Efeito da idade relativa e trajetória esportiva: uma análise de jovens atletas indicados ao prêmio Golden Boy

  • Rafael Andrade Gomes Departamento de Educação Física, Universidade Federal de Viçosa, Viçosa-MG, Brasil.
  • Luciano Bernardes Leite Departamento de Educação Física, Universidade Federal de Viçosa, Viçosa-MG, Brasil.
  • Leonardo Mateus Teixeira de Rezende Departamento de Educação Física, Universidade Federal de Viçosa, Viçosa-MG, Brasil.
  • José Geraldo do Carmo Salles Departamento de Educação Física, Universidade Federal de Viçosa, Viçosa-MG, Brasil.
Palavras-chave: Idade Relativa, Trajetória Esportiva, Golden Boy

Resumo

Introdução: No esporte sabe-se que a data de nascimento pode influenciar diretamente no processo de identificação e desenvolvimento esportivo de crianças e adolescente, tal fenômeno é identificado como o Efeito da Idade Relativa (EIR). Objetivo: Identificar o efeito da idade relativa (EIR) e a trajetória esportiva de jovens atletas indicados ao prêmio Golden Boy. Materiais e Métodos: A amostra foi composta por 102 atletas que foram indicados ao prêmio, entre os anos de 2003 e 2013. Na amostra foram selecionados os 10 primeiros colocados de cada ano. O recorte temporal do levantamento ocorreu com a intenção de apanhar os indicados até o ano de 2013, para que fosse possível analisar a sequência da carreira nos anos posteriores. Foram coletados as seguintes informações sobre os jogadores indicados ao prêmio: data de nascimento e número de convocações para as seleções nacionais até o ano de 2019. A coleta de dados foi realizada diretamente no site do Jornal Italiano Tuttosport  (www.tuttosport.com/)  idealizador do prêmio. As informações gerais dos jogadores foram obtidas no site O Gol (www.ogol.com.br). A normalidade dos dados foi testada por meio do teste de kolmogorov-Smirnov. Foi realizado o teste qui­-quadrado (χ2) para a comparação da distribuição esperada e observada nos quartis e semestres de nascimento dos atletas. Resultados: Foi observado uma diferença significativa, com maior frequência de atletas nos primeiros quartis (1,2). Em relação a trajetória dos atletas foi observado que 66,7% dos jogadores fizeram no mínimo 20 jogos pelas suas respectivas seleções, e 35,5% não atingiram o valor mínimo estabelecido nesse estudo. Conclusão: Foi constatado o Efeito da Idade Relativa entre os jovens jogadores indicados ao prêmio Golden Boy.

Referências

-Barnsley, R. H.; Thompson, A. H.; Barnsley, P. E. Hockey success and birthdate: The RAE. Canadian Association for Health. Phys. Educ. Recreat. J. Vol. 51. p.23-28. 1985.

-Barnsley, R. H.; Thompson, A. H.; Legault, P. Family planning: Football style. The relative age effect in football. International review for the sociology of sport. Vol. 27. Núm. 1. p.77-87. 1992.

-Carli, G.C.; Luguetti, C.N.; Ré, A.H.N.; Böhme, M.T.S. Efeito da idade relativa no futebol. Revista Brasileira de Ciência e Movimento. Brasília. Vol. 17. Num. 3. 2009. p. 25-31.

-Costa, O. G.; Paula, H. L. B. D.; Coelho, E. F.; Ferreira, R. M.; Werneck, F. Z. O efeito da idade relativa: análise da Copa do Mundo FIFA 2014. 2014.

-Côté, J.; Macdonald, D. J.; Baker, J.; Abernethy, B. When “where” is more important than “when”: Birthplace and birthdate effects on the achievement of sporting expertise. Journal of sports sciences. Vol. 24. Núm. 10. p.1065-1073. 2006.

-Helsen, W. F.; Van Winckel, J.; Williams, A. M. The relative age effect in youth soccer across Europe. Journal of sports sciences. Vol. 23. Núm. 6. p. 629-636. 2005.

-Malina, R. M.; Reyes, M. P.; Eisenmann, J. C.; Horta, L.; Rodrigues, J.; Miller, R. Height, mass and skeletal maturity of elite Portuguese soccer players aged 11-16 years. Journal of sports sciences. Vol. 18. Núm. 9. p. 685-693. 2000.

-Malina, R.M.; Bouchard, C.; Bar-Or, O. Crescimento maturação e atividade física. 2ª edição. Phorte. 2009.

-Marques, P.R.R.; Pinheiro, E.S.; Coswig, V.S. Efeito da idade relativa sobre a seleção de atletas para as categorias de base de um clube de futebol. Revista Brasileira de Ciências do Esporte. Vol. 41. Num. 2. 2018. p. 157-162.

-Mush, J.; Grondin, S. Unequal competition as an impediment to personal development: A review of the relative age effect in sport. Developmental review. Vol. 21. Núm. 2. 147-167. 2001.

-Rabelo, F. N.; e colaboradores. Efeito da idade relativa nas categorias do futebol brasileiro: critérios de seleção ou uma tendência populacional? Revista Brasileira de Ciências do Esporte. Vol. 38. Num. 4. 2016. p. 370-375.

-Williams, A. M.; Reilly, T. Talent identification and development in soccer. Journal of sports sciences. Vol. 18. Núm. 9. p. 657-667. 2000.

Publicado
2021-11-07
Como Citar
Gomes, R. A., Leite, L. B., Rezende , L. M. T. de, & Salles , J. G. do C. (2021). Efeito da idade relativa e trajetória esportiva: uma análise de jovens atletas indicados ao prêmio Golden Boy. RBFF - Revista Brasileira De Futsal E Futebol, 13(53), 349-354. Recuperado de http://www.rbff.com.br/index.php/rbff/article/view/1131
Seção
Artigos Cientí­ficos - Original