Dermatoglifia: as impressões digitais como marca característica dos atletas de futsal feminino de alto rendimento do Brasil

Adriano Alberti, Gracielle Fin, Rodrigo Gomes de Souza Vale, Ben Hur Soares, Rudy José Nodari Júnior

Resumo


O presente estudo teve por objetivo analisar as impressões digitais de atletas femininas de futsal de alto rendimento do Brasil. A amostra compreendeu 152 indivíduos do gênero feminino, divididos em dois grupos. O Grupo A foi composto por 76 atletas profissionais brasileiras de futsal feminino, selecionadas por conveniência, e o Grupo B foi composto por 76 indivíduos não atletas de controle e constituído de maneira aleatória, observando-se gênero e idade. Os resultados encontrados demonstram que na comparação das variáveis numéricas, a quantidade de linhas dos desenhos das impressões digitais é significativamente maior nos indivíduos do Grupo A nos respectivos dedos: Dedo indicador da Mão Esquerda (MESQL2), Dedo Médio da Mão Esquerda (MESQL3), Dedo Indicador da Mão Direita (MDSQL2), Dedo Anular da Mão Direita (MDSQL4), além do Somatório da Quantidade Total de Linhas da Mão Direita (SQTLE) e Somatório da Quantidade Total de Linhas (SQTL). Quando observadas as variáveis qualitativas, ou seja, o tipo de figura, observaram-se diferenças significativas entre os grupos, visto que o Grupo A apresentou maior quantidade de Verticilo (W) no dedo indicador da Mão Esquerda (MET2) e no dedo Mínimo da Mão Direita (MDT5) e maior quantidade de Presilha Radial (LR) no dedo Indicador da Mão Direita (MDT2). Os resultados encontrados neste estudo demonstraram que o perfil dermatoglífico das atletas de futsal feminino de alto rendimento difere significativamente do perfil da população não atleta.

 

ABSTRACT 

Dermatoglyphics: fingerprints as a characteristic mark of brazilian high-performance female futsal players

This study aimed at analyzing the fingerprints of Brazilian high-performance female futsal players. The sample was composed of 152 female individuals, divided into two groups. Group A was composed of 76 Brazilian professional female futsal players, selected for convenience, and Group B was composed of 76 non-athletes for control and was randomly constituted, observing gender and age. The results show that in the comparison with the numeric variables, the quantity of ridges in the patterns of the fingerprints is significantly greater in Group A in the following fingers: Left Index Finger (MESQL2), Left Middle Finger (MESQL3), Right Index Finger (MDSQL2), Right Ring Finger (MDSQL4), besides the Total Ridge Count of the Right Hand (SQTLE) and Total Ridge Count (SQTL). When the qualitative variables were observed, in other words, the kind of pattern, significant differences were noticed between the groups, because Group A had more Whorls (W) in the Left Index Finger (MET2) and Right Little Finger (MDT5), and more Radial Loops (LR) in the Right Index Finger (MDT2). The results found in this study showed that the dermatoglyphic profile of female high-performance futsal players differs from the non-athlete population’s profile.


Palavras-chave


Dermatoglifia; Atletas; Feminino

Texto completo:

PDF

Referências


-Abramova, T.; Nikitina, T.; Ozolin, N. De l'utilisation des dermatoglyphes digitaux dans la selection des sportifs. Teor Prak Fiz Kult. Vol. 3. 2013. p. 10-15.

-Bastos, F. G.; Dantas, P. S.; Fernades, J. Dermatoglifia, somatotipo e qualidades físicas básicas no basquetebol: estudo comparativo entre as posições. Motricidade. Vol. 2. Num. 1. 2006. p. 32-52.

-Borin, J. P.; Padovani, C. R.; Aragon, F. F.; Gonçalves, A. Dermatoglyphics in Sports Sciences: Understanding the distribution of quantitative indicators in non-athletes and athletes of basketball according to their performance. Rev Andal Med Deporte. Vol. 5. Num. 3. 2012. p. 99-104.

-Castagna, C.; D'Ottavio, S.; Vera, J. G.; Barbero Álvarez, J. C. Match demands of professional Futsal: A case study. J Sci Med Sport. Vol. 12. Num. 4. 2009. 490-494.

-Cummins, H.; Midlo, C. H. Finger Prints, Palms and Soles an Introduction to Dermatoglyphics. New York. Dover Publications. 1961.

-Dantas, E. H. M. Periodização do treinamento. A prática da preparação física. 6. ed. Rio de Janeiro. Shape. 2014.

-Dantas, P. M. S.; Alonso Filho, L. J. F. A dermatoglifia no futsal brasileiro de alto rendimento. Fitness & Performance Journal. Vol. 3. Num. 3. 2004. p. 136-142.

-Del Vecchio, F. B.; Gonçalves, A. Dermatoglifos como indicadores biológicos del rendimiento deportivo. Rev Andal Med Deporte. Vol. 4. Num. 1. 2011. p. 44-52.

-Dias, R. G. Genética, performance física humana e doping genético: o senso comum versus a realidade científica. Rev Bras Med Esporte. Vol. 17. 2011. p. 62-70.

-Eynon, N.; Ruiz, J. R.; Oliveira, J.; Duarte, J. A.; Birk, R.; Lucia, A. Genes and elite athletes: a roadmap for future research. J Phy. Vol. 589. Num. 13. 2011. p. 3063-3070.

-Fonseca, C. L. T.; Dantas, P. M. S.; Fernandes, P. R.; Fernandes Filho, J. Perfil dermatoglífico, somatotípico e da força explosiva de atletas da seleção brasileira de voleibol feminino. Fitness & Performance Journal. Vol. 7. Num. 1. 2008. p. 35-40.

-Gomes, A. C. Treinamento Desportivo Estruturação e Periodização. 2. ed. Porto Alegre. Artmed. 2009.

-Gonçalves, A.; Gonçalves, N. N. S. Dermatóglifos: principais conceituações e aplicações. An. bras. Dermatol. Vol. 59. Num. 4. 1984. p. 173-186.

-Jones, N.; Kiely, J.; Suraci, B.; Collins, D. J.; Lorenzo, D.; Pickering, C.; Grimaldi, K. A. A genetic-based algorithm for personalized resistance training. Biology of Sport. Vol. 33. Num. 2. 2016. p. 117-126.

-Lopez-Leon, S.; Tuvblad, C.; Forero, D. A. Sports genetics: The PPARA gene and athletes’ high ability in endurance sports. A systematic review and meta-analysis. Biology of Sport. Vol. 33. Num. 1. 2006. p. 3-6.

-Manso, J. M. G. El Talento Deportivo: formación de élites deportivas. España. Gymnos. 2003.

-Nascimento, P. C.; Lucas, R. D.; Pupo, J. D.; Arins, F. B.; Castagna, C.; Guglielmo, L. G. A. Effects of four weeks of repeated sprint. Rev Bras Cineantropom desempenho hum. Vol. 17. 2015. p. 91-103.

-Nodari Júnior, R. J.; Fin, G. Dermatoglifia: impressões digitais como marca genética e de desenvolvimento fetal. Joaçaba. Ed. Unoesc. 2016.

-Nodari Júnior, R. J.; Heberle, A.; Ferreira-Emygdio, R.; Irany-Knackfuss, M. Impressões Digitais para Diagnóstico em Saúde: Validação de Protótipo de Escaneamento Informatizado. Rev. salud pública. Vol. 10. Num. 5. 2008. p. 767-776.

-Nodari Júnior, R. J.; Panizzi Junior, C.; Jesus, J. A.; Alberti, A.; Souza, R.; Sartori, G.; Fin, G. Elite Futsal Athletes: Dermatoglyphic Profil, Return To Play. Isokinetic Abstract Book. 2016.

-Ramos-Campo, D. J.; Rubio-Arias, J. A.; Carrasco-Poyatos, M.; Alcaraz, P. E. Physical performance of elite and subelite Spanish female futsal players. Biol Sport. Vol. 33. Num. 3. 2016. p. 297-304.

-Ruppel da Rocha, R. E.; Waltrick, T.; Venera, G. D. Composição corporal, qualidades fisicas e características dermatoglíficas das atletas da seleçâo brasileira de futsal feminino por posiçao de jogo. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. Vol. 5. Num. 17. 2013. p. 233-240.

-Wackerhage, H.; Miah, A.; Harris, R. C.; Montgomery, H. E.; Williams, A. G. Genetic research and testing in sport and exercise science: a review of the issues. J Sport Sci. Vol. 27. Num. 11. 2009. p. 1109-1116.

-Yeemin, W.; Dias, C. S.; Fonseca, A. M. A systematic review of psychological studies applied to futsal. Journal of Human Kinetics. Vol. 50. Num. 1. 2016. p. 247-257.

-Zakharov, A.; Gomes, A. C. Ciência do treinamento desportivo. 2ª edição. Rio de Janeiro. Grupo Palestra. 2003.

-Zary, J. C. F.; Fernandes Filho, J. F. Identificação do Perfil dermatoglífico e somatotípico dos atletas de voleibol Masculino adulto , Juvenil e infanto-Juvenil, de alto Rendimento no Brasil. Rev Bras Ciênc Mov. Vol. 15. Num. 1. 2007. p. 53-60.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBFF - Revista Brasileira de Futsal e Futebol

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Antonio Coppi Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato:aqui