Análise das ações ofensivas que resultaram em gols no quinto mundial universitário de futsal feminino de 2016

  • Jéssica de Sousa Universidade Pitágoras Unopar, Telêmaco Borba, Paraná, Brasil.
  • Mylena Aparecida Rodrigues Alves Universidade Federal do Paraná, Paraná, Brasil.
  • Monica Helena Neves Pereira Pinheiro Universidade de Fortaleza, Ceará, Brasil.
Palavras-chave: Futsal feminino, Gols, Mundial, Tecnica, Tática

Resumo

O futsal feminino encontra-se em ascensão na sua popularidade e na qualidade tática apresentada pelas jogadoras. Dessa forma, as ações técnicas e táticas vêm sendo aprimoradas para melhor aproveitamento e eficiência das equipes durante uma partida. Assim, o objetivo do presente estudo foi analisar as ações ofensivas, local da quadra, distância e o tempo de jogo em que resultaram em gols, juntamente com uma análise quantitativa das finalizações no Quinto Campeonato Mundial Universitário de Futsal Feminino de 2016. A amostra foi composta pelos quatro jogos finalistas do Quinto Campeonato Mundial Universitário de Futsal Feminino de 2016 e caracterizou-se como uma pesquisa observacional, transversal e descritiva. Ao todo contabilizou 209 gols em 27 partidas, destes apenas 19 gols (9,1%) corresponderam aos quatro jogos analisados na presente investigação. O maior índice de gols ocorreu nos 15 minutos finais, já em relação à distância onde ocorreram os gols o setor 2 da quadra (central) e a distância de até 10 metros da meta foi a área que mais gerou gols, quanto as ações ofensivas que resultaram em gols, o ataque construído foi a situação que mais gerou gols (42,1%), seguida pelos contra-ataques (26,3%) e o lateral nas bolas paradas (18,8%). Em relação as finalizações, o presente estudo observou que os resultados não corroboraram com a literatura, sugerindo assim futuras pesquisas que possam analisar com mais compreensão a relação entre quantidades técnicas (finalizações, passes e desarmes) com o resultado da competição de futsal feminino.

Referências

-Alves, I.P.; Bueno, E.L. Análise dos gols na primeira fase da liga de futsal 2012. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo. Vol. 4. Núm. 12. 2012. p. 118-123.

-Andrade, M.X. Futsal: início, meio e finalidade. Paraná. Marechal Cândido Rondon. 2013. p. 142.

-Araújo, D.; Davids, K.; Diniz, A.; Rocha, L.; Santos, J.C.; Dias, C.; Fernandes, O. Ecological dynamics of continuous and categorical decisionmaking: The regatta start in sailing. European Journal of Sport Science. Vol. 15. Núm. 3. 2015. p. 195-202.

-Bezerra, R.B.; Navarro, A.C. Análise dos gols da VI Taça Brasil de Clubes 2010 na categoria sub-20 feminino. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo. Vol. 4. Núm. 11. 2012. p. 47-54.

-Cunha, S.A.; Binotto, M.R.; Barros, R.M.L. Análise da variabilidade na medição de posicionamento tático no futebol. Revista Paulista de Educação Física. São Paulo. Vol. 15. 2001. p.111-116.

-David, G.B.; Picanço, L.M.; Reichert, F.F. Análise de fatores determinantes do gol no futsal feminino. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo. Vol. 6. Núm. 19. 2014. p. 18-26.

-Ferreira, R.B.; Paoli, P.B.; Costa, F.R. Proposta de scout tático para o futebol. Buenos Aires. Ano 12. Núm. 118. 2008.

-Fortes, L.S.; Lima-Junior, D.; Fiorese, L.; Nascimento-Júnior, J.R.A.; Ferreira, M.E.C. The effect of smartphones and playing video games on decision-making in soccer players: A crossover and randomised study. Journal of Sports Sciences. Vol. 38. Núm. 5. 2020. p. 552-558.

-Fukuda, J.P.S.; Santana, W.C. de. Análises dos gols em jogos da liga futsal 2011. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo. Vol. 4. Núm. 11. 2012. p. 62-66.

-Garganta, J. A análise da performance nos jogos desportivos. Revisão acerca da análise do jogo. Revista Portuguesa de Ciências do Desporto. Porto. Vol. 1. Núm. 1. 2001. p. 57-64.

-Gonçalves, M.C. Análise dos gols da segunda fase da Liga Futsal 2013. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo. Vol. 7. Núm. 24. 2015. p. 153-157.

-Istchuk, L.L.; Santana, W.C. Futsal feminino de alto rendimento: comportamento tático-técnico da transição defensiva. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo. Vol. 4. Núm. 14. 2012. p. 288-293.

-Lago-Penas, C.; Lago-Ballesteros, J.; Dellal, A.; Gomez, M. Game-related statistics that discriminated winning, drawing and losing teams from the Spanish soccer league. Journal of Sports Science and Medicine. Vol. 9. Núm. 2. 2010. p. 288-293.

-Lago-Peñas, C.; Lago-Ballesteros, J.; Rey, E. Differences in performance indicators between winning and losing teams in the UEFA Champions League. Journal of Human Kinetics. Vol. 27. 2011. p. 135-146.

-Massardi, F.P.; Oliveira, M.C.; Navarro, A.C. A incidência de gols na liga de futsal feminina nos anos 2010 e 2011. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo. Vol. 3. Núm. 9. 2012. p. 229-235.

-Neto, J.M.F.A.; Baroni, M.; Freitas, A.L. Estudos anteriores sobre o futebol mostraram que a fadiga mental pode reduzir o desempenho na tomada de decisões. Movimento e Percepção. Vol. 8. Núm. 11. 2007. p. 249-267.

-Oliveira, L.L.; Tamanini, L.; Dornelles, R.F.M.; Brancher, E.A. A relação entre o número de finalizações, passes e desarmes de bola com o resultado em jogos de futsal. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo. Vol. 10. Núm. 37. 2018. p. 221-227.

-Saad, M.A.; Costa, C.F. Futsal: movimentações defensivas e ofensivas. Florianópolis. Bookstore. 2001.

-Santana, W.C; Vacario, E.A. Análise de faltas com barreira no futsal feminino de alto rendimento. Revista Pensar a Prática. Vol. 15. Núm. 3. 2012. p. 669-678.

-Santana, W.C.; Laudari, B.A.; Istchuk, L.L.; Arruda, F.M. Análise dos gols em jogos de futsal feminino de alto rendimento. Revista Brasileira de Ciência e Movimento. Vol. 21. Núm. 4. 2013. p. 157-165.

-Santos, M.A.B.; Navarro, A.C. Análise dos gols da copa do mundo de futsal FIFA 2008. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo. Vol. 2. Num. 4. 2010. p. 33-37.

-Voser, R.C.; Moraes, J.C.; Cardoso, M.S.; Silva, P.M.; Duarte Junior, M.A.S. O período de maior ocorrência de Gols no Futsal: um estudo em jogos escolares. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo. Vol. 10. Núm. 38. 2018. p. 354-358.

Publicado
2021-05-09
Como Citar
Sousa, J. de, Alves, M. A. R., & Pinheiro, M. H. N. P. (2021). Análise das ações ofensivas que resultaram em gols no quinto mundial universitário de futsal feminino de 2016. RBFF - Revista Brasileira De Futsal E Futebol, 12(49), 420-427. Recuperado de http://www.rbff.com.br/index.php/rbff/article/view/975
Seção
Artigos Cientí­ficos - Original