Regras de Futsal: uma análise à luz dos ensinamentos de Fiorin sobre argumentação

  • Gilson Batista Machado Faculdade Presidente Antônio Carlos de Uberlândia, Uberlândia-MG.
  • Eduardo Henrique Rosa Santos Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Uberlândia-MG.
  • Lyvia Fernanda Leal Faculdade Presidente Antônio Carlos de Uberlândia, Uberlândia-MG.
  • Petuccia Fagundes Brunelli Faculdade Presidente Antônio Carlos de Uberlândia, Uberlândia-MG.
  • Simone Cléa Santos Miyoshi Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Uberlândia-MG.
Palavras-chave: Regras do Futsal, Análise do Discurso, Argumentação

Resumo

O presente artigo buscou analisar uma das alíneas referente a uma regra específica do Futsal, pois a mesma protagoniza diferentes polêmicas no que se refere às diferentes interpretações de seu enunciado. O trabalho busca centrar-se na Análise de Discurso, mais especificamente nos estudos sobre argumentação de Fiorin (2017) e nas compilações teóricas de Fiorin (2016a) (2016b), Brait (2006), Grice (1975), acerca das argumentações presentes no enunciado e os possíveis efeitos de sentidos decorrentes da subjetividade do enunciatário, bem como a análise das categorias: inferências lógicas, semântica e pragmática na constituição da argumentação do discurso.

 

ABSTRACT 

Futsal rule: an analysis in the light of fiorin teachings on argumentation

The present article sought to analyze one of the paragraphs referring to a specific rule of the Futsal, because it carries out different controversies regarding the different interpretations of its statement. The paper seeks to focus on Discourse Analysis, more specifically in Fiorin's (2017) studies of argumentation and the theoretical compilations of Fiorin (2016a) (2016b), Brait (2006), Grice (1975), about the arguments in the enunciation and the possible effects of meanings arising from the subjectivity of the enunciate, as well as the analysis of categories: logical, semantic and pragmatic inferences in the constitution of discourse argumentation.

Biografia do Autor

Gilson Batista Machado, Faculdade Presidente Antônio Carlos de Uberlândia, Uberlândia-MG.

Professor do curso de Educação Física na Faculdade Presidente Antônio Carlos de Uberlândia, Uberlândia-MG, Brasil.

Doutorando na Faculdade de Educação da Universidade Federal de Uberlândia, MG.

Eduardo Henrique Rosa Santos, Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Uberlândia-MG.
Professor no curso de Educação Física da Universidade Federal de Uberlândia. MG.
Lyvia Fernanda Leal, Faculdade Presidente Antônio Carlos de Uberlândia, Uberlândia-MG.
Professora do curso de Educação Física na Faculdade Presidente Antônio Carlos de Uberlândia, Uberlândia-MG, Brasil.
Petuccia Fagundes Brunelli, Faculdade Presidente Antônio Carlos de Uberlândia, Uberlândia-MG.
Professora do curso de Educação Física na Faculdade Presidente Antônio Carlos de Uberlândia, Uberlândia-MG, Brasil.
Simone Cléa Santos Miyoshi, Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Uberlândia-MG.

Doutoranda na linha de História e Historiografia da Educação, no Programa de pós graduação da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Uberlândia.

Pesquisa História da Educação, História da cultura e Arte, bem como as temáticas que circudam essa área, como a formação cultural brasileira, formação de leitores e representações culturais em diversos suportes artisticos e lingusiticos.

Referências

-Bakhtin, M. M. Estética da Criação Verbal. São Paulo. Martins Fontes. 2010.

-Brait, B (org.). Bakhtin: conceitos-chave. São Paulo. Editora Contexto. 2006.

-Código Penal Brasil. Disponível: http://www.oas.org/juridico/mla/pt/bra/pt_bra-int-text-cp.pdf. Acesso em 17/12/2017.

-Confederação Brasileira de Futebol de Salão. Regras oficiais de Futsal. Disponível: http://www.cbfs.com.br/2015/futsal/regras/livro_nacional_de_regras_2017.pdf. Acesso em 17/12/2017.

-Dicionário Priberam da Língua Portuguesa in [em linha], 2008-2013. Disponível: https://www.priberam.pt/dlpo/deliberadamente. Acesso em 17/12/2017.

-Fiorin, J. L. Argumentação. São Paulo. Editora Contexto. 2017. 3ª reimpressão.

-Fiorin, J. L. As astúcias da enunciação: as categorias de pessoa, espaço e tempo. 3ª edição. São Paulo. Contexto. 2016a. 288 p.

-Fiorin, J. L. Introdução ao pensamento de Bakhtin. 2ª edição. São Paulo. Contexto. 2016b. 160 p.

-Fonseca, C. Futsal: o berço do futebol brasileiro. São Paulo. Aleph. 2007. Princípios teóricos para treinadores. Vol. 1.).

-Moore, K. L. Anatomia orientada para a clínica. 7ª edição. Rio de Janeiro. Guanabara Koogan. 2014.

Publicado
2018-11-17
Como Citar
Machado, G. B., Santos, E. H. R., Leal, L. F., Brunelli, P. F., & Miyoshi, S. C. S. (2018). Regras de Futsal: uma análise à luz dos ensinamentos de Fiorin sobre argumentação. RBFF - Revista Brasileira De Futsal E Futebol, 10(39), 439-444. Recuperado de http://www.rbff.com.br/index.php/rbff/article/view/610
Seção
Artigos: Edição Especial