Interação, desempenho e perfil morfológico e funcional do key-player no jogo de futebol - escalão de infantis

Filipe Salvado, Gonçalo Dias, António Figueiredo, José Gama, Micael Couceiro

Resumo


Objetivo: Este estudo teve como objetivo analisar a interação, desempenho e perfil morfológico e funcional do key-player no jogo de Futebol. Materiais e Métodos: Relativamente à avaliação do perfil morfológico e funcional dos jogadores, a amostra abrangeu uma equipa de Futebol 7, escalão Sub-13, composta por 15 jovens futebolistas (11,43 ± 0,64 anos de idade), masculinos, integrados no Campeonato Distrital da Associação de Futebol de Coimbra, referente à temporada 2016/2017. Por seu lado, a análise da interação dos jogadores e da equipa contemplou seis jogos, três realizados em “casa” e três realizados “fora”, alternadamente, com um intervalo de oito dias entre os mesmos. O software VideObserver® permitiu mensurar o nível de interação e desempenho do key-player no decorrer dos jogos. Resultados: Os resultados indicaram a existência de uma grande variabilidade no perfil morfológico e funcional do key-player. Tendo em conta o desempenho e as interações estabelecidas entre jogadores, verificou-se ainda que o key-player foi preponderante na dinâmica da equipa, principalmente no contexto da organização ofensiva. Conclusão: Os dados do presente estudo não confirmam, de forma significativa, que jovens futebolistas mais altos e mais pesados tendam a obter melhor desempenho, vantagem ou melhor nível de interação face aos seus pares. No entanto, conclui-se que o key-player foi essencial na orquestração das interações estabelecidas com os seus colegas de equipa durante os jogos analisados.

 

ABSTRACT 

Interaction, performance and morphological and functional profile of the key-player in the soccer game - children's stage (under-13)

Objective: The aim of this study was to analyse the morphological and functional interaction, performance and the profile of young football players. Materials and methods: We analysed 15 young male football players (11,43 ± 0,64 years), age group under 13. Moreover, we performed a morphological evaluation of the players and evaluated their anthropometric, maturational and functional performance data. Through the VideObserver® match analysis software, the level of interaction and key-player performance was measured over 6 games. Results: The results indicate the existence of a great variability in the morphological and functional profile of the key-player. Taking into account the performance and interactions established between players, the results showed that the key player was predominant in the dynamics of the team, especially in the context of their organization. Conclusion: The data in the present study do not clearly confirm that taller and heavier soccer players tend to get better performance, advantage or a better level of interaction in the game against their peers. Finally, it is concluded that the key-player is essential for the orchestration of interactions established with his teammates.


Palavras-chave


Key-Player; Maturação; Interação; Network; Performance.

Texto completo:

PDF (Português (Portugal))

Referências


-Alves, R. Estudo das ações ofensivas que antecedem o golo: análise do campeonato do mundo de futebol de Sub-20. Dissertação de Mestrado em Treino Desportivo para Crianças e jovens. Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física. Universidade de Coimbra (FCDEF.UC). Coimbra. 2016.

-Bangsbo, J. The physiology of the soccer, with special reference to intense intermittent exercise. Acta Physiologica Scandinavica. Supplementum, Stockholm. Vol. 619. 1994. p. 1-155.

-Bangsbo, J.; Iaia, F.M.; Krustrup, P. The Yo-Yo intermittent recovery test: a useful tool for evaluation of physical performance in intermittent sports. Sports Medicine. Vol. 38. Num. 1. 2008. p. 37-51.

-Belli, R.; Dias, G.; Gama, J.; Couceiro, M.S.; Vaz, V. Análise multidimensional dos indicadores de rendimento desportivo de equipas profissionais de Futebol Multidimensional analysis of the indicators of sports performance of. Revista Portuguesa de Ciências do Desporto. Vol. 15. Num. 2. 2016. p. 34-50.

-Coelho e Silva, M.J.; Figueiredo, A.; Malina, R.M. Physical growth and maturation-related variation in young male soccer athletes. Acta Kinesiologiae Universitatis Tartuensis. Vol. 8. 2013. p. 34-50.

-Figueiredo, A.J.; Coelho e Silva, M.J.; Malina, R.M. Perfil de jovens futebolistas: crescimento somático e desempenho desportivo-motor em infantis e iniciados masculinos. In: Coelho e Silva, M.J.; Gonçalves, C.E.; Figueiredo, A.J. Desporto de jovens ou jovens no desporto? Coimbra. Imprensa da Universidade de Coimbra. 2006.

-Figueiredo, A.J. Efeitos da seleção dimensional e funcional em jogadores de futebol infantis e iniciados, segundo o tempo de permanência no escalão. Dissertação de Mestrado. Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física. Universidade de Coimbra. 2001.

-Figueiredo, AJ. Morfologia, Crescimento Pubertário e Preparação Desportiva: Estudo em Jovens Futebolistas dos 11 aos 15 anos. Tese de Doutoramento. Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física. Universidade de Coimbra, Coimbra (FCDEFC.UC). Coimbra. 2007.

-Figueiredo, A.J.; Gonçalves, C.E.; Coelho e Silva, M.J.; Malina, R.M. Characteristics of youth soccer players who drop out, persist or move up. Journal of Sports Sciences. Vol. 27. Num. 9. 2009. p. 883-91.

-Figueiredo, A.J.; Gonçalves, C.E.; Tessitore, A. Bridging the Gap Between Empirical Results, Actual Strategies, and Developmental Programs in Soccer. International Journal of Sports Physiology and Performance. Vol. 9. 2014. p.540-543.

-Gama, J.; Couceiro, M.; Dias, G.; Vaz, V. Small-world networks in professional football: conceptual model and data. European Journal of Human Movement. Vol. 35. 2015. p. 85-113.

-Gama, J.; Passos, P., Davids, K.; Relvas, H.; Ribeiro, J.; Vaz, V.; Dias, G. Network analysis and intra-team activity in attacking phases of professional football. International Journal of Performance Analysis in Sport. Vol. 14. 2014. p. 692-708.

-Gordon, C.C.; Chumlea, W.C.; Roche, A.F. Stature, recumbent length and weight. In: Lohman, T.G.; Roche, A.F.; Martorell, R. Anthropometric Standardization Reference Manual. Champaign: Human Kinetics Books. 1988.

-Grund, T.U. Network structure and team performance: The case of English Premier League soccer teams. Social Networks. Vol. 34. Num. 4. 2012. p. 682-690.

-Jaria, I.; Dias, G.; Gama, J.; Vaz, V.; Alves, R.; Oliveira, R.; Mendes, R. Network e comportamento coletivo em jovens jogadores de Futebol. In: Lopes, V.; Gonçalves, C. Estudos em Desenvolvimento Motor da Criança. Bragança: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Bragança. 2015.

-Khamis, H.; Roche, A. Predicting adult stature without using skeletal age: the Khamis-Roche method. Pediatrics. Vol. 94. 1994. p. 504-507.

-Malina, R.M. Growth and maturation: Basic principles and effects of training. In: Coelho e Silva M.J.; Malina, R.M. Children and Youth in Organized Sports. Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra. 2004.

-Mirwald, R.; Baxter-Jones, A.; Bailey, D.; Beunen, G. An assessment of maturity from anthropometric measurements. Medicine and Science in Sports and Exercise. Vol. 34. Num. 4. 2002. p. 689-694.

-Oliveira, R.; Dias, G.; Vaz, V.; Gama, J. Influência, interação e desempenho do key-player no jogo de futebol. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. Vol. 9. Num. 33. 2017. p. 170-179. 2017. Disponível em:

-Passos, P.; Davids, K.; Araújo, D.; Paz, N.; Minguéns, J.; Mendes, J. Network as a novel tool for studying team ball sports as complex social system. Journal of Science and Medicine in Sport. Vol.14. 2011. p. 170-176.

-Seabra, A.; Maia, J.; Garganta, R. Crescimento, maturação, aptidão física, força explosiva e habilidades motoras específicas. Estudo em jovens futebolistas e não futebolistas do sexo masculino dos 12 aos 16 anos de idade. Revista Portuguesa de Ciências do Desporto. Vol. 1. Num. 2. 2001. p.22-35.

-Severino, V. Crescimento, Maturação e Potência Aeróbia, estudo com futebolistas de 11 anos de idade. Dissertação de Mestrado em Treino Desportivo para Crianças e jovens. Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física. Universidade de Coimbra (FCDEF.UC). Coimbra. 2010.

-Stratton, G.; Reilly, T.; Williams, A.; Richardson, D. Youth Soccer from Science to Performance. USA and Canada: Routledge. 2004.

-Vaz, V.; Gama, J.; Valente-dos-Santos, J.; Figueiredo, A.; Dias, G. Network: análise da interacção e dinâmica do jogo de futebol. Revista Portuguesa de Ciências do Desporto. Vol. 14. Num. 1. 2014. p. 12-25.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBFF - Revista Brasileira de Futsal e Futebol

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Antonio Coppi Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato:aqui