Os jogos reduzidos no futsal e sua influência em ações táticas e técnicas em alunos da categoria sub 13

Henrique Miguel, Jose Guilherme Vicente Pinto

Resumo


Atualmente no Brasil, o futsal é uma das modalidades mais praticadas e que mais cresce, devido a paixão do brasileiro pela modalidade, o aumento de quadras nas áreas urbanas e a facilidade para sua prática (por se tratar de um esporte que utiliza um espaço reduzido e poucos jogadores). Sendo assim, o objetivo deste estudo foi verificar como os jogos adaptados (jogos reduzidos) podem influenciar em alguns fatores táticos e técnicos da modalidade (posse de bola, passes e finalizações). Participaram do estudo 10 indivíduos do sexo masculino com idade entre 12 e 13 anos, que realizaram uma periodização de treinamento composta de 16 sessões pautadas apenas em jogos reduzidos. Antes e após o treinamento foram realizados jogos (JOGO 1 e JOGO2) que foram filmados e serviram para análise do scout. Utilizou-se estatística descritiva. Observou-se após o período das sessões de treino aumento no tempo de posse de bola total durante a partida, tempo de posse de bola defensivo, passes certos, finalizações certas, e gols marcados a favor. Em contrapartida houve a redução do tempo de posse de bola ofensiva, número de passes errados, número total de finalizações e número de finalizações erradas. Observa-se que o treinamento com jogos reduzidos pode ser efetivo para melhoria de diversos componentes técnicos e táticos nos jogos esportivos coletivos, em especial, no futsal. Como esta pesquisa abordou o componente de análise descritiva, não podemos afirmar que houveram mudanças significativas do jogo 1 para o jogo 2, contudo, numa análise simples, observou-se pequenas modificações benéficas.

 

ABSTRACT

The reduced games in futsal and its influence on tactical and technical actions in students of the sub 13 category

Currently in Brazil, futsal is one of the most practiced and growing modalities, due to the passion of the Brazilian by the modality, the increase of blocks in the urban areas and the ease to its practice (because it is a sport that uses a reduced space and few players). Therefore, the objective of this study was to verify how adapted games (reduced games) can influence some tactical and technical factors of the modality (ball possession, passes and finalizations). Ten male subjects aged 12 to 13 years participated in the study, who underwent a training periodization composed of 16 sessions based on reduced games only. Before and after the training, games (JOGO 1 and JOGO2) were carried out, which were filmed and were used for scout analysis. Descriptive statistics were used. It was observed after the period of the training sessions increase in the time of possession of total ball during the match, time of possession of defensive ball, certain passes, certain finalizations, and goals scored in favor. In contrast, there was a reduction in offensive ball possession time, number of wrong passes, total number of finalizations and number of wrong finishes. It is observed that the training with reduced games can be effective for the improvement of several technical and tactical components in collective sports games, especially in futsal. As this research approached the descriptive analysis component, we can not affirm that there were significant changes from JOGO 1 to JOGO 2, however, in a simple analysis, small beneficial modifications were observed.


Palavras-chave


Posse de bola; Jogo pelo jogo; Jogadores inteligentes; Métodos de ensino

Texto completo:

PDF

Referências


-Andrade Júnior, J.R. Futsal: aquisição, iniciação e especialização. Curitiba. Ed. Juruá. 2009.

-Armbrust, M.; Silva, A.L.; Navarro, A.C. Comparação entre método global e método parcial na modalidade futsal com relação ao fundamento passe. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo. Vol. 2. Num.5. p. 77-81.2009. Disponível em:

-Costa, F. R.; Paoli, P. B.; Silva, C. D. A importância dos jogos adaptados na iniciação aos esportes coletivos. Lecturas: Educación Física y Deportes. Vol. 12. Núm. 117. 2008.

-Costa, C. Futsal: Aprenda a ensinar. Florianópolis-SC. Visual Books. 2007.

-Confederação Brasileira de Futsal. Origem do futsal. 2006. Disponível em: http://www.cbfs.com.br/novo/origem.asp. Acesso em: 20/11/2017.

-Garganta, J. New trends of performance analysis in team sports: bridging the gap between reseach, training and competition. In: Conference presented to the Satellite Symposia of the European College of Sports Sciences: Sport Games Coaching and Perfomance. Lisbon, 2008. Faculty of Sports. University of Porto, Portugal. 2008

-Greco, P. J. O componente tático. Material didático do curso de Mestrado em Ciências do Esporte. Escola de Educação Física da UFMG Belo Horizonte. 1992.

-Hughes, M. D; Franks, I. Análise de sequências passageiras, tiros e objetivos no futebol. Journal of Sports Sciences. Vol. 23. p.509-514. 2005

-Miguel, H.; Campos, M.V.A.; Rodrigues, M.F. Análise glicêmica de atletas de futsal suplementados com maltodextrina. Revista EFDeportes. Núm. 153. p.1-1. 2012.

-Miguel, H. Treinamento tático no futsal. Londrina: Sport Training, 2014.

-Mutti, D. Futsal da iniciação ao alto nível. São Paulo. Phorte. 1999.

-Peñas, C.L; Ballesteros, J.L; Dellay, A; Gómez, M. Game-related statistics that discriminated winning, drawing and losing teams from the Spanish soccer league. Journal of Sports Sciences. Vol. 31. p.209-214. 2010.

-Pinto, F. S.; Santana, W. C. Iniciação ao Futsal: as crianças jogam para aprender ou aprendem para jogar? Lecturas: Educación Física y Deportes. Núm. 85. 2005.

-Reis, H.H.B. O ensino dos jogos esportivizados na escola. Dissertação de Mestrado em Educação Física. UFSM. Santa Maria. 1994.

-Salgado, B. Caracterização da intensidade do esforço no treino e no jogo de futsal. Monografia de Licenciatura. Vila Real. UTAD. 2004.

-Santos Filho, J. L. A. Manual de futebol. São Paulo. Phorte. 2002.

-Tenroller, C. A. Futsal: Ensino e prática. Canoas: Ed. ULBRA. 2004.

-Weineck, J. Treinamento Ideal. 9ª edição. São Paulo. Manole. 1999.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBFF - Revista Brasileira de Futsal e Futebol

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Antonio Coppi Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato:aqui