Uefa Champions League: panorama acerca dos momentos decisivos, influência da vantagem inicial e local da partida

  • Giovanni Henrique Teixeira dos Santos Góes Universidade de São Paulo, Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto, Laboratório de Pedagogia do Esporte, Esporte Paralímpico e Análise do jogo, Ribeirão Preto-SP, Brasil.
  • Rodrigo Andrade Amaral Universidade de São Paulo, Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto, Laboratório de Pedagogia do Esporte, Esporte Paralímpico e Análise do jogo, Ribeirão Preto-SP, Brasil.
  • Márcio Pereira Morato Universidade de São Paulo, Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto, Laboratório de Pedagogia do Esporte, Esporte Paralímpico e Análise do jogo, Ribeirão Preto-SP, Brasil.
Palavras-chave: Futebol, Desempenho esportivo, Estatísticas

Resumo

O futebol é uma das modalidades mais difundidas no mundo e a modalidade mais praticada no Brasil. Com isso, junto a crescente importância da Análise de Jogo, o presente estudo teve como objetivo analisar e caracterizar os jogos da UEFA Champions League nas temporadas 2016-2019, de acordo com fatores determinantes para uma maior chance de êxito nos jogos. Para isso, foram analisadas as súmulas de todas as 375 partidas da UEFA Champions League nas temporadas citadas, resultando na constatação de momentos mais decisivos das partidas e da influência da vantagem inicial sobre vitória, assim como, a influência do local da partida. Houve diferença significativa na relação das influências supracitadas com o índice de vitórias e da frequência de gols entre os períodos das partidas (p<0,001).

Referências

-Almeida, C.H.; Ferreira, A.P.; Volossovitch, A. Effects of match location, match status and quality of opposition on regaining possession in UEFA champions league. Journal of Human Kinetics. Vol. 41. Núm. 1. p. 203-214. 2014.

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4120454/

-Almeida, L.G.; Oliveira, M.L.; Silva, C.D.S. Uma análise da vantagem de jogar em casa nas duas principais divisões do futebol profissional brasileiro. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte. Vol. 25. Núm. 1. p. 49-54. 2011.

-Araujo, V.; Anõn, I.; Scaglia, A. Análise da relação do primeiro gol e o período de ocorrência com o resultado final da partida no campeonato paulista sub-15 de 2017. Revista Brasileira de Futebol. Vol. 12. Núm. 1. p. 39-49. 2019.

-Armatas, V.; Giannakos, A.; Skoufas, D.; Papadopoulou, S. Evaluation of goals scored in top ranking soccer matches: greek “superleague” 2006-07. Serbian Journal of Sports Sciences. 2009.

https://sjss.sportsacademy.edu.rs/archive/details/full/evaluation-of-goals-scored-in-top-ranking-soccer-matches-greek-%E2%80%9Csuperleague%E2%80%9D-2006-07-44.html

-Armatas, V.; Yiannakos, A.; Sileloglou, P. Relationship between time and goal scoring in soccer games: Analysis of three World Cups. International Journal of Performance Analysis in Sport. Vol. 7. Núm. 2. p. 48-58. 2007.

-Bezerra, M.A.A.; Bottcher, L.B.; Bezerra, G. G. O.; Lopes, C.R.; Julião, J.F.; Souza, E.T. Análise da incidência temporal de gols na copa do brasil 2017. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo. Vol. 10. Núm. 36. p. 41-48. 2018. http://www.rbff.com.br/index.php/rbff/article/view/655/528

-Brasil. Ministério do Esporte. Diagnóstico Nacional do Esporte. Diagnóstico Nacional do Esporte. 2016.

-Braz, T. V. Análise de Jogo no Futebol: Considerações sobre o componente técnico-tático, planos de investigação, estudos da temática e particularidades do controle das ações competitivas. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo. Vol. 5. Núm. 15. p. 28-43. 2013.

http://www.rbff.com.br/index.php/rbff/article/view/172/162

-Campos, N.; Drezner, R.; Cortez, J.A.A. Análise da ocorrência temporal dos gols no Campeonato Brasileiro 2011. Revista Brasileira de Ciências do Esporte. Vol. 38. Núm. 1. p. 58-63. 2016.

-Casarin, R. V.; Reverdito, R. S.; Greboggy, D. L.; Afonso, C. A.; Scaglia, A. J. Modelo de jogo e processo de ensino no futebol: Princípios globais e específicos. Movimento. Vol. 17. Núm. 3. p. 133-152. 2011.

-Coutinho, D.; Gonçalves, B.; Wong, D. P.; Travassos, B.; Coutts, A. J.; Sampaio, J. Exploring the effects of mental and muscular fatigue in soccer players’ performance. Human Movement Science. Vol. 58. p. 287-296. 2018.

https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/29549745

-Costa, J. C.; Garganta, J.; Fonseca, A.; Botelho, M. Inteligência e conhecimento específico em jovens futebolistas de diferentes níveis competitivos. Revista Portuguesa de Ciências do Desporto. Vol. 2002. Núm. 4. p. 7-20. 2002.

-Costa, I.T.; Garganta, J.; Greco, P.J.; Mesquita, I. Análise e avaliação do comportamento tático no futebol. Revista da Educação Física/UEM. Vol. 21. Núm. 3. p. 443-455. 2010.

-Costa, I.T.; Garganta, J. M.; Greco, P.J.; Mesquita, I. Princípios Táticos do Jogo de Futebol: conceitos e aplicação Os Princípios Táticos. Motriz. Vol. 15. Núm. 3. p. 657-668. 2009.

-Drummond, L. R.; Drummond, F. R.; Silva, C.D. A vantagem em casa no futebol: comparação entre Copa Libertadores da América e UEFA Champions League. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte. Vol. 28. Núm. 2. p. 283-292. 2014.

-Duprat, E.; Birmelé, E. Influence de l’ouverture du score sur la victoire finale en football. Ejournal de la recherche sur l’intervention en éducation physique et sport-eJRIEPS. Núm. 23. 2011.

-Garganta, J. A análise da performance nos jogos desportivos. Revisão acerca da análise do jogo. Revista Portuguesa de Ciências do Desporto. Vol. 1. Núm. 1. p. 57-64. 2001.

https://rpcd.fade.up.pt/_arquivo/artigos_soltos/vol.1_nr.1/08.pdf

-Gonçalves, E.; Rezende, A.L.G.; Costa, I.T. Comparação entre a performance tática defensiva e ofensiva de jogadores de futebol Sub‐17 de diferentes posições. Revista Brasileira de Ciências do Esporte. Vol. 39. Núm. 2. p. 108-114. 2017.

-Kunrath, C. A.; Cardoso, F.D.L.; Calvo, T. G.; Costa, I.T. Mental fatigue in soccer: A systematic review. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol. 26. Núm. 2. p.172-178. 2020.

-Leite, W. Analysis of goals in soccer world cups and the determination of the critical phase of the game. Facta Universitatis. Series: Physical Education and Sport. Vol. 11. p. 247-253. 2013.

-Leite, W. Temporal analysis of goals scored in European football leagues. International Journal of Yogic, Human Movement and Sports Sciences 2017. Vol. 2. Núm. 1. p. 33-36. 2017.

-Leite, W.; Barreira, D. Are the Teams Sports Soccer, Futsal and Beach Soccer Similar? International Journal of Sports Science. Vol. 4. p. 75-84. 2014.

-Matias, C. J. A. S.; Greco, P.J. Análise de jogo nos jogos esportivos coletivos: a exemplo do voleibol. Pensar a Prática. Vol. 12. Núm. 3. p. 1-16. 2009.

-Menezes, R. P.; Marques, R.F.R.; Nunomura, M. Especialização esportiva precoce e o ensino dos jogos coletivos de invasão. Movimento. Vol. 20. Núm. 1. p.351-373. 2014.

-Michailidis, Y.; Michailidis, C.; Primpa, E. Analysis of goals scored in European championship 2012. Journal of Human Sport and Exercise. Vol. 8. Núm. 2 Suppl. p. 367-375. 2013.

-Mohr, M.; Krustrup, P.; Bangsbo, J. Fatigue in soccer: A brief review. Journal of Sports Sciences. Vol. 23. Núm. 6. p. 593-599. 2005.

-Moreira, P.E.D.; Silva, J.V.O.; Praça, G. M.; Matias, C.J.A.S.; Greco, P.J. Relação entre vantagem em casa e o efeito do primeiro gol nos resultados finais das partidas de futebol do campeonato brasileiro. Conexões. Vol. 14. Núm. 1. p. 53. 2016.

-Nevo, D.; Ritov, Y. Around the goal: Examining the effect of the first goal on the second goal in soccer using survival analysis methods. Journal of Quantitative Analysis in Sports. Vol. 9. Núm. 2. p. 165-177. 2013.

-Njororai, W. W. S. Analysis of goals scored in the 2010 world cup soccer tournament held in South Africa. Journal of Physical Education and Sport. Vol. 13. Núm. 1. p. 6-13. 2013.

-Petreça, D. R.; Garcia, M.C.; Petreça, L. E.; Colvero, S.; Flores, A. Análise de scout de uma equipe profissional de Futsal no campeonato catarinense. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo. Vol. 9. Núm. 34. p. 265-272. 2017. http://www.rbff.com.br/index.php/rbff/article/view/498/417

-Pollard, R.; Gómez, M. A. Components of home advantage in 157 national soccer leagues worldwide. International Journal of Sport and Exercise Psychology. Vol. 12. Núm. 3. p. 218-233. 2014.

-Pollard, R.; Pollard, G. Home advantage in soccer. A review of its existence and causes. International Journal of Soccer and Science. Vol. 3. Núm. 1. p. 28-38. 2005

-Silva, C.D.; Moreira, D.G. A vantagem em casa no futebol: Comparação entre o campeonato brasileiro e as principais ligas nacionais do mundo. Revista Brasileira de Cineantropometria e Desempenho Humano. Vol. 10. Núm. 2. p. 184-188. 2008.

-Sisto, F.F.; Greco, P.J. Comportamento tático nos jogos esportivos coletivos. Revista Paulista de Educação Física. Vol. 9. Núm. 1. p. 63-68. 1995.

-Smith, M.R.; Coutts, A.J.; Merlini, M.; Deprez, D.; Lenoir, M.; Marcora, S. M. Mental fatigue impairs soccer-specific physical and technical performance. Medicine and Science in Sports and Exercise. Vol. 48. Núm. 2. p.267-276. 2016.

-Souza, E.L.N.; Farah, B.Q.; Dias, R.M.R. Tempo de incidência dos gols no Campeonato Brasileiro de Futebol 2008. Revista Brasileira de Ciências do Esporte. Vol. 34. Núm. 2. p. 421-431. 2012.

-Vendite, L.L.; Moraes, A.C.; Vendite, C.C. Scout no futebol: uma análise estatística. Conexões. 2003.

https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/conexoes/article/view/8638024

Publicado
2021-11-07
Como Citar
Góes, G. H. T. dos S., Amaral, R. A., & Morato, M. P. (2021). Uefa Champions League: panorama acerca dos momentos decisivos, influência da vantagem inicial e local da partida. RBFF - Revista Brasileira De Futsal E Futebol, 13(53), 309-319. Recuperado de http://www.rbff.com.br/index.php/rbff/article/view/1121
Seção
Artigos Cientí­ficos - Original

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##