Conhecimento tático declarativo em Futebol, nos escalões de formação

  • Rui Matos Instituto Superior Ciencias Educativas do Douro
  • Carlos Moreira Instituto Superior de Ciências Educativas do Douro, Penafiel, Portugal. Núcleo de Investigação em Desporto e Exercício Físico (NIDEF), Penafiel, Portugal.
  • Pedro Forte Instituto Superior de Ciências Educativas do Douro, Penafiel, Portugal. Núcleo de Investigação em Desporto e Exercício Físico (NIDEF), Penafiel, Portugal. Research Center in Sports, Health and Human Development, Vila Real, Portugal.

Resumo

O presente estudo teve como objetivo comparar o conhecimento tático declarativo em diferentes escalões de formação da modalidade de futebol. A amostra foi constituída por 80 jogadores com 12,24 (± 1,62) anos de idade, dos quais 25 pertenciam ao escalão de sub-11, 28 ao sub-13 e 27 ao sub-15. Para a recolha de dados foi utilizado um inquérito de avaliação do conhecimento tático em futebol. O teste de Kolmogorov-Smirnov permitiu a verificação da normalidade das distribuições subdivididas por escalão. Recorreu-se de seguida ao teste de Kruskall-Wallis para verificar as eventuais diferenças entre os escalões de competição. Em todos os testes utilizados o intervalo de confiança foi de 95% (IC=95%), com o valor de α = 0.05. Foi verificado que em geral existe concordância de respostas na totalidade dos escalões. No que diz respeito à distribuição das respostas, verificaram-se diferenças significativas entre escalões. Foi possível concluir que o conhecimento tático declarativo parece variar entre os escalões de sub-11, sub-13 e sub-15 num clube de futebol.

Referências

-Allard, F.; Burnetti, N. Skill in Sport. Canadian Journal of Psychology. Toronto. Vol. 39. Num. 2. 1985 p.294-312.

-Cafruni, C.; Marques, A.; Gaya, A. Análise da carreira desportiva de atletas das regiões sul e sudeste do Brasil. Estudo dos resultados desportivos nas etapas de formação. Revista Portuguesa Ciências Desporto. Vol. 6. Num. 1. 2006. p.55-64.

-Costa, I. T.; Silva, J. M. G.; Greco, J. P. Princípios Táticos do Jogo de Futebol: Conceitos e aplicação. Motriz. Vol. 15. Num. 3. 2009. p.657-668.

-Costa, I. T.; Garganta, J.; Greco, P. J.; Mesquita, I. Influência de tipo de piso, dimensão das balizas e tempo de jogo na aplicação do teste de “GR3-3GR” em futebol. Lecturas: Educación Física y Deportes. 2009 p.14-136.

-Duprat, E.; Caty, D. Approche technologique sur la récupération du ballon lors de la phase défensive en football, contribution à l’élaboration de contenus de formation innovants. eJRIEPS. Vol. 15. 2008. p.80-98.

-Garganta, J. (Re)Fundar os conceitos de estratégia e tática nos jogos desportivos coletivos, para promover uma eficácia superior. Revista Brasileira Educação Física Esporte. São Paulo. Vol. 20. Núm. 5. 2006. p.201-203.

-Garganta, J. Tactical modelling in soccer: a critical view. In: World Congress of National Analysis of Sport, 4. 2001. Porto. Proceedings. Porto: Faculdade de Desporto da Universidade do Porto. 2001. p.33-40.

-Garganta, J.; Pinto, J. O ensino do futebol. In A. Graça.; J. Oliveira (Eds.), O ensino dos jogos desportivos. Porto: Centro de Estudos dos Jogos Desportivos. Faculdade de Ciências do Desporto e de Educação Física da Universidade do Porto. 1994

-Garganta, J.; Guilherme, J.; Barreira, D.; Brito, J. Rebelo, A. Fundamentos e práticas para o ensino e treino do futebol. In F. Tavares (Ed.), Jogos Desportivos Coletivos. Ensinar a jogar. p.199-263. Porto: Editora FADEUP. 2013.

-Giacomini, D. S.; Greco, P. J. Comparação do conhecimento tático processual em jogadores de futebol de diferentes categorias e posições. Revista Portuguesa Ciências Desporto. Vol. 8. Núm. 1. 2008. p.126-136.

-Giacomini, D.S.; Soares, V.O.; Santos, H.F.; Matias, C.J.; Greco, P.J. O conhecimento tático declarativo e processoal em jogadores de futebol de diferentes escalões. Motricidade. Vol. 7. Núm. 1. 2011. p.43-53.

-Gonçalves, E. G.; Rezende, A. L. G.; Teoldo, I. Comparação entre a performance tática defensiva e ofensiva de jogadores de futebol Sub-17 de diferentes posições. Revista Brasileira Ciências Esporte. Vol. 39. Núm. 2. 2017. p.108-114.

-Greco, P.J.; Benda, R.N. Iniciação esportiva universal: da aprendizagem motora ao treinamento técnico. Belo Horizonte: UFMG. 1998.

-Gréhaigne, J. F.; Godbout, P. Formative assessment in team sports in a tactical approach context. Joperd, Reston. Vol. 69. Num. 1.1998. p.46-51.

-Gutiérrez, D.; e colaboradores. Assessment of secondary school students’ game performance related to tactical contexts. Journal of Human Kinetics, Champaign. Vol. 42. 2014. p.223-234.

-Konzag, I. A formação técnico-tática nos jogos desportivos. Futebol em Revista. Vol. 14. 1985. p.41-45.

-Lourenço, L. Mourinho - A Descoberta Guiada. Prime Books. 2010.

-Mangas, C. J. Conhecimento declarative no futebol: estudo comparative em praticantes federados e não-federados, do escalão de sub-14. Dissertação de Mestrado. Faculdade de Desporto da Universidade do Porto-FCDEF-UP. Porto. 1999.

-Mendes, L. A defesa no processo de preparação desportiva em basquetebol. Dissertação de Mestrado. Faculdade de Desporto da Universidade do Porto-FCDEF-UP. Porto. 1999

-Morales, J. C. P.; Greco, P. J. A influência de diferentes metodologias de ensino-aprendizagem-treinamento no basquetebol sobre o nível de conhecimento tático processual. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte. Vol. 21. Núm. 4. 2007. p.291-299.

-Mesquita, I. Ensinar Bem para Aprender Melhor o Jogo de Voleibol. In G. Tani.; J. Bento, R. Peterson. (Eds), Pedagogia do Desporto. Rio de Janeiro. Guanabara Koogan. 2006. p.227-344.

-Praça, G. M.; Moreira, P. E. D.; Greco, P. J. Conhecimento tático em jovens jogadores de futebol da categoria sub-17: comparação do conhecimento tático processual entre nascidos em diferentes anos. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo. Vol. 9. Núm. 32. 2017. p.95-102. Disponível em: <http://www.rbff.com.br/index.php/rbff/article/view/460>

-Quina, J. Referências Para A Organização Do Jogo. Serie Estudos IPB. 2001

-Quina, J.; Camões, M.; Graça, A. Desenvolvimento e validação de um instrumento de avaliação da competência tática em futebol. In 3º Congresso Internacional de Jogos Desportivos. Porto: Universidade do Porto, Faculdade de Desporto. 2011

-Serpa, S. Treinar jovens: complexidade, exigência e responsabilidade. Vol. 14. Núm. 1. 2003. p. 75-82.

-Sonnenschein, I. Psychologisches training im leistungssport. In H. Gabler.; J. R. Nitsch.; R. Singer (Eds.), Einfuhrung in die sportpsychologie - Teil 2: Anwendungsfelder. Schorndorf: Hofmann. 1987. p.159-188.

-Tani, G.; Kokubun, E.; Manoel, E. J.; Proença. J.E. Educação física escolar: fundamentos de uma abordagem desenvolvimentista. EPU. São Paulo. 1988

-Timpka, T.; Risto, O.; Bjormsjo, M. Boys soccer league injuries: a community based study of time-loss from sports participation and long-term sequelae. Eur J Pub Health. Vol. 18. Num. 1. 2007. p.19-24.

-Thomas, K.T.; Thomas, J.R. Developing expertise in sport: the relation of knowledge and performance. Int. J. Sport Psychol. Vol. 25. Núm. 3. 1994. p.295-315.

-Williams, M.; Davids, K. Declarative knowledge in sport: a by-product of experience or a characteristic of expertise. J. Sport Exercise Psychol. Vol. 17. Num. 3. 1995. p.259-275.

Publicado
2020-01-19
Seção
Artigos Científicos - Original