Motivação de crianças para a participação em uma escolinha de futsal

  • Maurício Augusto Zagula Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil.
  • Patrícia da Rosa Louzada Silva Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil.
  • Vivian Hernandez Botelho Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil.
  • Eraldo dos Santos Pinheiro Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil.
  • Inácio Crochemore Mohnsam da Silva Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil.
Palavras-chave: Esporte, Familia, Apoio Social

Resumo

Introdução: A motivação é um fator importante para o ingresso de crianças em escolinhas esportivas e pode variar de acordo com idade e modalidade. Objetivo: Investigar a motivação de crianças para participação em uma escolinha de iniciação esportiva de futsal do sul do Rio Grande do Sul. Materiais e métodos: De natureza qualitativa e abordagem descritiva, o estudo teve a participação de 25 crianças de oito e nove anos. Para a coleta das informações foram utilizados os instrumentos diários de campo e entrevista. Primeiramente, o estudo contou com uma aproximação em que o entrevistador esteve presente, durante o período de um mês nos treinos esportivos, com a intenção de facilitar a interação e familiarização e na sequência, ocorreu a fase de entrevistas em grupo, seguindo um roteiro investigativo preestabelecido. As informações coletadas foram transcritas e realizada a análise de conteúdo para examinar e interpretar as informações. Resultados: Dentre os principais resultados identificou-se que o ingresso foi na maioria dos casos motivados pela própria criança, seguido por interesse dos pais ou responsáveis e por incentivo dos amigos. Entre os motivos que os mantiveram treinando destaca-se o sonho de tornarem-se jogador(a) de futebol, as características e estruturas dos treinos, bem como a importância do apoio social dos amigos e familiares. Conclusão: Compreender tais fatores é relevante para fomentar na prática profissional ações que façam sentido às expectativas e contextos das crianças envolvidas, favorecendo também para a manutenção de seus vínculos com as escolinhas e com a prática esportiva.

Referências

-Almeida, D.; Souza, R.M. A influência dos pais no envolvimento da criança com o esporte durante a Iniciação Esportiva no futebol em uma escolinha de Campo Bom-RS. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo. Vol. 8. Num. 15. 2016. p. 256-268.

-Bardin, L. Análise de Conteúdo. Lisboa. Edições 70. 2011.

-Costa, J.E.; Dias, N.; Oliveira, E.A.; Aburachid, L.C.; Grunennvaldt, J.T. A mulher em quadra: evidências contemporâneas do contato inicial com futsal. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo. Vol. 10. Num. 41. 2018. p. 694-702.

-Diehl, A.A.; Souza, R.M. Os fatores motivacionais no Futsal: estudo realizado com crianças de um projeto social de Futsal no município de Lindolfo Collor-RS. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo. Vol. 10. Num. 39. 2018. p. 445-454.

-Fonseca, G.M.M.; Zechin, M.; Mangini, R.E. O abandono do futsal na iniciação esportiva. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo. Vol. 6. Num. 21. 2014. p. 169-176.

-Fonseca, V. Desenvolvimento cognitivo e processo de ensino aprendizagem: Abordagem psicopedagógica à luz de Vygotsky. Rio de Janeiro. Vozes. 2018.

-Gil, A.C. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo. Atlas. 2008.

-Gonzales, N.M.; Pedroso, C.A.M.Q. Esporte como conteúdo da Educação Física: A ação pedagógica do Professor. EFdeportes. Com. Vol. 15. 2012.

-Greco, P.J.; Silva, S.A. A metodologia de ensino dos esportes no marco do programa segundo tempo. IN Oliveira, A.B.; Perim, G.L. Fundamentos pedagógicos para o programa segundo tempo. Porto Alegre. UFRGS. 2009. p. 81-111.

-Kozak, J.C.P.; Silva, G. Análise motivacional da prática de futsal em crianças de 3 a 7 anos de idade e das expectativas dos pais. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo. Vol. 10. Num. 39. 2018. p. 421-427.

-Morais, A.O.; Souza, S.R.; Bosquetti, M.A.; Santos, G.G. Comportamentos antiesportivos e de fair play em categorias de base do futsal. Revista Brasileira de Terapia Comportamental e Cognitiva. Vol. 21. Num. 2. 2019. p. 136-150.

-Moura, I.S. Fatores que interferem na iniciação do futsal nas categorias de base sub 09 e sub 11. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo. Vol. 7. Num. 26. 2016. p. 425-429.

-Notari, G.S.; Voser, R.C.; Duarte Júnior, M.A.S.; Hernandez, J.A.E. Fatores motivacionais em atletas de categoria de base de um clube de futebol de Porto Alegre. Revista Brasileira de futsal e futebol. São Paulo. Vol. 10. Num. 41. 2018. p. 703-709.

-Oliveira Tobias, W.; Cazella, R.D.; Ribeiro, D. Fatores relacionados à desistência da prática do Futsal e crianças e adolescentes. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo. Vol. 8. Num. 29. 2016. p. 181-189.

-Paiva, R.; D’Angelo, F.; Venâncio, C.; Freire, J.B. O jogo: Conteúdo e estratégia para ensinar bem o esporte para todos. Revista REMECS. Vol. 2. Num. 2. 2016. p. 47-56.

-Reverdito, R.S.; Scaglia, A.J.; Montanger, P.C. Pedagogia do esporte: aspectos conceituais da competição e estudos aplicados. São Paulo. Phorte. 2013.

-Rosa, I. Influência do futsal e do treinador no desenvolvimento social em crianças e adolescentes. Monografia. Santa Rosa. UNIJUI. 2019.

-Santos, A.R.; Eugênio, J.F.; Souza, R.A.; Liberali, R.; Almeida R. A influência familiar em atletas de categorias de base no futebol. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo. Vol. 3. Num. 8. 2012. p. 83-88.

-Samulski, D. Psicologia do esporte: conceitos e novas perspectivas. 2ª edição. Manole. 2004.

-Silva, F.S.C. Percepção de envolvimento parental e motivação de jovens atletas no esporte. Dissertação de Mestrado. Universidade Estadual Paulista. 2019.

Publicado
2022-03-24
Como Citar
Zagula, M. A., Silva, P. da R. L., Botelho, V. H., Pinheiro, E. dos S., & Silva, I. C. M. da. (2022). Motivação de crianças para a participação em uma escolinha de futsal. RBFF - Revista Brasileira De Futsal E Futebol, 13(55), 595-603. Recuperado de http://www.rbff.com.br/index.php/rbff/article/view/1188
Seção
Artigos Cientí­ficos - Original