Futebol: o estado do conhecimento das dissertações e teses nas engenharias

  • Alex Fensterseifer Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.
Palavras-chave: Futebol, Engenharias, Teses, Dissertações

Resumo

Com objetivo de investigar o estado do conhecimento das dissertações e teses produzidas no Brasil sobre temática futebol nas Engenharias de 1989 a 2018, a pesquisa buscou, recuperou e preparou os dados, dando-lhes tratamento estatí­stico, representação gráfica e interpretação. Os resultados mostram que o futebol é investigado por oito áreas, com preponderância da Engenharia de Produção, Biomédica e Elétrica; setenta estudos; predomínio das pesquisas quantitativas e de mestrado; sobre vibrações dos estádios de futebol, gestão de clubes, probabilidade dos resultados dos jogos e análise do chute. As conclusões deste estudo abrem novos campos de intervenção cientí­fica e mostram a fragmentação do conhecimento numa área com caracterí­sticas multidisciplinares.

Referências

-Alves, A. M. Previsão de resultado para o campeonato brasileiro de futebol com base no modelo logito ordinal. Dissertação de Mestrado. Engenharia de Produção. Universidade Federal Fluminense. Rio Janeiro. 2009.

-Andrade, D. C. T.; Ramos, H. R. Futebol Paixão Ou Negócios?: Uma Análise Da Produção Científica Mundial. Podium: Sport, Leisure and Tourism Review. Vol. 4. Num. 3. 2015. p.169-184.

-Andrade, D. S. Propriedades mecânicas do concreto por meio de ensaios não destrutivos: Estudo de caso da estrutura do Estádio Maracanã. Dissertação de Mestrado. Engenharia Civil. Universidade Federal de Goiás. Goiânia. 2012.

-Anon, I. C. Aplicações de Pesquisa Operacional no Futebol. Dissertação de Mestrado. Engenharia de Produção. Universidade Estadual de Campinas. Limeira. 2017.

-Bagni, G. Cyberhooligans: A manifestação da violência nas redes sociais. Dissertação de Mestrado. Engenharia/ Tecnologia/Gestão. Universidade Estadual Paulista. Rio Claro. 2015.

-Araújo, C. F. S. Previsão de público com modelo de regressão linear para jogos do Botafogo de Futebol e Regatas. Dissertação de Mestrado. Engenharia de Produção. Universidade Federal do Rio de Janeiro. Rio Janeiro. 2018.

-Bondarik. R. Copa do Mundo Fifa de 2014 no Brasil: Um Drible Maroto, Desequilibrado e Desconcertante nas Promessas de Legado de um Megaevento Esportivo. Tese de Doutorado. Engenharia de Produção. Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Curitiba. 2018.

-Cadamuro, L. História da educação no Brasil: Um estudo bibliométrico de teses e dissertações. Dissertação de Mestrado. Educação. Universidade Federal de São Carlos. São Carlos. 2011.

-Capes. Tabela de áreas do conhecimento. Brasília. 2012. Disponível em: https://www.capes.gov.br/avaliacao/instrumentos-de-apoio/tabela-de-areas-do-conhecimento-avaliacao. Acesso em 02/2018.

-Caricio, M. R. A Integração entre o Físico, o Cognitivo e o Emocional: Contribuições da Ergonomia para a Gestão de uma Equipe de Futebol Profissional. Tese de Doutorado. Engenharia de Produção. Universidade Federal do Rio de Janeiro. Rio Janeiro. 2001.

-Carvalho, L. F. R. M. Nanocompósitos de poliuretano termoplástico (TPU) com BaTiO₃ potencialmente piezoelétricos. Dissertação de Mestrado. Engenharia de Materiais e Metalúrgica. Universidade Federal de São Carlos. São Carlos. 2016.

-Carvalho, S. T. Pesquisa-ação em ciências da saúde: Bibliometria e análise conceitual em teses e dissertações da Universidade de São Paulo. Tese de Doutorado. Enfermagem Psiquiátrica. Universidade de São Paulo. São Paulo. 2012.

-Campista, D. F. Análise dinâmica e estudo de conforto humano das arquibancadas do estádio nacional de Brasília. Dissertação de Mestrado. Engenharia Civil. Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro. 2015.

-Coutinho, E. B. Análise da variabilidade da frequência cardíaca em crianças submetidas ao jogo eletrônico. Dissertação de Mestrado. Engenharia Biomédica. Universidade do Vale do Paraíba. São José dos Campos. 2010.

-Cross, D.; Thomson, S.; Sinclair, A. Research in Brazil: A report for CAPES by Clarivate Analytics. Clarivate.com. 12/2017. USA. 2017. p.1-73 Disponível em: http://www.capes.gov.br/images/stories/download/diversos/17012018-CAPES-InCitesReport-Final.pdf. Acesso em: 20/10/2019.

-Fensterseifer, A.; Saad, M. A.; Moro, A. R. P. Futebol: Uma investigação do estado do conhecimento das dissertações e teses produzidas no Brasil. Pensar a Prática. Goiânia Vol. 21. Num. 2. 2018. p. 240-251.

-Fernandez, P. T. Análise isocinética dos músculos flexores e extensores do joelho de jovens futebolistas. Dissertação de Mestrado. Engenharia Biomédica. Universidade do Vale do Paraíba. São José dos Campos. 2010.

-Geocapes. Geocapes: Dados estatísticos. Brasília. 2018. Disponível em: https://geocapes.capes.gov.br/geocapes/. Acesso em: 10/2019.

-Giglio, S. S.; Spaggiari, E. A produção das ciências humanas sobre futebol no Brasil: Um panorama (1990-2009). História. São Paulo. Num. 163. 2010. p.293-350.

-Gomes, S. S. Análise das Alterações Biomecânicas Durante a Saída de Velocidade Através de um Sistema de Medidas com Plataformas de Forças em Crianças Praticantes e não Praticantes de Futebol de Campo. Dissertação de Mestrado. Engenharia Mecânica. Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Guaratinguetá. 2007.

-Igami, M. P. Z. Análise bibliométrica da produção científica de um instituto público de pesquisas. Tese de Doutorado. Tecnologia Nuclear. Universidade de São Paulo. São Paulo. 2011.

-Jornal da USP. Desequilíbrio de gênero afeta mulheres cientistas no Brasil. 17/01/2018. São Paulo. 2018. Disponível em: jornal.usp.br/?p=140858. Acesso em: 20/09/2019.

-Leal Junior, E. C. P. Análise dos coeficientes angulares das curvas de Ventilação Pulmonar (VE), Consumo de Oxigênio (VO2) e Produção de Dióxido de Carbono (VCO2) em um teste progressivo com atletas profissionais de Futebol e Futsal. Dissertação de Mestrado. Engenharia Biomédica. Universidade do Vale do Paraíba. São José dos Campos. 2004.

-Martins, R. G. Utilização do Classificador Polinomial como ferramenta de predição de resultados de partidas de futebol. Tese de Doutorado. Engenharia Elétrica. Universidade Federal de Uberlândia. Uberlândia. 2017.

-Miranda, E. M. Tendências e perspectivas da ciência, tecnologia e sociedade nas áreas de Educação e ensino de ciências: Uma análise a partir de teses e dissertações brasileiras e portuguesas. Tese de Doutorado. Educação. Universidade Federal de São Carlos. São Carlos. 2012.

-Nebreda, X. M.; Gutiérrez, M. P.; Alonso, M. T. G.; García, C. G.; Producción científica sobre fútbol en revistas españolas de ciencias de la actividad física y del deporte. Movimento. Vol. 21. Num. 3. 2015. p.659-672.

-Oliveira, F. M. B. Aproveitamento de água de chuva para fins não potáveis no campus da Universidade Federal de Ouro Preto. Dissertação de Mestrado. Engenharia Sanitária. Universidade Federal de Ouro Preto. Ouro Preto. 2008.

-Overa, A. F. Perspectivas de desenvolvimento local na bacia do Alto Tietê a partir da implantação de empreendimentos civis para um megaevento esportivo. Dissertação de Mestrado. Engenharia Civil. Universidade Estadual de Campinas. Campinas. 2016.

-Pereira, R. P. T. Sustentabilidade em estádios de futebol: O caso da arena pantanal em Cuiabá-MT. Dissertação de Mestrado. Engenharia Civil. Universidade Federal de Mato Grosso. Cuiabá. 2013.

-Pereira, R. P. T. Transportes em Copas do Mundo FIFA: Um procedimento para o cálculo e a minimização da pegada de carbono. Tese de Doutorado. Engenharia/Tecnologia/Gestão. Universidade Federal do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro. 2018.

-Prianti, B. M. Influência da bandagem funcional rígida e elástica de tornozelo na atividade elétrica muscular e na oscilação postural de atletas durante a execução do chute futebolístico. Dissertação de Mestrado. Engenharia Biomédica. Universidade do Vale do Paraíba. São José dos Campos. 2014.

-Quinto, W. A. S. Desenvolvimento e Animação de Atores Sintéticos Articulados? Uma Simulação Futebolística. Dissertação de Mestrado. Engenharia Elétrica. Universidade Federal do Pará. Belém. 2005.

-Rodrigues, J. F. S. (E) Ações induzidas por multidões em estruturas de arquibancadas. Tese de Doutorado. Engenharia Civil. Universidade de São Paulo. São Paulo. 2003.

-Sacardo, M. S. Estudo bibliométrico e epistemológico da produção científica em Educação Física na região Centro-Oeste do Brasil. Tese de Doutorado. Educação. Universidade Federal de São Carlos. São Carlos. 2012.

-Salvini, L.; Ferreira, A. L. P.; Marchi Júnior, W. O futebol feminino no campo acadêmico brasileiro: Mapeamento de teses e dissertações (1990-2010). Pensar a Prática. Goiânia. Vol. 17. Num. 4. 2014. p.1-14.

-Schwingel, A. C. Estresse oxidativo em jogadores profissionais de futebol. Dissertação de Mestrado. Engenharia de Produção. Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis. 2000.

-Serrano, R. Ecossistema produtivo do esporte: Modelagem e análise sistêmica a partir do futebol brasileiro. Tese de Doutorado. Engenharia de Produção. Universidade do Vale do Rio dos Sinos. São Leopoldo. 2018.

-Siqueira, M. M. K. Uniformidade da Irrigação por Microaspersão em Jardim Residencial e por Aspersão em Campos de Golfe e Futebol. Tese de Doutorado. Engenharia de Produção. Universidade Estadual do Oeste do Paraná. Cascavel. 2017.

-Silva, L. M. Seleção de materiais e design em produtos esportivos: Estudo do perfil interno de caneleiras personalizadas. Dissertação de Mestrado. Engenharia de Materiais e Metalúrgica. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre. 2011.

-Silva, A. T. R. Análise de conceitos táticos do futebol por meio de simulação computacional. Tese de Doutorado. Engenharia/Tecnologia/Gestão. Universidade Federal do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro. 2015.

-Souza, F. B. Análise de gases expirados utilizando diferentes métodos de obtenção de sinais para avaliação do desempenho físico humano. Tese de Doutorado. Engenharia Biomédica. Universidade do Vale do Paraíba. São José dos Campos. 2012.

-Tamashiro, L. I.; Galatti, L. R. Preconceito no Futsal e Futebol feminino nas revistas brasileiras: Uma revisão bibliográfica. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo. Vol. 10. Num. 41. 2018. p.795-799.

-Torres, R. B. Desenvolvimento de compósito híbrido de fibra de vidro e micropartículas de sílica e cimento para uso em caneleiras. Dissertação de Mestrado. Engenharia Mecânica. Universidade Federal de São João Del-rei. São João Del-rei. 2013.

-Vieira, R. Produção científica brasileira sobre terceiro setor: Uma análise bibliométrica e cienciométrica baseada no banco de teses da CAPES. Dissertação de Mestrado. Ciência da Informação. Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis. 2011.

-Vasconcelos, L. G. L. B. M. Sumarização Automática em Melhores Momentos de Transmissões Televisivas de Futebol. Dissertação de Mestrado. Engenharia Elétrica. Universidade Federal do Rio de Janeiro. Rio Janeiro. 2011.

Publicado
2021-05-09
Como Citar
Fensterseifer , A. (2021). Futebol: o estado do conhecimento das dissertações e teses nas engenharias. RBFF - Revista Brasileira De Futsal E Futebol, 12(51), 629-640. Recuperado de http://www.rbff.com.br/index.php/rbff/article/view/959
Seção
Artigos Cientí­ficos - Original