Comparação dos efeitos agudos dos métodos fnp e estabilização (fifa 11+) no equilíbrio dinâmico de atletas de futebol universitário

  • Jéssica da Silva Becker Correia Fisioterapeuta, Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Brasil.
  • Gustavo Andrade Martins Fisioterapeuta, docente do Curso de Fisioterapia da Universidade Luterana do Brasil-ULBRA, Canoas-RS, Brasil.
  • Leandro Giacometti da Silva Fisioterapeuta, docente do Curso de Fisioterapia da Universidade Luterana do Brasil-ULBRA, Canoas-RS, Brasil.
  • Erik Menger Silveira Profissional de Educação Física, Mestre em Ciências do Movimento Humano pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Brasil.
  • Tainara Steffens Fisioterapeuta, Mestra em Ciências do Movimento Humano da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Brasil.
  • Caroline Pietta-Dias Docente na Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança, e no Programa de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Brasil.
  • Eduardo Lusa Cadore Docente na Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança, e no Programa de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Brasil.
Palavras-chave: Futebol, Equilíbrio postural, Facilitação

Resumo

Introdução: O futebol é o esporte mais praticado do mundo, abrangendo atletas profissionais e amadores, motivando a FIFA a elaborar o Manual 11+. Os exercícios de estabilização articular e de tronco assumem destaque no processo de reabilitação e prevenção de lesões objetivando a melhora do equilíbrio estático e/ou dinâmico. Existem técnicas de facilitação neuromuscular proprioceptiva (FNP) com o mesmo objetivo, como a estabilização rítmica pouco utilizada no meio esportivo. Objetivo: avaliar os efeitos agudos do protocolo dos exercícios de equilíbrio propostos pelo FIFA 11+ em comparação ao mesmo protocolo adicionado do conceito FNP no equilíbrio dinâmico de atletas de futebol de campo da equipe universitária. Caracterização da pesquisa: Ensaio Clínico. População: Atletas de futebol de campo da equipe universitária Ulbra-Canoas, sexo masculino (n=18). Procedimento de Coleta de dados: Foram avaliados com o instrumento SEBT na coleta de dados e imediatamente após a realização de uma única intervenção com FNP e FIFA 11+. Resultados: Intervenção com FNP aumentou a amplitude na direção AM e POST executados com membro inferior E (p<0,05), a qual representava menor dominância entre os atletas que participaram da amostra. Conclusão: FNP associado ao FIFA 11+ possui melhores efeitos agudos para o equilíbrio dinâmico de atletas universitários.

Referências

-Aminaka, N.; Gribble, P.A. Patellar taping, patellofemoral pain syndrome, lower extremity kinematics, and dynamic postural control. Journal of Athletic Training. Vol.43. Num. 1.2008. p.21-28.

-Blandine, C.; Lamotte, A. Anatomia para o movimento: Bases de exercícios. 2ª edição. São Paulo. Manole. 2010.

-Cohen, M.; Abdalla, J. R. Lesões nos esportes: diagnósticos, prevenção e tratamento. 2ª edição. Rio de Janeiro. Revinter. 2003.

-Daneshjoo, A.; Mokhtar, A.H; Rahnama, N; Yusof, A. The Effects of Comprehensive Warm-Up Programs on Proprioception, Static and Dynamic Balance on Male Soccer Players. Plos One. Vol. 7. Num. 12. 2012. p.e51568.

-Filipa, A.; Byrnes, R.; Paterno, M.V.; Myer, G.D.; Hewett, T.E. Neuromuscular training improves performance on the star excursion balance test in young female athletes. Journal of Orthopaedic & Sports Physical Therapy. Vol. 40. Num. 9. 2010. p.551-558.

-Gribblle, P.A.; Hertel, J.; Plisky, P. Using the star excursion balance test to assess dynamic postural-control deficits and outcomes in lower extremity injury: a literature and systematic review. Journal of Athletic Training. Vol.47. Num.3. 2012. p.339-357.

-Griblle, P.; Terada, M.; Beard, M.Q.; Kosik, K.B.; Lepley, A.S.; McCann, R.S.; Pietrosimone, B.G.; Thomas, A.C. Prediction of Lateral Ankle Sprains in Football Players Based on Clinical Tests and Body Mass Index. The American Journal of Sports Medicine. Vol. 44. Num. 2. 2016. p. 460-467.

-Gribble, P.A.; Hertel, J. Effect of lower-extremity muscle fatigue on postural control. Archives of Physical Medicine and Rehabilitation. Vol. 85. Num. 4. 2004. p. 589-592.

-Imai, A.; Kaneoka, K.; Okubo, Y.; Shiraki, H. Effects of two types of trunk exercises on balance and athletic performance in youth soccer players. The International Journal of Sports Physical Therapy. Vol.9. Num 1. 2014. p.47-57.

-Kahle, N.L.; Gribble, P.A. Core stability training in dynamic balance testing among young, healthy adults. Athletic Training & Sports Health Care. Vol. 1. Num. 2. 2009. p.65-73.

-Kisner, C.; Colby, L. A. Exercícios terapêuticos: fundamentos e técnicas. 5ª edição. São Paulo. Manole. 2009.

-Kim, J.; Park, S. Immediate effects of the trunk stabilizing exercise on static balance parameters in double-leg and one-leg stances. Journal of Physical Therapy Science. Vol.28. Num. 6. 2016. p.1673-75.

-Larruskain, J.; Lekue, J.A.; Diaz, N.; Odriozola, A.; Gil, S.M. A comparison of injuries in elite male and female football players: A five-season prospective study. Scandinavian Journal of Medicine Science in Sports. Vol.28. Num. 1. 2017. p. 237-245.

-Leavey, V.J.; Sandrey, M.A.; Dahmer, G. Comparative effects of 6-week balance, gluteus Medius strength, and combined programs on dynamic postural-control. Journal of Sport Rehabilitation.Vol.19. Num.3. 2010. p.268-287.

-Noronha, M.; França, L.C.; Haupenthal, A.; Nunes, G.S. Intrinsic predictive factors for ankle sprain in active university students: a prospective study. Scandinavian Journal of Medicine & Science in Sports. Vol. 23. Num. 5. 2013. p.541-7.

-Smedes, F.; Heidmann, M.; Schäfer, C.; Fischer, C. Stępień, A. The proprioceptive neuromuscular facilitation concept; the state of the evidence, a narrative review. Physical Therapy Reviews. Vol. 21. Num. 1. 2016; p.17-31.

-Steffen, K.; Nilstad, A.; Krosshaug, T.; Pasanen, K.; Killingmo, A.; Bahr, R. No association between static and dynamic postural control and ACL injury risk among female elite handball and football players: a prospective study of 838 players. British Journal of Sports Medicine. Vol. 51. Num.4. 2017.p.253-259.

-Thorborg, K.; Krommes, K.K.; Esteve, E.; Clausen, M.B.; Bartels, E.M.; Rathleff, M.S. The Effect of specific exercise-based football injury prevention programmes on the overall injury rate in football: a systematic review and meta-analysis of the FIFA 11 and 11+ programmes. British Journal of Sports Medicine. Vol.51. Num. 7. 2017. p.562-571.

-Yoon, S.; Sung, D.; Park, G.D. The effect of active core exercise on fitness and foot pressure in Taekwondo club students. Journal Physical Therapy Science. Vol. 27. Num. 2. 2015. p.509-511.

Publicado
2021-11-07
Como Citar
Correia, J. da S. B., Martins, G. A., Silva, L. G. da, Silveira, E. M., Steffens, T., Pietta-Dias, C., & Cadore, E. L. (2021). Comparação dos efeitos agudos dos métodos fnp e estabilização (fifa 11+) no equilíbrio dinâmico de atletas de futebol universitário. RBFF - Revista Brasileira De Futsal E Futebol, 13(53), 234-243. Recuperado de http://www.rbff.com.br/index.php/rbff/article/view/1103
Seção
Artigos Cientí­ficos - Original