Análise da participação ofensiva dos volantes na equipe campeã da Copa Libertadores da América de Futebol de 2017

  • Maurício Facchini Universidade do Vale do Taquari (UNIVATES), Lajeado-RS, Brasil.
  • Rodrigo Lara Rother Universidade do Vale do Taquari (UNIVATES), Lajeado-RS, Brasil.
Palavras-chave: Futebol, Volantes, Sistema ofensivo, Análise de desempenho

Resumo

O futebol é um jogo complexo em suas interações individuais e coletivas. A análise de desempenho auxilia na compreensão das estatísticas de jogo e na avaliação da performance dos atletas. Recentemente os volantes vêm destacando-se pela atuação e capacidade ofensiva. São escassos os estudos que procuram entender a importância do volante na organização ofensiva de uma equipe. O objetivo do estudo foi identificar e mensurar a participação dos volantes nas finalizações da equipe campeã da Copa Libertadores de 2017. A coleta de dados foi realizada através da observação de vídeos dos 14 jogos completos que a equipe participou na competição. Cinco critérios foram estabelecidos para poder incluir a participação dos volantes nas finalizações da equipe: finalizações, assistências diretas; desarmes, faltas sofridas e assistências indiretas. Um total de 168 finalizações foram identificadas, e em 65 delas os volantes contribuíram nas ações estabelecidas, revelando uma atuação participativa nas conclusões da equipe. Entretanto não foi identificada diferença significativa na participação ofensiva quando os volantes atuaram como mandantes ou visitantes, assim como, quando comparadas as finalizações da fase classificatória com a eliminatória. Houve diferença significativa entre a participação dos volantes nas ações ofensivas da equipe quando comparados jogos em que a equipe venceu e perdeu, sendo superior na derrota. Conclui-se que os volantes desempenharam um papel importante na organização ofensiva do jogo de futebol e nas finalizações da equipe campeã da Copa Libertadores de 2017.

Referências

-Almeida, C. F. Caracterização das Competências dos jogadores de futebol relativo aos diferentes estatutos posicionais. Dissertação de mestrado. Universidade do Porto. Portugal. 2016.

-Andrade, M.O.C.; Padilha, M.; Costa, I. Análise da posse de bola da seleção espanhola na Copa do Mundo de futebol FIFA-África do Sul/2010: Estudo comparativo entre as fases classificatória e eliminatória. Rev. Mineira de Educação Física. ed. Volume Especial. Núm. 1 p. 2071-2079. 2012.

-Barreira, D.; Garganta, J.; Anguera, M. T. In search of nexus between attacking game-patterns, match status and type of ball recovery in European Soccer Championship 2008. Research methods and performance analysis. Vol. 226. p. 226-237. 2011.

-Barreira, D.; Garganta, J.; Guimarães, P.; Machado, J.; Anguera, T. M. Ball recovery patterns as a performance indicator in elite soccer. Vol. 228. Núm. 1. p. 61-72. 2014.

-Bezerra, M. F.; Gramacho, G. Estatísticas da Copa Libertadores da América 2017: uma análise da correlação de scout dos jogos da fase final. Podium Sport, Leisure and Tourism Review. Vol. 7. Núm. 1. 2018.

-Bush, M.; Archer, D.; Hogg, R.; Bradley, P. Factors Influencing Physical and Technical Variability in the English Premier League. International Journal of Sports Physiology and Performance. Vol. 10. Núm. 7. p.865-872. 2015.

-Carmichael, F.; Thomas, D. Home-field effect and team performance - evidence from English Premiership Football. Journal of Sports Economics. Vol. 6. Núm. 3. p. 264-281. 2005.

-Castellano, J.; Casamichana, D.; Lago, C. The Use of Match Statistics that Discriminate Between Successful and Unsuccessful Soccer Teams. Journal of Human Kinetics. Vol. 31. p. 139-147. 2012.

-Chaves, H.A.R. Análise das Finalizações da Seleção Brasileira de Futebol na Copa do Mundo de 2010. TCC de Graduação da Escola de Educação Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional. Universidade Federal de Minas Gerais-UFMG. Belo Horizonte-MG. 2010.

-Clemente, F.M.; Martins, F.; Wong, D. P.; Kalamaras, D.; Mendes, R. Midfielder as the prominent participant in the building attack: A network analysis of national teams in FIFA World Cup 2014. International Journal of Performance Analysis in Sport. Vol. 15. Núm. 2. p. 704-722. 2015.

-Clemente, F. M.; Martins, F. M. L.; Mendes, R. S. Analysis of scored and conceded goals by a football team throughout a season: a network analysis. Kinesiology: International journal of fundamental and applied kinesiology. Vol. 48. Núm. 1. p. 103-114. 2016.

-Duch, J.; Waitzman, J.S.; Amaral, L.A.N. Quantifying the Performance of Individual Players in a Team Activity. PLoS ONE. Vol. 5. Núm. 6. 2010.

-Gonçalves, B. V.; Figueira, E. B.; Maçãs, V.; Sampaio, J. Effect of player position on movement behaviour, physical and physiological performances during an 11-a-side football game. Journal of sports sciences. Vol. 32. Núm. 2. p. 191-199. 2014.

-Hughes, M.; Lovell, T. Transition to attack in elite soccer. Journal of Human Sport and Exercise. 2019.

-Lago-Peñas, C.; Gomez, M. A.; Pollard, R. Home advantage in elite soccer matches. A transient effect? International Journal of Performance Analysis in Sport. Vol. 17. Núm. 1-2. p. 86-95. 2017.

-Liu, H.; Gomez, M. Á.; Lago-Penãs, C.; Sampaio, J. Match statistics related to winning in the group stage of 2014 Brazil FIFA World Cup. Journal of Sports Sciences. Vol. 33. Núm. 12. p. 1205-1213. 2015.

-Liu, H.; Ruano, M.; Gonçalves, B.; Sampaio, J. Technical performance and match-to-match variation in elite football teams. Journal of Sports Sciences. Vol. 34. Núm. 6. p. 509-518. 2015.

-Malta, P.; Travassos, B. Caracterização da transição defesa-ataque de uma equipa de futebol. Motricidade. Vol. 10. Núm. 1. p. 27-37. 2014.

-Maneiro, R. D.; Amatria, M. J. Polar coordinate analysis of relationships with teammates, areas of the pitch, and dynamic play in soccer: A study of Xabi Alonso. Frontiers in Psychology. Vol. 9. p. 389. 2018.

-Moraes, E. L.; Cardoso, F.; Teoldo, I. Análise dos padrões ofensivos da Seleção Espanhola de Futebol na Copa do Mundo FIFA® 2010 em relação ao “status” da partida. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte. Vol. 28. Núm. 3. p.361-369. 2014.

-Moraes, J.C.; Perin, D.; Cardoso, M. F. S.; Monteiro, A. O.; Voser, R. C. Análise das finalizações e posse de bola em relação ao resultado do jogo de futebol. Revista Mineira de Educação Física. vol. Especial. Núm. 9. p. 397-403. 2013.

-Moreira, R.L.; Lobato, P.L. O scout técnico e a análise de uma equipe de futebol: os números da campanha do Vasco da Gama no Brasileiro de 2011. Universidade do Futebol.

-Moura, F.A. Análise das ações técnicas de jogadores e das estratégias de finalizações no futebol, a partir do tracking computacional. Dissertação. Mestrado em Ciências da Motricidade Instituto de Biociências do Campus de Rio Claro. Universidade Estadual Paulista. UESP. Rio Claro-SP. 2006.

-Oliveira, R.; Dias, G.; Vaz V.; Gama, J. Influência, interação e desempenho do "key-player" no jogo de futebol. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo. Vol. 9. Núm. 33. p.170-179. 2017.

-Pereira, J. Perfil de Prestação do Médio-Defensivo de Alto rendimento em Futebol. Estudo de caso baseado na comparação do comportamento táctico-técnico do jogador com a percepção do treinador. Dissertação de Licenciatura apresentada à Faculdade de Desporto da Universidade do Porto. 2008.

-Santos, R.M. M.; Moraes, E.L.; Costa, I.T. Análise de padrões de transição ofensiva da Seleção Espanhola de Futebol na Copa do Mundo FIFA® 2010. Rev. Bras. Educ. Fís. Esporte. São Paulo. Vol. 29. Núm. 1. p.119-26. 2015.

-Schut, G.; Carr, G.; Barnes, C.; Carling, C.; Bradley, P.S. Positional interchanges influence the physical and technical match performance variables of elite soccer players. Journal of Sports Sciences. Vol. 34. Núm. 6. p. 501-508. 2016.

-Silva, N. Z. S.; Kiche, M. A.; Maia, J. F. Scout técnico e análise do desempenho de uma equipe inglesa de futebol profissional. Anais do EVINCI. UniBrasil. Curitiba. Vol. 3. Núm. 1. p.136-136. 2017.

-Silveira, J. F. C. Efetividade e análise de desempenho ofensivo da Copa do Mundo de Futebol: Rússia 2018. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo. Vol. 10. Núm. 41. Suplementar 2. p.785-794. 2018.

-Tusset, M. Futebol europeu e futebol sul-americano: a influência dos passes e da posse de bola no número de finalizações e nos resultados das partidas. TCC Escola de Educação Física Fisioterapia e Dança da Universidade Federal do Rio Grande do Sul Universidade. UFRGS. Porto Alegre. 2018.

-Varley, M. C.; Gregson, W.; Mcmillan, K; Bonanno, D.; Stafford, K.; Modonutti, M.; Di Salvo, V. Physical and technical performance of elite youth soccer players during international tournaments: influence of playing position and team success and opponent quality. Science and Medicine in Football. Vol. 1. Núm. 1. 2016. p.18-29.

Publicado
2020-09-07
Como Citar
Facchini, M., & Rother, R. L. (2020). Análise da participação ofensiva dos volantes na equipe campeã da Copa Libertadores da América de Futebol de 2017. RBFF - Revista Brasileira De Futsal E Futebol, 12(48), 294-302. Recuperado de http://www.rbff.com.br/index.php/rbff/article/view/946
Seção
Artigos Científicos - Original