Influência da idade relativa na composição de equipes da série B do Campeonato Paulista de Futebol

  • Sergio de Sousa Aluno de Mestrado do Programa de Pós Gradução Associado UEM/UEL
  • Wellington Roberto Hogera Rodrigues Mestre em Educação Física pelo programa de Pós-Graduação Stricto Sensu associado UEM/UEL.
  • Ricardo Augusto Silva Mestrando no curso de Ciência Animal pela Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE), Pós Graduado em Fisiologia Humana e do Exercício (UNOESTE), Licenciado e Bacharelado em Educação Física (UNOESTE).
Palavras-chave: Esporte, Desempenho, Treinamento, Atletas

Resumo

O fenômeno da Idade Relativa (IR) está presente no futebol mundial, principalmente nas categorias de base, haja vista que jovens nascidos nos primeiros meses do ano levam vantagem no processo de seleção. Entretanto, este mesmo problema tem sido pouco analisado em futebolistas profissionais. Sendo assim, o objetivo do presente estudo foi analisar o efeito da IR nas equipes profissionais pertencentes a série B do Campeonato Paulista de futebol. Para isso, foram analisados 1.112 jogadores de 39 equipes, os quais foram divididos de acordo com as datas de nascimento, indicados por semestre e trimestre, sendo que os respectivos semestres foram divididos em: 1º semestre do 1° de janeiro ao último dia do mês de junho e o 2° semestre foi de 1° de julho ao último dia de dezembro. Em trimestre, houve a divisão de 1° trimestre de Janeiro a Março; 2º trimestre, de Abril a Junho; 3º trimestre, de Julho a Setembro; 4º trimestre, de Outubro a Dezembro. Para análise estatística, foi utilizado o teste Qui-Quadrado para verificar as diferenças percentuais. Como resultado, foi encontrado maior percentual de atletas nascidos nos primeiros meses do ano. Concluímos que o efeito da IR está presente no futebol profissional, excepcionalmente na amostra estudada.

 

ABSTRACT 

Relative age influence on team composition of Paulista Football Championship in B division

The relative age (RA) is a phenomenon that is present on football world, specifically in young players, given the fact that young that was born in the first months of year has better performance on selection process. However, the same problem is not analyzed in elite football. The aim of this study was to analyze the effect of RA in professional teams of division B Paulista Football Championship. Were analyzed 1.115 players of 39 teams, they were divided by birthdates and they were indicated by semester and trimester, in semester they were divided by: 1° semester in the firstly Day January to the last Day June and 2° semester were 1° Day July to the last Day of December. In trimester were divided by 1° trimester January to March, 2° trimester April to June, 3° trimester July to September, 4° October to December. The statistical analysis was done by Chi-square test for verification percentage differences. The results showed the high percentage athletes was born in the firstly months of year. It was concluded that RA is present in professional football, especially in the sample of this study.

Biografia do Autor

Sergio de Sousa, Aluno de Mestrado do Programa de Pós Gradução Associado UEM/UEL
Aluno de Mestrado do Programa de Pós Gradução Associado UEM/UELAluno de Mestrado do Programa de Pós Gradução Associado UEM/UEL
Wellington Roberto Hogera Rodrigues, Mestre em Educação Física pelo programa de Pós-Graduação Stricto Sensu associado UEM/UEL.
Especialista em Nutrição, exercício e Metabolismo
Ricardo Augusto Silva, Mestrando no curso de Ciência Animal pela Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE), Pós Graduado em Fisiologia Humana e do Exercício (UNOESTE), Licenciado e Bacharelado em Educação Física (UNOESTE).
Mestrando no curso de Ciência Animal pela Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE), Pós Graduado em Fisiologia Humana e do Exercício (UNOESTE), Licenciado e Bacharelado em Educação Física (UNOESTE).

Referências

-Barros, A.N.; Matta, M.O.; Costa, I.T. A data de nascimento e o tempo de profissionalização podem ser fatores decisivos para a obtenção dos prêmios da FIFA e do Campeonato Brasileiro? Revista Brasileira de Futebol. Vol. 5. Num. 2. 2012. p. 20-27.

-Bidaurrazaga-letona, I.; Badiola, A.; Granados, C.; Lekue, J. A.; Amado, M.; Gil, S.M. Relative age effect in soccer: a study in a professional Basque club. RETOS. Nuevas tendencias en Educación Física, Deporte y Recreación. Vol. 25. 2014. p. 95-99.

-Costa, V.T.; Simim, M.A.; Noce, F.; Costa, I.T.; Samulski, D.M.; Moraes, L.C.C.A. Comparison of relative age of elite athletes participating in the 2008 Brazilian soccer championship series A and B. Motriz. Vol. 5. Num. 3. 2009. p. 35-38.

-Del Campo, D.G.D.; Vicedo, J.C.P.; Villora, S.G.; Jordan, O.R.C. The relative age effect in youth soccer players from Spain. Journal of Sports Science and Medicine. Vol. 9. 2010. p. 190-198.

-Folgado, H.A.; Caixinha, P.F.; Sampaio, J.; Maçãs, V. Efeito da idade cronológica na distribuição dos futebolistas por escalões de formação e pelas diferentes posições especificas. Revista Portuguesa de Ciências do Desporto. Vol. 6. Num. 3. 2006. p. 349-355.

-Gil, S.; Ruiz, F.; Irazusta, A.; Gil, J.; Irazusta, J. Selection of Young soccer players in terms of anthropometric and physiological factors. Journal of Sports Medicine Physical Fitness. Vol. 47. Num. 1. 2007. p. 25-32.

-Helsen, W.; Williams, M.; Van Winckel, J. The relative age effect in youth soccer across European Journal of Sports Science. Vol. 23. Num. 6. 2005. p. 629-636.

-Jiménez, I.P.; Pain, M.T. Relative age effect in Spanish association football: Its extent and implications for wasted potential. Journal of Sports Science. Vol. 26. 2008. p. 995-1003.

-Joyner, P.W.; Mallon, W.J.; Kirkendall, D.T.; Garrett, J.R.W.E. Relative age effect: beyond the youth phenomenon. The Duke Ortho Journal. Vol. 3. Num. 1. 2013. p. 74-79.

-Massa, M.; Costa, E.C.; Moreira, A.; Thiengo, C.R.; De Lima, M.R.; Marquez, W.Q.; Aoki, M.S. Efeito da idade relativa no Futebol: o estudo de caso do São Paulo Futebol Clube. Revista Brasileira de Cineantropometria e Desempenho Humano. Vol. 16. Num. 4. 2014. p. 399-405.

-Mujika, I.; Vaeyens, R.; Matthys, S.P.; Santisteban, J.; Goiriena, J.; Philippaerts, R.M. The relative age effect in a professional football club setting. Journal of Sports Science. Vol. 27. Num. 11. 2009. p. 1153-1158.

-Musch, J.; Grondin, S. Unequal competition as an impediment to personal development: a review of the relative age effect in sport. Developmental Review. Vol. 21. 2011. p. 147-167.

-Paoli, P.B.; Silva, C.B.; Soares, A.J.G. Tendência atual da detecção, seleção e formação de talentos no futebol brasileiro. Revista Brasileira Futebol. Vol. 1. Num. 2. 2012. p. 38-52.

-Pinto, D.P.; Silva, C.D.; Belli, R.J.; Ramos, M.R.; Miranda, R.H.S.; Paoli, P.B. Efeito da idade relativa no Futebol: Análise em jogadores Sub-elite e elite no Brasil. Revista Brasileira de Futebol. Vol. 5. Num. 1. 2012. p. 24-30.

-Rogel, T.; Alves, I.; Franca, H.; Vilarinho, R.; Madureira, F. Efeito da idade relativa na seleção do talento no futebol. Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte. Vol. 6. Num. 3. 2007. p. 171-178.

-Simmons, C.; Paull, G. C. Season-of-birth bias in association football. Journal of Sports Science. Vol. 19. Num. 9. 2001. p. 677-686.

-Vaeyens, R.; Philippaerts, R.M.; Malina, R.M. The relative age effect in soccer: a matchrelated perspective. Journal of Sports Science. Vol. 23. Num. 7. 2005. p. 747-756.

Publicado
2018-02-17
Como Citar
Sousa, S. de, Hogera Rodrigues, W. R., & Silva, R. A. (2018). Influência da idade relativa na composição de equipes da série B do Campeonato Paulista de Futebol. RBFF - Revista Brasileira De Futsal E Futebol, 10(36), 18-22. Recuperado de http://www.rbff.com.br/index.php/rbff/article/view/528
Seção
Artigos Científicos - Original