A produção científica sobre atletas deficientes visuais de futebol de cinco

  • Wagner Ataíde Leal Centro Universitário Unifacisa, Brasil.
  • Kalinne Fernandes Silva Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, Paraíba, Brasil.
  • Ananias Antônio Martins Neto Universidade Estadual de Londrina, Brasil.
  • Carlos Eduardo de Meireles Centro Universitário João Pessoa, Brasil.
  • Gilmário Ricarte Batista Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, Paraíba, Brasil.
  • Julio Cesar Gomes Silva Centro Universitário Unifacisa, Brasil.
Palavras-chave: Desempenho Esportivo, Futebol, Deficientes visuais

Resumo

O objetivo desta revisão sistemática é identificar os estudos científicos sobre os atletas deficientes visuais de futebol de cinco. As bases de dados eletrônicas Scielo, Web of Science, Scopus, Pubmed e Google Scholar foram utilizadas para identificar estudos relacionados ao futebol para pessoas com deficiência visual. As publicações se concentraram em 10 periódicos, sendo três estudos publicados em periódicos nacionais e sete estudos estão em periódicos internacionais, além disso, percebe-se que cinco estudos são da área da cineantropometria, enquanto quatro estudos são da área do treinamento desportivo e apenas um estudo é da área da cinesiologia e biomecânica. Conclui-se que, apesar de ser uma modalidade muito praticada existem poucas evidências na literatura acerca do futebol de cinco para deficientes visuais.

Referências

-Agüero, S. D.; Valdés-Badilla, P.; Varas-Standen, C.; Arroyo-Jofre, P.; Herrera-Valenzuela, T. Perfil antropométrico de deportistas paralímpicos de élite chilenos. Revista Española de Nutrición Humana y Dietética. Vol. 20. Núm. 4. 2016.

-Barbosa, J. M.; Brandão, D. C. Análise do condicionamento físico de deficientes visuais praticantes de atletismo. Revista Digital Lecturas, Educación física y deportes. Vol. 17. Núm. 176. 2013.

-Castelli, D. P.; Fontes, M. S. Futebol paralímpico: manual de orientação para professores de Educação Física. Brasília. Comitê Paraolímpico Brasileiro. 2006. 50p.

-Campos, L. F. C. C.; Borin, J. P.; Santos, L. G. T. F.; Souza, T. M. F.; Paranhos, V. M. S.; Tanhoffer, R. A. Evaluación isocinética en los atletas de la selección Brasileña de fútbol de 5. Rev Bras Med Esporte. Vol. 21. Núm. 3. p. 220-3. 2015.

-Dalla Déa, V. H. S.; Duarte, E.; Gorla, J. I.; Inácio, H. L. D.; Castro, A. P. Avaliação dos estados de humor dos atletas paraolímpicos brasileiros de futebol de cinco. Pensar a Prática. Vol. 14. Núm. 2. p. 1-10. 2011.

-Finocchietti, S.; Gori, M.; Oliveira, A. S. Perfil Cinemático de Visualmente Jogadores de futebol com deficiência durante Ações Esportivas Específicas. Scientific Reports. 2019.

-Gamonales, J.M.; e colaboradores. Eficácia do arremesso Fa5 para cegos nos Jogos Paraolímpicos de 2016. Jornal Internacional de Medicina e Ciências da Atividade Física e Esportes. Vol.19. Núm.76. p. 745-764. 2019.

-Gorla, J. I.; e colaboradores. Composição corporal e perfil somatotípico de atletas da seleção brasileira de futebol de 5. Revista Brasileira de Ciências e Esporte. Vol. 39. Núm. 1. p.79-84. 2017.

-Oliveira, G. L.; Oliveira, T. A.; Valentim-Silva, J. R.; Fenandes-Filho, J. Perfil dermatoglífico e composição corporal de atletas da Seleção Brasileira de Futebol de cinco. International Journal of Sports Sciences. Vol. 8. Núm. 3. p. 78-82. 2018.

-Oliveira, G. L.; Pinho-Gonçalves, P. S.; Oliveira, T. A.; Valentim-Silva, J. R.; Fernandes, P. R.; Fernandes-Filho, J. Composição corporal e somatotipo de atletas da seleção brasileira de futebol de 5: equipe paralímpica Rio 2016. Revista da Faculdade de Medicina. Vol. 66. Núm. 1. p. 25-29. 2018.

-Reis, R. E.; Mezzadri, F. M. Futebol para pessoas com deficiência e suas adaptações no país do Futebol. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo. Vol. 9. Núm. 35. p. 361-368. 2017.

-Rodrigues, D. F.; Silva, A.; Rosa, J. P. P.; Ruiz, F. S.; Veríssimo, A. W.; Winckler, C.; Mello, M. T. Sleep quality and psychobiological aspects of Brazilian Paralympic athletes in the London 2012 pre-Paralympics period. Motriz: Revista de Educação Física. Vol. 21. Núm. 2. p. 168-176. 2015.

-Santos, C. N.; Carvalho, T. L.; Felício, L. R.; Mainenti, M. R. M.; Vigário, P. S. Controle postural de atletas com diferentes graus de deficiência visual. Journal Physycal Education. Vol. 29. p.29-36. 2018.

-Souza, R. P.; Alves, J. M. V, Gorla, J. I.; Novaes, G.; Cabral, S. I. C.; Neves, E. B.; Nogueira, C. D. Characterization of the intensity of effort of blind athletes from the Brazilian Football 5-A-Side national team. J. Health Biol Sci. Vol. 4. Núm. 4. p.218-226. 2016.

-Simim, M. A. M.; Calsavara, C. Q.; Silva, B. V. C.; Mota, G. R.; Moreira, H. F. Futebol de cinco para deficientes visuais. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo. Vol. 7. Núm. 24. p. 231-236. 2015.

-Vigário, P. S.; e colaboradores. Dissimilaridade entre o estado de humor, humor deprimido e qualidade de vida em atletas com deficiência visual. Cuadernos de Psicología del Deporte. Vol. 19. Núm. 2. p. 147-159. 2019.

-Webborn, N.; Cushman, D.; Blauwet, C.A.; Emery, C.; Derman, W.; Schwellnus, M.; Stomphorst, J.; Vliet, P. V.; Willick. S. E. The epidemiology of injuries in football at the London 2012 Paralympic Games. Wiley Online Library. Vol. 8. Núm. 6. p. 1-8. 2016.

-Werneck, S. L.; Bara Filho, Z. F.; Coelho, G. M.; Ribeiro, F.E. Efeito agudo do tipo e da intensidade do exercício sobre os estados de humor. Rev. Bras. Atividade Física Saúde. Vol. 15. p. 211-217. 2012.

Publicado
2022-03-24
Como Citar
Leal, W. A., Silva, K. F., Martins Neto, A. A., Meireles, C. E. de, Batista, G. R., & Silva, J. C. G. (2022). A produção científica sobre atletas deficientes visuais de futebol de cinco. RBFF - Revista Brasileira De Futsal E Futebol, 13(56), 700-709. Recuperado de http://www.rbff.com.br/index.php/rbff/article/view/1185
Seção
Artigos Cientí­ficos - Original