Análise dos gols de cobranças de escanteio diretas à área de pênalti no campeonato brasileiro série a temporadas 2018 e 2019

  • Artur Saccilotto Sigallis Souza Analista de Desempenho da Base do G.F.P.A.
  • Gustavo Henrique Somavilla Analista de Desempenho da Base do G.F.P.A.
  • Elto Legnani Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Brasil.
  • Rogério da Cunha Voser Grupo de Estudo em Esporte, GEE, ESEFID/UFRGS, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil.
  • Marcelo Silva Cardoso Grupo de Estudo em Esporte, GEE, ESEFID/UFRGS, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil.
  • José Cícero Moraes Grupo de Estudo em Esporte, GEE, ESEFID/UFRGS, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil.
Palavras-chave: Futebol, Estudo Observacional, Análise de Desempenho

Resumo

 

As cobranças de escanteio adquirem um status relevante em relação às outras fases do jogo de futebol. Assim, o presente estudo tem por objetivo descrever e analisar os gols de escanteio na elite do futebol brasileiro, quando cobrados diretamente à zona de pênalti. Este é um estudo observacional retrospectivo, com abordagem descritiva e associativa, cuja amostra é constituída por 172 cobranças de escanteio onde a sequência resultou em gol. Em uma análise inferencial adotamos o teste estatístico Qui-quadrado e o teste de Fisher (Exact Test) para verificarmos as associações entre as variáveis. O software utilizado foi o SPSS v.25 e o nível de significância mantido em 5%. A fiabilidade dos dados foi verificada pelo índice de Kappa de Cohen com valores de concordância acima de 0,81 para inter e intra-avaliador. Os resultados apontaram predominância de gols com finalização de primeira (57%), de cabeça (64,5%), em cobranças com o pé direito (67%). Isso se deu, provavelmente, pelo fato da maioria das cobranças serem altas, pela maioria dos cobradores serem destros e pela curta distância ao gol da equipe defensora. Destacamos também que em 86,1% dos gols a equipe atacante venceu o primeiro confronto aéreo e 61,6% dos gols foram decisivos para vitória ou empate (principalmente para equipe visitante não perder). Concluímos que o primeiro confronto aéreo apresenta uma tendência de ocorrência maior nas zonas centrais da área de pênalti, porém sendo nas zonas da pequena área que mais ocorrem finalizações para gol.

Biografia do Autor

Artur Saccilotto Sigallis Souza, Analista de Desempenho da Base do G.F.P.A.

 
Gustavo Henrique Somavilla, Analista de Desempenho da Base do G.F.P.A.

 

 

Elto Legnani, Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Brasil.

 

 

Rogério da Cunha Voser, Grupo de Estudo em Esporte, GEE, ESEFID/UFRGS, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil.

 

 

Marcelo Silva Cardoso, Grupo de Estudo em Esporte, GEE, ESEFID/UFRGS, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil.

 

 

José Cícero Moraes, Grupo de Estudo em Esporte, GEE, ESEFID/UFRGS, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil.

 

 

Referências

-Aguiar, L.L. Análise do número de gols de bolas paradas das equipes campeãs da liga dos campeões da Europa entre os anos de 2007 a 2018. TCC de Graduação. Educação Física. Universidade Federal de Pernambuco. Recife. 2018.

-Beas-Martinez, M.A. Observación y análisis de las acciones a balón parado em el fútbol professional. Revista Iberoamericana de Ciencias de la Actividad Fisica y el Deporte. Vol. 5. Num. 1. 2016. p. 18-49.

-Bessa, P.F.S. Singularidade e importância dos lances de bola parada no Futebol moderno. Monografia de Especialização. Curso de Desporto e Educação Física. Universidade do Porto. Porto. Portugal. 2009. Disponível em: https://repositorioaberto.up.pt/bitstream/10216/21896/2/39413.pdf

-Bolt, B. Using computers for qualitative analysis of movement. Journal of Physical Education, Recreation and Dance. Vol. 3. Num. 71. 2000. p. 15-18.

-Borrás, D.; Sainz de Baranda P. Análisis de córner en función del momento del partido en el mundial de Corea y Japón 2002. Cultura, ciencia y deporte: revista de ciencias de la actividad física y del deporte de la Universidad Católica de San Antonio. Vol. 2. Num. 1. 2005. p. 87-93.

-Casal, C.; Maneiro, R.; Ardá, T.; Losada, J.L.; Rial, A. Analysis of Corner Kick Success in Elite Football, International Journal of Performance Analysis in Sport. Vol.15. Num. 2. 2015. p. 430-451.

-Casanova, M.B. Eficácia defensiva nos lances de bola parada no futebol. Defesa à zona vs defesa individual e mista: estudo realizado no campeonato da Europa de 2008. Monografia de Especialização. Curso de Desporto e Educação Física. Universidade do Porto. Porto. Portugal. 2009.

-Castelo, J. Futebol - Organização dinâmica do Jogo. 3ª edição. Centro de Estudos de Futebol da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias. Lisboa. Portugal. 2009.

-CBF. Regras de Futebol 2020/2021. Disponível em:

https://conteudo.cbf.com.br/cdn/202008/20200818145813_835.pdf. Junho de 2020.

-Dios, R.M. Análisis de las acciones a balón parado en el fútbol de alto rendimiento: saques de esquina y tiros libres indirectos. Un intento de identificación de variables explicativas. Apunts. Educacion Fisica y Deportes. Tesis Doctorales. Vol. 4. Num 130. 2017. p.127. Disponível em: https://ruc.udc.es/dspace/handle/2183/12426

-Franks, I.; Goodman, D.; Miller, G. Analyse de la performance. Qualitative ou quantitative? Science Periodical on Research and Technology in Sport. GY - 1. 1983. p. 1-7.

-Garganta, J. A análise da performance nos jogos desportivos. Revisão acerca da análise do jogo. Revista Portuguesa de Ciências do Desporto. Vol.1. Num. 1. 2001. p. 57-64.

-Hochman, B.; Nahas, F.X.; Oliveira Filho, R.S.D.; Ferreira, L.M. Desenhos de pesquisa. Acta Cirúrgica Brasileira, 20. 2005. p. 2-9.

-Kubayi, A.; Larkin, P. Analysis of team`s corner kicks defensive strategies at FIFA World Cuo 2018. International Journal of Performance Analysis in Sport. Vol 19. Num. 5. 2019. p. 809-819.

-Landis, J.R.; Koch, G.G. The measurement of observer agreement for categorical data. Biometrics. Vol. 33. Núm. 1. 1977. p.159-174.

-Leitão, R.A.A. Futebol: análises qualitativas e quantitativas para verificação e modulações de padrões e sistemas complexos de jogo. Dissertação de Mestrado. Unicamp. Campinas. 2004.

-Loureiro, N.; Teixeira, E.; Costa, J.P.; Prudente, J.; Sequeira, P. As Bolas Paradas no Futebol Jovem - A opinião dos treinadores. Revista da Sociedade Científica de Pedagogia do Desporto. Num. 5. 2014. p. 25-32.

-Marques Junior, N.K. Estudio del fútbol sobre el gol de bola parada: uma revisión sistemática. Revista Peruana de Ciencia de la Actividade Fisica y del deporte. Vol. 6. Num. 1. 2019. p. 723-738.

-Matias, R.V. Análise das cobranças de escanteios nos jogos das fases finais da Copa do Mundo FIFA 2014. TCC de Graduação. Curso de Educação Física. Departamento de Educação Física. Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis-SC. 2016.

-Moraes, J.C. Determinantes da dinâmica funcional do jogo de Voleibol. Estudo aplicado em seleções adultas masculinas. Tese de Doutorado. Faculdade de Desporto da Universidade do Porto. Porto. Portugal. 2009. Disponível em: https://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/16419

-Moraes, J.C.; Cardoso, M.S.; Vieira, R.; Oliveira, L. Perfil caracterizador dos gols em equipes de futebol de elevado rendimento. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo. Vol. 4. Núm. 12. 2012. Disponível em:

http://www.rbff.com.br/index.php/rbff/article/view/144

-Oliveira, J. Conhecimento específico em futebol - contributos para a definição de uma matriz dinâmica do processo de “ensino/aprendizagem/treino” do Futebol. Dissertação de Mestrado. FCDEF-UP. Porto. Portugal. 2004.

-Pulling, C.; Robins, M.; Rixon, T. Defending Corner Kicks: Analysis from the English Premier League. International Journal of Performance Analysis in Sport. Vol. 13. Num. 1. 2013. p. 135-148.

-Pulling, C.; Newton, J. Defending corner kicks in the English Premier League: near-post guard systems. International Journal of Performance Analysis in Sport. Vol. 17. Num. 3. 2017. p. 283-292.

-Rocha, T.M.D. A Importância das "situações de bola parada" na finalização com êxito no futebol: Estudo realizado na 2º volta da liga portuguesa 50 da época 2008/2009. Monografia de Especialização. Curso de Educação Física, Faculdade de Desporto. Universidade do Porto. Porto. Portugal. 2009. Disponível em:

https://repositorio-aberto.up.pt/bitstream/10216/22357/2/39468.pdf

-Rodrigues, A.L.P.; Barbosa, F.M. Análise de desempenho da seleção brasileira de futebol na Copa do Mundo de Futebol de 2018. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo. Vol. 11. Num. 42. 2019. p. 3-7. Disponível em:

https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=6817441

-Sainz de Baranda, P.; López-Riquelme, D.; Ortega. Criterios de eficacia ofensiva del saque de esquina en el Mundial de Alemania 2006: Aplicación al entrenamiento. Revista Española de Educación Física y Deportes. Num. 395. 2011. p.47-59.

-Shao, L.; Sacha, D.; Neldner, B.; Stein, M.; Schereck, T. Visual-Interactive Search for Soccer Trajectories to Identify Interesting Game Situations. Electronic Imaging. 2016. p. 1-10. Disponível em:

https://www.ingentaconnect.com/content/ist/ei/2016/00002016/00000001/art00033

-Stein, M.; Häulbler, J.; Jäckle, D.; Janetzko, H.; Schereck, T.; Keim, D.A. Visual Soccer Analytics: Understanding the Characteristics of Collective Team Movement Based on Feature-Driven Analysis and Abstraction. ISPRS International Journal of Geo-Information. Vol. 4. Num. 4. 2015. p. 2159-2184. Disponível em:

https://www.mdpi.com/2220-9964/4/4/2159

-Teixeira, E.; Loureiro, N.; Moderno, M.; Serqueira, P. Construção e Validação de um Sistema de Observação em Competição no Futebol de Bolas Paradas. Revista Uilps. Vol. 3. Num. 3. 2015. Disponível em:

https://revistas.rcaap.pt/uiips/article/view/14378

-Teixeira, P.V.V.P.C. A Importância das Ações de Bola Parada no Contexto do Alto Rendimento: estudo de caso do Moreirense Futebol Clube, na época 2015/2016. Monografia de Especialização. Curso de Treino de Alto Rendimento Esportivo, Faculdade de Desporto, Universidade do Porto. Porto. Portugal. 2016. Disponível em:

https://repositorio-aberto.up.pt/handle/10216/87333

-Teixeira, D.T.T. Os princípios táticos como ponto de partida para a percepção do modelo de jogo de uma equipa de futebol: uma abordagem qualitativa. Dissertação de Mestrado. Universidade da Beira Interior. Covilhã. Portugal. 2017. Disponível em: https://ubibliorum.ubi.pt/handle/10400.6/6704

-Velásquez, R. El fútbol, factores de rendimento para planificar su enseñanza y entrenamiento. Lecturas Educación Física y Deportes. Revista Digital. Buenos Aires. Vol.10. Num. 89. 2005. Disponível em:

https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=1285145

Publicado
2021-11-07
Como Citar
Souza, A. S. S., Somavilla, G. H., Legnani, E., Voser, R. da C., Cardoso, M. S., & Moraes, J. C. (2021). Análise dos gols de cobranças de escanteio diretas à área de pênalti no campeonato brasileiro série a temporadas 2018 e 2019. RBFF - Revista Brasileira De Futsal E Futebol, 13(53), 297-308. Recuperado de http://www.rbff.com.br/index.php/rbff/article/view/1117
Seção
Artigos Cientí­ficos - Original