas e que a distribuição das datas de nascimento por posição segue o padrão de distribuição geral. Conclui-se que existe a preferência de selecionar jogadores nascidos nos primeiros meses do ano para compor as seleções nas Copas de Mundo Sub-17.

Referências

-Andrade-Souza, V. A.; Moniz, F.; Teoldo, I. Relative age effect in FIFA U17 Emirates 2013 World Cup: analysis of player who effectively participated in the matches. Motriz. Vol. 21. Num. 4. 2015. p. 403-406.

-Baker, J.; Horton, S.; Robertson-Wilson, J.; Wall, M. Nurturing sport expertise: factors influencing the development of elite athlete. Journal of Sports Science and Medicine. Vol. 2. Num. 1. 2003. p. 1-9.

-Barnsley, R. H.; Thompson, A. H. Birthdate and success in minor hockey: the key to the NHL. Canadian Journal of Behavioural Science. Vol. 20. Num. 2. 1988. p. 167-176.

-Bojikian, L.P.; Teixeira, C. P.; Böhme, M. T. S.; Ré, A. H. N. Relações entre crescimento, desempenho motor, maturação biológica e idade cronológica em jovens do sexo masculino. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte. Vol. 19. Num. 2. 2005. p. 153-62.

-Del-Campo, D. G. D.; Vicedo, J. C. P.; Villora, S.G.; Jordan, O. R. C. The relative age effect in youth soccer players from Spain. Journal of Sports Science and Medicine. Vol. 9. Num. 2. 2010. p. 190-198.

-Figueiredo, A. J.; Gonçalves, C. E.; Coelho e Silva, M. J.; Malina, R. M. Characteristics of youth soccer players who drop out, persist or move up. Journal of Sports Sciences. Vol. 27. Num. 9. 2009. p. 883-891.

-Franks, A.; Williams, A.; Reilly, T.; Nevill, A. Talent identification in elite youth soccer players: physical and physiological characteristics. Journal of Sports Sciences. Vol. 17. Num. 10. 1999. p. 812.

-Gonçalves, E.; Noce, F.; Barbosa, M. A. M.; Figueiredo, A. J.; Hackfort, D.; Teoldo, I. Correlation of the peripheral perception with the maturation and the effect of the peripheral perception on the tactical behaviour of soccer players. International Journal of Sport and Exercise Psychology. Vol. 1. Num. 1. 2017. p. 1-13.

-Heinrich, M. A.; Gonçalves, E.; Gonzaga, A. S.; Teoldo, I. Relative Age in professional football players of Brazil. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte. Vol. 32. Num. 4. 2018. p. 1-20.

-Li, Z.; Mao, L.; Steingrover, C.; Wattie, N.; Baker, J.; Schorer, J.; Helsen, W. F. Relative age effects in Elite Chinese soccer players: Implications of the ‘one-child’ policy. PLoS ONE. Vol. 15. Num. 2. 2020. p. 1-10.

-Linhares, B.H. S.; Crescente, L. B.; Garlipp, D. C.; Siqueira, O. D. Efeito da idade relativa em jogadores de categoria sub-17 e sub-20 das seleções sul-americanas de futebol. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo. Vol. 10. Num. 40. 2018. p. 621-626.

-Lupo, C.; Boccia, G.; Ungureanu, A. N.; Frati, R.; Marocco, R.; Brustio, P. R. The beginning of senior career in team sport is affected by relative age effect. Frontiers in Psychology. Vol. 10. Num. 1. 2019. p. 1-6.

-Malina, R. M.; Eisenmann, J. C.; Cumming, S. P.; Ribeiro, B.; Aroso, J. Maturity-associated variation in the growth and functional capacities of youth football (soccer) players 13-15 years. European journal of applied physiology. Vol. 91. Num. 5. 2004. p. 555-562.

-Malina, R. M.; Figueiredo, A. J.; Coelho e Silva, M. J. Body Size of Male Youth Soccer Players: 1978-2015. Sports Medicine. Vol. 47. Num. 1. 2017. p. 1983-1992.

-Murta, C. S. C. F.; Reis, C. P.; Albuquerque, M. R.; Costa, V. T. Existe o efeito da idade relativa em goleiros que disputaram o Campeonato Mineiro de futebol de categoria de base? Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo. Vol. 8. Num. 29. 2016.p. 205-212.

-Musch, J.; Grondin, S.; Unequal competition as an impediment to personal development: a review of the relative age effect in sport. Developmental Review. Vol. 21. Num. 2. 2001. p. 147-67.

-Papadopoulou, S. D.; Papadopoulou, S. K.; Rosemann, T.; Knechtle, B.; Nikolaidis, P. T. Relative age effect on youth female volleyball players: a pilot study on its prevalence and relationship with anthropometric and physiological characteristics. Frontiers in Psychology. Vol. 10. Num. 1. 2019. p. 1-9.

-Peña-González, I.; Fernández-Fernández, J.; Moya-Ramón, M.; Cervelló, E. Relative age effect, biological maturation, and coaches’ efficacy expectations in young male soccer players. Research Quarterly for Exercise and Sport. Vol. 89. Num. 3. 2018. p. 373-379.

-Práxedes, A.; Moreno, A.; García-González, L.; Pizarro, D.; Villar, F. D. The relative age effect on soccer players in formative stages with different sport expertise levels. Journal of Human Kinetics. Vol. 60. Num. 1. 2017. p. 167-173.

-Richardson, D.; Stratton, G. Preliminary investigation into the seasonal birth distribution of England World Cup campaign players. Journal of Sports Sciences. Vol. 1. Num. 17. 1999. p. 821-822.

-Sallaoui, R.; Chamari, K.; Chtara, M.; Manai, Y.; Ghrairi, M.; Belhaouz, M.; Baroon, A. The relative age effect in the 2013 FIFA U-17 Soccer World Cup competition. American Journal of Sports Science. Vol. 2. Num. 2. 2014. p. 35-40.

-Sierra-Díaz, M. J.; González-Víllora, S.; Pastor-Vicedo, J. C.; Serra-Olivares, J. Soccer and relative age effect: a walk among elite players and young players. Sports. Vol. 5. Num. 5. 2017. p. 1-20.

-Silva, D. C.; Padilha, M. B.; Teoldo, I. O efeito da idade relativa em Copas do Mundo de futebol masculino e feminino nas categorias sub-20 e profissional. Revista da Educação Física/UEM. Vol. 26. Num. 4. 2015. p. 567-572.

-Teoldo, I.; Albuquerque, M. R.; Garganta, J. Relative age effect in Brazilian soccer players: a historical analysis. International Journal of Performance Analysis in Sport. Vol. 12. Num. 1. 2012. p. 563-570.

-Teoldo, I.; Cardoso, F.; Garganta, J. O índice de desenvolvimento humano e a data de nascimento podem condicionar a ascensão de jogadores de futebol ao alto nível de rendimento? Motriz. Vol. 19. Num. 1. 2013. p.34-45.

-Towlson, C.; Cobley, S.; Midgley, A. W.; Garrett, A.; Parkin, G.; Lovell, R. Relative age, maturation and physical biases on position allocation in elite-youth soccer. International Journal of Sports Medicine. Vol. 38. Num. 3. 2017. p. 201-209.

-Williams, J. Relative age effect in youth soccer: analysis of the FIFA U17 World Cup competition. Scandinavian Journal of Medicine & Science in Sports. Vol. 20. Num. 3. 2010. p. 502-508.

Publicado
2022-06-20
Como Citar
Mota, E. H. M., Silva, D. C. da, Gonçalves, E., & Teoldo, I. (2022). Análise do efeito da idade relativa em copas do mundo de futebol sub-17. RBFF - Revista Brasileira De Futsal E Futebol, 14(57), 11-17. Recuperado de http://www.rbff.com.br/index.php/rbff/article/view/1043
Seção
Artigos Cientí­ficos - Original