Análise da incidência de gols do Campeonato Mineiro no ano de 2017

  • Guilherme Augusto Hoth Curso de Especialização em Futebol, Lato Sensu, Universidade Federal de Viçosa-UFV, Viçosa, Minas Gerais, Brasil.
  • Marcos Paulo de Freitas Silvino Curso de Especialização em Futebol, Lato Sensu, Universidade Federal de Viçosa-UFV, Viçosa, Minas Gerais, Brasil.
  • Rodrigo de Miranda Monteiro Santos Programa de Pós-graduação em Educação Física, Stricto Sensu, Universidade Federal de Viçosa-UFV, Viçosa, Minas Gerais.
Palavras-chave: futebol, gols, contextual variables

Resumo

Objetivo: O estudo teve como objetivo analisar a incidência de gols do Campeonato Mineiro de Futebol de 2017 e sua relação com o resultado da partida. Métodos: Foram analisadas as súmulas das 72 partidas da competição, na qual foram realizados 160 gols, sendo estes organizados em intervalos de 15 minutos. A coleta das informações foi feita a partir do site da Federação Mineira de Futebol. Foi utilizada estatística descritiva (média, frequência e desvio padrão) e o teste ANOVA-one way para a comparação das médias entre cada intervalo de tempo e o respectivo resultado da partida. O nível de significância adotado foi de p<0,05.  Resultados: No estudo observou-se maior frequência de gols marcados no segundo tempo (53,11%), tendo ainda ocorrido, em sua maioria, a partir dos 75 minutos de jogo (23,75%). Conclusão: Embora não tenham sido encontradas diferenças significativas em relação aos intervalos de tempo e ao resultado da partida, nota-se uma frequência de gols maior no segundo tempo de partida, em especial no último intervalo de 15 minutos (76-90+).

Referências

-Alberti, G.; e colaboradores et al. Goal scoring patterns in major European soccer leagues. Sport Sciences for Health. Vol. 9. Núm. 3. 2013.

-Armatas, V.; e colaboradores. Evaluation of goals scored in top rankings soccer matches: Greek Superleague 2006-07. Serbian Journal of Sports Sciences. Vol. 3. Núm. 1. p. 39-43. 2009.

-Armatas, V.; Yiannakos, A.; Sileloglou, P. Relationship between time and goal scoring in soccer games: Analysis of three World Cups. International Journal of Performance Analysis in Sport. Vol. 7. Núm. 2. p. 48-58. 2007.

-Barreira, D.; e colaboradores. EvolucioÌn del ataque en el fuÌtbol de eÌlite entre 1982 y 2010: AplicacioÌn del anaÌlisis secuencial de retardos. Revista de Psicologia del Deporte. Vol. 23. p. 139-146. 2014.

-Bate, R. Football chance: tactics and strategy. In Reilly, T.; e colaboradores. (Eds.). Science and Football: Proceedings of first World Congress of Science and Football. 1ª ed. Liverpool. Routledge. 1988. p. 293-301.

-Campos, N.; e colaboradores. Análise da ocorrência temporal dos gols no Campeonato Brasileiro 2011. Revista Brasileira de Ciências do Esporte. Vol. 38. Núm. 1. p. 58-63. 2016.

-Carelli, F. G.; e colaboradores. Incidência Temporal de Gols na Copa Libertadores da América. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. São Paulo. Vol. 9. Núm. 32. p. 27-31. 2016.

-Carling, C.; Williams, A. M.; Reilly, T. Handbook of Soccer Match Analysis. 1ª ed. Abingdon. USA. Routledge. 2005.

-Cunha, S. A.; Binotto, M. R.; Barros, R. M. L. Análise da variabilidade na medição de posicionamento tático no futebol. Revista Paulista de Educação Física. Vol. 15. Núm. 2. p. 111-116. 2001.

-Drubscky, R. O universo tático do futebol: escola brasileira. 1ª edição. Belo Horizonte. Health. 2003.

-Garganta, J. Modelação táctica do jogo de Futebol - Estudo da organização da fase ofensiva em equipas de alto rendimento. Universidade do Porto. 1997.

-Lago-Peñas, C.; e colaboradores. Game-related statistics that discriminated winning, drawing and losing teams from the Spanish soccer league. Journal of Sports Science and Medicine. Vol. 9. Núm. 2. p. 288-293. 2010.

-Lago-Peñas, C.; Dellal, A. Ball Possession Strategies in Elite Soccer According to the Evolution of the Match-Score: the Influence of Situational Variables. Journal of Human Kinetics. Vol. 25. Núm. 1. p. 93-100. 2010.

-Leitão, R. A.; e colaboradores. Análise da Incidência de Gols por Tempo de Jogo no Campeonato Brasileiro de Futebol 2001: Estudo Comparativo Entre as Primeiras e Últimas Equipes Colocadas da Tabela de Classificação Conexões. 2003.

-Njororai, W. W. S. Analysis of goals scored in the 2010 world cup soccer tournament held in South Africa. Journal of Physical Education and Sport. Vol. 13. Núm. 1. p. 6-13. 2013.

-Pollard, R.; Reep, C. Measuring the Effectiveness of Playing Strategies at Soccer. Journal of the Royal Statistical Society. Series D (The Statistician). Vol. 46. Núm. 4. p.541-550. 1997.

-Reep, C.; Benjamin, B. Skill and Chance in Association Football. Vol. 131. Núm. 4. p. 581-585. 1968.

-Souza, E. L. N.; Farah, B. Q.; Dias, R. M. R. Tempo de incidência dos gols no Campeonato Brasileiro de Futebol 2008. Revista Brasileira de Ciências do Esporte. Vol. 34. Núm. 2. p. 421-431. 2012.

-Teoldo, I.; Guilherme, J.; Garganta, J. Para um futebol jogado com ideias: Concepção, treinamento e avaliação do desempenho tático de jogadores e equipes. Curitiba. Appris. 2015.

-Tucker, W.; e colaboradores. Game Location Effects in Professional Soccer: A Case Study. International Journal of Performance Analysis in Sport. Vol. 5. Núm. 2. p. 23-35. 2005.

-Yiannakos, A.; Armatas, V. Evaluation of the goal scoring patterns in European Championship in Portugal 2004. International Journal of Performance Analysis in Sport. Vol. 6. Núm. 1. p.178-188. 2006.

Publicado
2021-05-09
Como Citar
Hoth, G. A., Silvino, M. P. de F., & Santos, R. de M. M. (2021). Análise da incidência de gols do Campeonato Mineiro no ano de 2017. RBFF - Revista Brasileira De Futsal E Futebol, 12(51), 738-743. Recuperado de http://www.rbff.com.br/index.php/rbff/article/view/1042
Seção
Artigos Cientí­ficos - Original