Correlação entre a quantidade de Finalizações e o resultado final de jogos de Futsal

  • Eduardo Henrique Rosa Santos Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Uberlândia-MG, Brasil.
  • Gilson Batista Machado Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Uberlândia-MG, Brasil.
  • Simone Cléa Santos Miyoshi Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Uberlândia-MG, Brasil.
  • Vinicius Cardoso Silva Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Uberlândia-MG, Brasil.
Palavras-chave: Futsal, Finalização, Gols, Resultado

Resumo

Este estudo apresenta a seguinte questão problematizadora: Existe correlação entre a quantidade de finalizações e o resultado final nas partidas de Futsal? Mais especificamente pretendeu-se comparar o número de finalizações realizadas à meta, fora da mera e o total de finalizações das equipes vencedoras e perdedoras durante os jogos; analisar e comparar a razão entre o número de finalizações e o número de gols marcados nos jogos; relacionar as zonas de finalização com o número de gols marcados nos jogos, de acordo com zonas pré-delimitadas em um campograma. O universo da pesquisa foi constituído por 15 partidas de Futsal masculino da primeira divisão dos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs) 2015. Objetivando ampliar o objeto de análise, a amostra foi composta pela totalidade do universo. A técnica utilizada foi a observação direta das partidas e foram coletados os dados por meio de uma planilha elaborada pelos pesquisadores. Como resultados, identificou-se que as equipes perdedoras apresentaram um número maior de finalizações à meta do que as equipes vencedoras; com relação ao total de finalizações, as equipes perdedoras, em comparação às vencedoras, finalizaram mais em 60% dos jogos analisados. Pode-se concluir, após processo de observação e análise dos dados coletados, que as equipes vencedoras dos jogos, em detrimento das equipes perdedoras, foram mais eficientes no que diz respeito à razão entre o total de finalizações e o número de gols convertidos.

 

Biografia do Autor

Eduardo Henrique Rosa Santos, Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Uberlândia-MG, Brasil.
Professor de Educação Física - Graduação - Universidade Federal de Uberlandia
Gilson Batista Machado, Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Uberlândia-MG, Brasil.

Doutorando PPGED - UFU - Faculdade de Educação

Professor de Educação Física - Graduação - UNIPAC

Simone Cléa Santos Miyoshi, Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Uberlândia-MG, Brasil.

Doutoranda PPGED - Faculdade de Educação - Universidade Federal de Uberlândia.

 

Vinicius Cardoso Silva, Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Uberlândia-MG, Brasil.
Profissional da Educação Física - Associação Desportiva de futsal Uberlândia

Referências

-Amaral, R.; Garganta, J. A modelação do jogo em futsal: Análise sequencial do 1x1 no processo ofensivo. Revista Portuguesa de Ciências do Desporto. Vol. 3. Num. 5. p.298-310, 2005.

-Bolsonaro, J. R. Análise das finalizações na fase final da Liga Futsal 2012. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo. Vol. 7. Núm. 1. p.148-152. 2015. Disponível em: <http://www.rbff.com.br/index.php/rbff/article/view/276/270>.

-Castro, F.A.V.; Navarro, A.C. Relação entre vitórias ou derrotas e a quantidade de finalizações no jogo de futebol. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo. Vol. 2. Núm. 5. p. 68-71. 2010. Disponível em: <http://www.rbff.com.br/index.php/rbff/article/view/45>

-Confederação Brasileira de Desporto Universitário. 2018. Disponível em: <http://www.cbdu.org.br/>. Acesso em: 02/01/2018.

-Confederação Brasileira de Futsal. 2018. Disponível em: <http://www.cbfs.com.br/>. Acesso em: 02/01/2018.

-Gomes, C. M. Análise e comparação das ações técnico-táticas ofensivas em jogos de futsal do campeonato Europeu 2007 e Sul-americano 2008 de seleções. 2008. TCC. Centro Universitário de Belo Horizonte. Belo Horizonte. 2008.

-Lima, M. R. M. Perfil das finalizações no futsal: um estudo dos XXII Jogos da Juventude do Paraná. 2010. TCC de Graduação em Educação Física. Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte. 2010.

-Martins, E. F.; Cruz, I. R. D.; Silva, R. P.; Durães, G. M. Reprodutibilidade dos testes de condução, chute, passe e recepção em escolares praticantes de Futsal. Revista Consciência Extensão. Montes Claros. Vol. 1. Núm. 1. p.59-65. 2008.

-Sanmpedro, J. Iniciacion al futbol sala. Madrid: Gymnos, 1993.

-Santana, W. C. Futsal: metodologia da participação. Londrina: LIDO. 2001.

-Santana, W. C. Pedagogia do Futsal. S/d. Disponível em: <http://www.pedagogiadofutsal.com.br/historia.aspx>. Acesso em: 30/12/2017.

-Souza, P. R. C.; e colaboradores. Análise das finalizações como indicadores de rendimento em jogos de Futsal. Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte. Vol. 12. Núm. 2. p.89-99. 2012.

-Zaratim, S. Aspectos socioculturais do Futsal. RENEFARA-Revista Eletrônica de Educação da Faculdade Araguaia, Goiânia-GO. Vol. 2. Núm. 2. p.51-62. 2012.

Publicado
2019-11-27
Como Citar
Santos, E. H. R., Machado, G. B., Miyoshi, S. C. S., & Silva, V. C. (2019). Correlação entre a quantidade de Finalizações e o resultado final de jogos de Futsal. RBFF - Revista Brasileira De Futsal E Futebol, 11(44), 347-354. Recuperado de http://www.rbff.com.br/index.php/rbff/article/view/784
Seção
Artigos Científicos - Original