Análise cinemática do chute no futsal com aproveitamentos diferentes

  • Fernando Castro Feres Graduado na Universidade Federal de Ouro Preto-UFOP
  • Daniel Coelho Centro Desportivo da Universidade Federal de Ouro Preto; Campus Morro do Cruzeiro, Bauxita, Ouro Preto, Minas Gerais
  • Runer Marson Laboratório de Biomecânica; Instituto de Pesquisa da Capacitação Física do Exército (IPCFEx), Rio de Janeiro, Rio de Janeiro.
Palavras-chave: Fenômenos biomecânicos, Extremidade inferior dominante, Cinemática, Velocidade linear, Futsal

Resumo

Objetivo do estudo foi analisar e comparar os padrões cinemáticos do joelho e as velocidades lineares da coxa e perna no chute com o dorso do pé no futsal em relação aos chutes com diferentes aproveitamentos, sendo estes os que acertaram (CA) ou não o alvo (CNA). Participaram do estudo 18 universitários homens. Utilizou-se uma câmera filmadora com a frequência de amostragem de 30Hz. Foram colocados marcadores passivos nos pontos anatômicos do membro inferior dominante. Cada participante realizou 10 chutes. Foram analisados três momentos T1 (fase de preparação), T2 (metade do movimento) e T3 (fase de execução). Na comparação entre o setor T1-T2 com o T2-T3 foram encontradas diferenças significativas (p<0,001), mas na comparação do segmento perna CNA não houve variação na velocidade linear. Assim o padrão de movimento que influenciou no chute foi velocidade linear da perna que não obteve um aumento durante o segundo setor.

 

ABSTRACT 

Kinematic analysis of the kick movement in futsal with different incomes

The objective of the study was analyze and compare kinematic patterns of the knee and linear speeds in the thigh and leg in the kick with the instep in futsal in relation to kicks with different yields, being the ones that hit (CA) or not the target (CNA). The study included 18 university men. We used a video camera with a sampling frequency of 30Hz. Passive markers were placed on anatomical points of the lower limb. Each participant performed 10 kicks. Three moments were analyzed T1 (preparation phase), T2 (half of the movement) and T3 (execution phase). Comparing the sector T1-T2 with T2-T3 we found significant differences (p<0.05), but in comparison of the leg segment CAN we have not variation in the linear velocity. Therefore, the pattern of movement which influenced the kick was the linear velocity of the leg that did not receive an increase during the second sector.

Referências

-Amadio, A. C.; Serrão, J. C. Contextualização da biomecânica para a investigação do movimento: fundamentos, métodos e aplicações para análise da técnica esportiva. Revista Brasileira Educação Física Esporte. Vol. 21. p.61-85. 2007.

-Barbieri, F. A.; Santiago, P. R. P.; Gobbi, L. T. B.; Cunha, S. A. Diferenças entre o chute realizado com o membro dominante e não-dominante no futsal: variabilidade, velocidade linear das articulações, velocidade da bola e desempenho. Revista Brasileira Ciência do Esporte. Vol. 29. Núm. 2. p.129-146. 2008.

-Cunha, S. A. Análises Biomecânicas no Futebol. Motriz. Vol. 9. Núm. 1. p.25-30. 2003.

-Enoka, R. M. Bases neuromecânicas da cinesiologia. 2ª edição. São Paulo. Manole, 2000.

-Garret, Jr.; Willian, E. A ciência do exercício e dos esportes. Porto Alegre. Artmed. 2003.

-Hamill, J.; Knutzen, K. M. Bases biomecânicas do movimento humano. 2ª edição. São Paulo. Manole. 2008.

-Magalhães Junior, W. J. Padrão cinemático do chute no futebol: Comparação entre indivíduos praticantes e não praticantes nas situações de descanso e exaustão. Dissertação Mestrado em Motricidade Humana Instituto de Biociências. Universidade Estadual Paulista. Rio Claro. 2003.

-Moreira, D.; Godoy, J. R. P.; Braz, R. G.; Machado, G. F. B.; Santos, H. F. S. Abordagem cinesiológica do chute no futsal e suas implicações clínicas. Revista Brasileira Ciência e Movimento. Vol. 12. Núm. 2. p.81-85. 2004.

-Mutti, D. Futsal: da iniciação ao alto nível. 2ª edição. São Paulo. Phorte. 2003.

-Oliveira, R. B. Análise da perna dominante do chutar em crianças: Condições de bola parada e em movimento. Dissertação Mestrado Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo. 2011.

-Santiago, P. R. P.; Moura, F. A.; Barbieri, F. A.; Lima Junior, R. S.; Cunha, S. A. Relação do padrão cinemático de movimento com desempenho do chute em cobranças de falta no futebol. Revista Brasileira de Biomecânica. Vol. 8. Núm. 15. 2007.

-Santos, P. C. R.; Barbieri F. A.; Gobbi, L. T. B. Relacionamento entre as variáveis da corrida de aproximação e da posição de pé de apoio com a velocidade da bola nos chutes com o membro dominante e não dominante. Revista Brasileira de Biomecânica. Vol. 13. Núm. 26. 2012.

-Silveira, C. F. Efeito agudo de exercício prolongado na coordenação do chute do futsal. Dissertação Mestrado Departamento de Educação Física. Setor de Ciências Biológicas da Universidade Federal do Paraná. 2010.

-Tagliari, C. C. A Utilização aguda de dicas na performance do chute de precisão no futebol. Dissertação Mestrado em Comportamento Motor. Setor de Ciências Biológicas da Universidade Federal do Paraná. 2009.

-Teixeira, F. G. Comparações dos padrões cinemáticos de chutes realizados por participantes com 15 e 17 anos. Dissertação Mestrado em Motricidade Humana Instituto de Biociências. Universidade Estadual Paulista. Rio Claro. 2004.

-Teixeira, C. S.; Mota, C. B. Variáveis cinemáticas do membro inferior dominante e não dominante durante o chute. Revista Mineira Educação Física. Vol. 15. Núm. 2. p.80-100. 2007a.

-Teixeira, C. S.; Mota, C. B. Variáveis biomecânicas do chute com o dorso do pé. Rev Digital. Ano. 11. Núm. 104. 2007b.

-Thomaz, T. Descrição e comparação de dois tipos de chute no futebol feminino através de variáveis angulares. Dissertação Mestrado. Motricidade Humana Instituto de Biociências. Universidade Estadual Paulista. Rio Claro. 2005.

Publicado
2016-11-15
Como Citar
Feres, F. C., Coelho, D., & Marson, R. (2016). Análise cinemática do chute no futsal com aproveitamentos diferentes. RBFF - Revista Brasileira De Futsal E Futebol, 9(32), 8-15. Recuperado de http://www.rbff.com.br/index.php/rbff/article/view/363
Seção
Artigos Científicos - Original