A importância da presença dos pais na iniciação esportiva: o caso do futebol

Marco Aurélio Gonçalves Nóbrega, Éder Caetano Nogueira

Resumo


A presença dos pais, a participação e seus comportamentos são considerados fatores de extrema importância no processo de desenvolvimento dos filhos principalmente na infância e adolescência. O presente estudo teve como objetivo analisar qual a importância dos pais na vida esportiva dos filhos em um projeto de iniciação esportiva de futebol. Participaram do estudo 15 pais que tem seus filhos em uma escolinha de futebol no município de Piraju-SP, com idades entre 7 a 12 anos. Esta pesquisa foi um estudo de abordagem única e no método transversal, na qual foi aplicado o Questionário Para Os Pais (Verardi, 2004). Os resultados revelaram ser muito satisfatório nos quais foi identificado que os pais estão realmente presentes em jogos de seus filhos e mantêm um contato muito bom em relação a conversas após os jogos e buscando explicar de forma coerente e incentivadora a seus filhos sobre competição, saber ganhar ou perder, a forma de como se comportar dentro do campo. O estudo revelou ainda que 43% dos pais se mantêm presentes nos dias de jogos, e muitos dizem que buscam mais esportes para que seu filho tenha uma boa relação social com as demais crianças. A maioria vê o esporte para o futuro, já que 69% dizem querer que seu filho se torne um jogador de futebol. Conclui-se que a participação dos pais na vida esportiva e social dos filhos tem uma importância muito relevante para o seu desenvolver no esporte e também no decorrer em sua vida.  

 

ABSTRACT 

The importance of the presence of parents in sports initiation: the case of football

The presence of parents, participation and their behaviors are considered extremely important factors in the development process of children, especially in childhood and adolescence. The purpose of this study was to analyze the importance of parents in the sports life of their children in a sports initiation project. Participating in the study were 15 parents who have their children in a football school in the municipality of Piraju-SP, aged between 7 and 12 years. This research was a unique approach study and in the transversal method, in which the Questionnaire for Parents was applied (Verardi, 2004). The results proved to be very satisfactory in that it was identified that the parents are actually present in their children's games and maintain a very good contact regarding conversations after the games and seek to explain in a coherent and encouraging way their children about competition, or lose, how to behave in the field. The study also found that 43% of parents stay on game days, and many say they are looking for more sports so their child can have a good social relationship with other children. Most see the sport for the future, as 69% say they want their child to become a footballer. It is concluded that the participation of parents in the sports and social life of the children has a very important importance for their development in sports and also in the course of their lives.


Palavras-chave


Pais; Influência; Iniciação esportiva; Futebol

Texto completo:

PDF

Referências


-Almeida, D.; Souza, R.M. A influência dos pais no envolvimento da criança com o esporte durante a Iniciação Esportiva no futebol em uma escolinha de Campo Bom-RS. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. V. 8, n. 30, p. 256-268, 2016. Disponível em:

-Bittencourt, A.L.C. Futebol e futsal: A influência dos pais na escolha das modalidades esportivas dos filhos. Criciúma. Outubro de 2011.

-Cardoso, M. F. S. Para uma teoria da competição desportiva para crianças e jovens: um estudo sobre os conteúdos, estruturas e enquadramentos das competições para os mais jovens em Portugal. Tese de Doutorado. Faculdade de Desporto. Universidade do Porto. Portugal. 2007.

-Chagas, G.P. Universidade do futebol: A formação acadêmica para treinadores de futebol: Ter ou não ter o diploma? 2015. Disponível em: acesso em 02/12/2016.

-Côté, J. The influence of the family in the development of talent in sport. The Sport Psychologist. Núm. 13. p.395-417. 1999.

-Ferreira, R.M.; Morais, L.C. Influência da família na primeira fase de desenvolvimento da carreira de nadadores medalhistas olímpicos brasileiros. Revista Motricidade. Vol.8. Núm. 2. p.42-51. 2012.

-Filgueira, F.M. Objetivo dos pais em relação à prática do futebol na iniciação. Revista Mineira de Educação Física. Viçosa. Vol. 13. Núm.1. p. 96-110. 2005.

-Filgueira, F. M.; Schwartz, G. M. Torcida familiar: a complexidade das inter-relações na iniciação esportiva ao futebol. Revista Portuguesa de Ciências do Desporto. Vol. 7. Núm. 2. p.245-253. 2007.

-Freire, J.B. Pedagogia do esporte. In Moreira, W. W.; Simões, R. (Orgs.). Fenômeno esportivo no início de um novo milênio. Piracicaba: Unimep, 2000.

-Granados, S. R.; Guuzmán, G. M. E.; Sánchez, M. L. Z. El comportamiento de los padres en el deporte. Retos. Nuevas tendencias en Educación Fisica, Deporte y Recreación. Vol. 1. Núm. 15. p.29-34. 2009.

-Guerra R.P.A.; Souza M.J. Fatores que influenciam a não profissionalização de jovens talentos no futebol, Revista brasileira de futebol. Vol. 1. Núm. 2. p.30-37. 2008.

-Hirota, V.B.; Lima, D.A.; Verardi, C.E.L.; De Marco, A. Iniciação, competição e agressão: manifestações emocionais em jogadores de futebol nas categorias base de clubes amadores da Cidade de São Paulo. Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte. Vol. 8. Núm. 2. 2009.

-Matos, D.C. Prática motivacional em crianças e adolescente para a prática de futebol, EFDeportes.com, Revista Digital. Buenos Aires. Año 16. Núm. 159. 2011.

-Mutti, D. Da Iniciação ao alto nível. 2ª edição. p.17-São Paulo: Phorte. 2003.

-Oliveira, A.M. Considerações acerca da competição durante o processo de iniciação esportiva. 2007. Disponível em: acesso em 05/12/2016.

-Palmieri, M.W.A.; Branco, A.U. Educação Infantil, cooperação e competição: análise micro genética sob uma perspectiva sociocultural; Microgênese da cooperação e competição na Educação Infantil. Revista Semestral da Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE), Vol. 11. Núm. 2. 2007.

-Pavan, M.P.; Segal, V.L. Pequenos inconformados: Uma breve explicação sobre a frustração infantil. 2016. Disponível em acesso em 23/11/2016.

-Rebustini, F. Interferência dos fatores externos sobre os estados de humor em jovens atletas de voleibol. Dissertação de Mestrado. Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho. 2005.

-Verardi, C.E.L.; De Marco, A. Iniciação Esportiva: A Influência dos pais, professores e técnicos. Arquivos em Movimento. Vol. 4. Núm. 2. 2008.

-Vieira, M.R.; e colaboradores. Influência da Família no Processo de Ensino Aprendizagem, disponível em . Acesso em 22/11/2016.

-Weber, L.N.D.; Brandenburgo, O.J.; Viezzer, A.P. A relação entre o estilo parental e o otimismo da criança. Psico-USF. Vol. 8. Núm. 1. p. 71-79. 2001.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBFF - Revista Brasileira de Futsal e Futebol

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Antonio Coppi Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato:aqui