Futebol feminino, identidade de gênero e sexismo

  • Emerson Antonio Brancher Universidade Regional de Blumenau-FURB, Blumenau, Santa Catarina, Brasil,
  • Emanuel Vinicius Petri Pereira Universidade Regional de Blumenau-FURB, Blumenau, Santa Catarina, Brasil,
  • Letícia Maria de Moura Universidade Regional de Blumenau-FURB, Blumenau, Santa Catarina, Brasil,
  • Sara Regina da Silva Universidade Regional de Blumenau-FURB, Blumenau, Santa Catarina, Brasil,
  • André Gustavo Dalmolin Universidade Regional de Blumenau-FURB, Blumenau, Santa Catarina, Brasil,
Palavras-chave: Futebol, Identidade de Gênero, Sexismo

Resumo

A participação feminina no futebol é permeada por dificuldades, preconceitos e superações. Assim, este estudo de revisão de literatura teve como objetivo analisar a produção cientifica sobre a identidade de gênero e o sexismo no futebol feminino a partir da pesquisa em bases de dados e nas revistas brasileiras de Educação Física (2007 a 2020). Nas coletas de dados, foram selecionadas as palavras-chaves futebol feminino, identidade de gênero e preconceito no futebol feminino. Os resultados demonstram que as praticantes de futebol feminino são pouco retratadas pela mídia e sofrem diversas formas de preconceito, apesar do crescente número de mulheres competindo. Por fim, identifica-se que os temas são pouco discutidos nas principais revistas da Educação Física no Brasil.

Referências

-Batista, R. S.; Devide, F. P. Mulheres, futebol e gênero: reflexões sobre a participação feminina numa área de reserva masculina. EFDeportes.com. Buenos Aires. Ano 14. Núm. 137. 2009.

-Furlan, C. C.; Santos, P. L. Futebol Feminino e as Barreiras do Sexismo nas Escolas: reflexões acerca da invisibilidade. Motrivivência. Vol. 1. Núm. 30. p.28-43. 2008.

-Gabriel, B. J.; Freitas Júnior, M. A. O discurso acerca da seleção brasileira presente na Folha de S. Paulo durante o ano de realização da “Germany World Cup”. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte. Vol. 30. Núm. 2. p. 371-383. 2016.

-Goellner, S. V. Mulheres e futebol no Brasil: entre sombras e visibilidades. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte. Vol. 19. Núm. 2. p. 143-151. 2005.

-Guirra, F. J. S.; Almeida, J. V. Análise da Percepção de Jogadores de Futebol amador sobre Mulheres que praticam o Futebol. Pensar a Prática. Vol. 18. Núm. 3. p. 625-635. 2015.

-Martins, L. T.; Moraes, L. O futebol feminino e sua inserção na mídia: a diferença que faz uma medalha de prata. Pensar a Prática. Vol. 1. Núm. 10. p. 69-81. 2007.

-Rago, M. Trabalho Feminino e Sexualidade. História das mulheres no Brasil. In Priore, Mary Del (Org.). História das Mulheres no Brasil. São Paulo. Contexto. p. 578-606. 2007.

-Salvini, L.; Ferreira, A. L. P.; Marchi Júnior, W. O futebol feminino no campo acadêmico brasileiro: mapeamento de teses e dissertações (1990-2010). Pensar A Prática. Vol. 17. Núm. 4. p. 1-14. 2014.

-Salvini, L.; Marchi Júnior, W. Guerreiras de chuteiras na luta pelo reconhecimento: relatos acerca do preconceito no futebol feminino brasileiro. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte. São Paulo. Vol. 30. Núm. 2. p. 303-311.2016.

-Salvini, L.; Marchi Júnior, W. Uma história do futebol feminino nas páginas da Revista Placar entre os anos de 1980-1990. Movimento. Vol. 19. Núm. 1. p. 95-115. 2013.

-Souza, M. T. O.; Capraro, A. M.; Silva, M. M. Habilidosas e bonitas: as considerações de duas atletas de futebol sobre a formação de suas identidades. Movimento. Vol. 23. Núm. 3. p. 883-894. 2017.

-Tamashiro, L. I.; Galatti, L. R. Preconceito no futsal e futebol feminino nas revistas brasileiras: uma revisão. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo. Vol. 10. Núm. 41. p.795-799. 2018.

-Teixeira, F. L. S.; Caminha, I.O. Preconceito no futebol feminino brasileiro: uma revisão sistemática. Movimento. Vol. 19. Núm. 1. p. 265-287. 2013.

Publicado
2022-06-20
Como Citar
Brancher, E. A., Pereira, E. V. P., Moura, L. M. de, Silva, S. R. da, & Dalmolin, A. G. (2022). Futebol feminino, identidade de gênero e sexismo. RBFF - Revista Brasileira De Futsal E Futebol, 14(57), 72-80. Recuperado de http://www.rbff.com.br/index.php/rbff/article/view/1214
Seção
Artigos Cientí­ficos - Original