Copa américa x eurocopa, particularidades e similaridades: Um estudo comparativo dos gols na edição 2016

  • Luis César Madruga Santiago de Oliveira Laboratório de Metodologia do Ensino dos Esportes - LAMEES, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto-MG, Brasil.
  • Marcella de Castro Campos Velten Laboratório de Metodologia do Ensino dos Esportes - LAMEES, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto-MG, Brasil; Instituto Federal do Espírito Santo, Venda Nova do Imigrante-ES, Brasil. https://orcid.org/0000-0002-0706-7406
  • Siomara Aparecida da Silva Laboratório de Metodologia do Ensino dos Esportes - LAMEES, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto-MG, Brasil; Escola de Educação Física da Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto-MG, Brasil.
Palavras-chave: Futebol, Gol, Copa américa, Eurocopa

Resumo

Analisamos as características dos gols da Copa América Centenário e Eurocopa, ambas realizadas em 2016, sediadas nos Estados Unidos e França respectivamente. A busca foi feita através de variáveis como identificação do tipo de finalização, tempo de jogo no momento do gol, momento de jogo, zona de finalização e zona de assistência. Observamos 83 jogos com 199 gols, sendo ao todo 32 jogos e 91 gols da Copa América e 51 jogos e 108 gols da Eurocopa, com médias de 2,84 e 2,12 gols por jogo e 33 e 44 minutos por gol respectivamente. Houve predominância de gols com o pé direito, sendo a zona de finalização central a mais utilizada. Maior predominância de gols ocorreu por organização ofensiva para ambas as competições, mas estas distinguiram-se nos tempos em que ocorreram os gols, sendo mais frequentes no terço inicial de jogo na Copa América, e no terço inicial da segunda etapa e terço final dos dois tempos na Eurocopa. Quanto às zonas de assistência, observou-se uma maior exploração dos espaços do campo na Eurocopa, enquanto na Copa América o corredor central foi mais utilizado. O setor intermediário foi mais aproveitado para as jogadas de bola parada de tiro indireto nas duas competições, e se destacou na Copa América o aproveitamento da região próxima ao centro de campo e lateral da grande área. São necessárias mais pesquisas para compreender a disparidade nos resultados de ambas as Copas, além da relevância dos arremessos laterais nas jogadas que terminam em gols.

Biografia do Autor

Siomara Aparecida da Silva, Laboratório de Metodologia do Ensino dos Esportes - LAMEES, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto-MG, Brasil; Escola de Educação Física da Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto-MG, Brasil.

Curso de Educação Física Licenciatura e Bacharelado - Centro desportivo da Universidade Federal de Ouro Preto -CEDUFOP; Coordenadora do Laboratório de Metodologia do Ensino dos Esportes - LAMEES.

 

Referências

-Andrade, M. T.; Santo, L. C. E.; Andrade, A. G. P.; Oliveira, G. G. A. Análise dos gols do Campeonato Brasileiro de 2008-Série A. Revista Brasileira de Ciências do Esporte. Vol. 37. Num. 1. 2015. p. 49-55.

-Chiminazzo, J. G. C.; Máscara, D. I.; Del Vecchio, F. B. Estudo descritivo da distribuição de gols, faltas e cartões no Campeonato Paulista 2008-Série A1. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo. Vol. 5. Num. 15. 2013.

-Cobalchini, R.; Silva, E. D. Treinabilidade do membro inferior não-dominante em atletas infantis de futebol. Educación Física y Deportes, Revista Digital. Ano 13. 2008.

-D'Araújo, F. M. Análise dos gols ocorridos na copa São Paulo de futebol júnior 2015. TCC. Bacharelado em Educação Física. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre-RS. Brasil. 2015.

-Favaro, M. J. A. Copa do Mundo de Futebol de 2010: análise dos gols da competição. TCC. Bacharelado em Educação Física. Universidade Estadual Paulista. Rio Claro-SP. Brasil. 2010.

-Führer, F. D. Futebol: análise descritiva dos gols do campeonato brasileiro de 2013-Série A. TCC. Bacharelado em Educação Física. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre-RS. Brasil. 2014.

-Machado, R. Mobilidade ofensiva no futebol: a concepção de treinadores de nacional de Juniores. Monografia. Licenciatura em Desporto em Educação Física. Universidade do Porto. Porto. Portugal. 2008.

-Moraes, J. C.; Cardoso, M. S.; Vieira, R.; Oliveira, L. Perfil caracterizador dos gols em equipes de futebol de elevado rendimento. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo. Vol. 4. Num 12. 2012.

-Pivetti, B. Periodização tática: o futebol-arte alicerçado em critérios. São Paulo: Phorte. 2012.

Publicado
2021-07-17
Como Citar
Oliveira, L. C. M. S. de, Velten, M. de C. C., & Silva, S. A. da. (2021). Copa américa x eurocopa, particularidades e similaridades: Um estudo comparativo dos gols na edição 2016. RBFF - Revista Brasileira De Futsal E Futebol, 13(52), 21-30. Recuperado de http://www.rbff.com.br/index.php/rbff/article/view/1050
Seção
Artigos Científicos - Original