Análise do tempo de posse de bola e a sua influência no resultado dos jogos do Campeonato Mundial de Futsal

  • Rafael Acosta Caetano Professor da ESEF/UFRGS
  • Rogério da Cunha Voser ESEF - UFRGS
  • José Cícero Moraes Professor da ESEF/UFRGS
  • Marcelo Silva Cardoso Professor da ESEF/UFRGS
Palavras-chave: Esporte, Futsal, Estatística, Análise de Jogo, Competição, Performance

Resumo

O objetivo do estudo foi comparar o percentual médio do tempo de posse de bola entre os resultados de vitória e derrota, geral e estratificado por fase, nos jogos do Campeonato Mundial de Futsal. A amostra foi constituída por dados provenientes de tabelas publicadas no site oficial da FIFA (www.fifa.com), contendo informações sobre as variáveis estudadas, sendo apresentadas em valores percentuais e absolutos. Foram analisados os 52 jogos oficiais do Mundial de Futsal 2012 realizado na Tailândia, tendo a participação de 24 Seleções. Para comparar o tempo médio da posse de bola entre os resultados utilizamos o teste T Student para amostras independentes. O nível de significância adotado foi de 0,05 e o software utilizado nas análises foi o SPSS V.20. Resultados: no geral o percentual médio do tempo de posse de bola do vencedor foi de 51,44% ± 8,404, e o tempo médio da equipe que foi derrotada foi de 48,56% ± 8,404. Somente na fase de grupos ocorreram diferenças significativas no percentual médio de posse de bola, vitória 47,09 ± 7,768; derrota 52,91 ± 7,768, (p= 0,004). Conclusão: O resultado do jogo, vitória e derrota, não é explicado somente pelo percentual médio de posse de bola, no entanto, é possível que ela possa contribuir se associada com outras variáveis situacionais, embora estas não tenham sido objeto deste estudo, como o nível de rendimento das equipes, resultado momentâneo do jogo e estado emocional do atleta.

 

ABSTRACT

Analysis of ball possession time and its influence in results of Futsal World Championship

The aim of the study was to compare the average percentage of possession ball time between the results of victory and defeat, general and stratified by stage, in games Futsal World Championship. The sample consisted of data from tables published on the official FIFA website (www.fifa.com), containing information on these variables, presented in percentages and absolute values. 52 official games in world championship at 2012 conducted in Thailand, with the participation of 24 teams were analyzed. To compare the average of time possession between the results we used the Student t test for independent samples. The level of significance was set at 0.05 and the software used in the analysis was SPSS V.20. Results: At the general, the average percentage of time possession of winner team was 51.44 ± 8.404%, and the average time the team that was defeated was 48.56% ± 8,404. Only in the group stage were significant in the average percentage of the ball, win 47.09 ± 7.768 differences; defeat 52.91 ± 7.768, (p = 0.004). Conclusion: The outcome of the game, victory and defeat, is not explained only by the average percentage of the ball possession, however, it is possible that it can help if combined in other variables situational, although these have not been the object of this study, as income level of the teams, score of the game and momentary emotional athlete state.

Biografia do Autor

Rogério da Cunha Voser, ESEF - UFRGS

Doutor em Ciências da Saúde na PUCRS, em 2006. Mestre em Ciências do Movimento Humano pela Escola de Educação Física da UFRGS, em 1998. Especialista em Ciências do Futebol e do Futebol de Salão pelas Faculdades Integradas Castelo Branco Centro Educacional de Realengo, em 1990. Licenciado em Educação Física pela ESEF-UFPEL, em 1988. Graduado em Fisioterapia pela ULBRA, em 1999. Foi atleta de várias equipes de Futsal do estado, atuou na Espanha, preparador físico do Inter/ULBRA e técnico da equipe juvenil da ULBRA. Tem experiência em escolas do município e particular. Consultor de vários cursos de Graduação e Especialização. É avaliador e.MEC-INEP. Atualmente é Professor Adjunto nível 4 da Escola de Educação Física da Universidade Federal do Rio Grande do Sul nas Disciplinas de Futsal, TCC e de Estágio Supervisionado. Já trabalhou também na ULBRA, PUCRS, Facos e São Judas Tadeu/RS. Ministra cursos de Futsal e Iniciação aos Esportes por todo o Brasil (extensão e pós-graduação). Autor dos livros Iniciação ao futsal: abordagem recreativa; Análise das Intervenções Pedagógicas em Programas de Iniciação ao Futsal; A Criança e o Esporte: uma perspectiva lúdica; Futsal: princípios técnicos e táticos; Futsal e a Escola: uma perspectiva pedagógica; Futebol: História, Técnica e Treino de Goleiro e Ensino dos Esportes Coletivos: uma abordagem recreativa.

Publicado
2015-04-04
Como Citar
Caetano, R. A., Voser, R. da C., Moraes, J. C., & Cardoso, M. S. (2015). Análise do tempo de posse de bola e a sua influência no resultado dos jogos do Campeonato Mundial de Futsal. RBFF - Revista Brasileira De Futsal E Futebol, 7(23), 16-20. Recuperado de http://www.rbff.com.br/index.php/rbff/article/view/308
Seção
Artigos Cientí­ficos - Original

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##